Atendimentos em Unidades de Saúde têm novas determinações

Nesta sexta-feira (26) juntas as unidades realizaram 2.120 consultas em Cascavel

26 de fevereiro de 2021 | 18h47 | Atualizado há 42 dias

PUBLICIDADE
A Secretaria de Saúde de Cascavel anunciou novas determinações em relação ao atendimento nas unidades de saúde.

No primeiro dia de mudança, nesta sexta-feira (26), o fluxo de atendimento a movimentação foi tão intensa que juntas as três Upas (Unidades de Pronto Atendimento) atenderam 660 pessoas. Mas, o problema foi ainda mais agravado com o número de pessoas internadas na UPA Brasília. Com 49 pacientes nas enfermarias, 11 no suporte sendo cinco intubados.

As equipes disponíveis entre médicos, enfermeiros e técnicos, por exemplo, teve que concentrar os trabalhos para dar conta do recado e com isso o atendimento no ambulatório ficou travado por seis horas.

Com isso todos os pacientes que aguardavam atendimento na UPA Brasília, foram direcionados ao Hospital de Retaguarda. A unidade mudou toda escala para conseguir dar o suporte.

Nesta sexta-feira (26) juntas as unidades realizaram 2.120 consultas em Cascavel. Grande parte delas de pacientes com sintomas do novo coronavírus. Essa demanda intensa tem sobrecarregado todo sistema de saúde e em meio a este caos faz um ano desde que o primeiro caso da Covid-19 surgiu no Brasil.

São 365 dias vivendo o que até então era desconhecido, porém hoje segundo os profissionais da saúde, o vírus não é mais tão desconhecido e o medo mudou: a falta de leitos e a superlotação nos atendimentos preocupam, restando a esperança nas vacinas para mudar o cenário atual.

Já para os pacientes que hoje dependem de atendimento, resta o conselho para que o restante da população mude de comportamento.
EPC
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM