EUA anunciam doação de 500 milhões de doses da Pfizer para países pobres

Vacinas serão entregues a 92 países de renda baixa e 'médio-baixa' pelo consórcio da OMS

10 de junho de 2021 | 12h21 | Atualizado há 11 dias

Foto: Arquivo Catve
PUBLICIDADE
A Casa Branca anunciou, nesta quinta-feira (10), que o governo dos Estados Unidos assinou um acordo com a farmacêutica Pfizer para fornecer 500 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 para 92 países pobres até junho de 2022.

Os imunizantes serão entregues através do Covax Facility, da Organização Mundial da Saúde (OMS), para países de baixa renda e de renda "médio-baixa", como Afeganistão, Angola e Síria. Eles receberão as doses até o próximo ano, segundo o consórcio.

O Brasil ficou de fora desta distribuição porque, apesar de fazer parte da Covax, é considerado um país que pode comprar suas próprias vacinas. Ao lado do Brasil estão cerca de 80 países, como Argentina, Canadá e Reino Unido.

De acordo com o comunicado da Casa Branca, cerca de 200 milhões de doses serão distribuídas até o final de 2021. Desta forma, as outras 300 milhões serão entregues no próximo ano. Não há informações sobre como elas serão divididas.

O presidente Joe Biden deve anunciar sobre a estratégia global de vacinação na cúpula do G7 na Cornualha, Inglaterra, ainda nesta semana. Ele embarcou para uma missão de oito dias na Europa e seu primeiro compromisso oficial será a participação na cúpula.
TV Cultura
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM