Eleições 2018

General Mourão afirma que Sisfron será prioridade em seu governo

Vice-de Bolsonaro cumpre agenda em Cascavel nesta quarta-feira

12/09/2018 10h52 | Atualizado em 12/09/2018 11h47
O candidato a vice-presidente da República, General Mourão, está em Cascavel nesta quarta-feira (12) e afirmou na Acic que o Sisfron (Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras) será uma prioridade, caso sua chapa seja eleita para comandar o Brasil.

O Sistema prevê um amplo investimento na região da fronteira do Paraná, mas não saiu do papel. "Assumo o compromisso de alavancar com uma velocidade maior o Sisfron. Vamos trabalhar com um orçamento aprovado no Congresso e dentro do nossos projeto de enxugamento do Estado, o Sisfron é uma prioridade pois a questão dos ilícitos estão na raiz".

Quanto a falta de recursos destinados à implantação, a avaliação do general é de que se pensou alto de mais e o governo não conseguiu executar o planejamento."Se deu um passo maior do que as pernas", avaliou o general.

O vice de Bolsonaro também falou da recuperação do candidato e afirmou que está fazendo falta na campanha devido a seu estilo de abordar o eleitor.

"Tive contato com ele no sábado. Está em franca recuperação e ele fará falta nas últimas semanas de campanha nas atividades que ele é imbatível, que é contato com o povo, mas estamos aqui para continuar a campanha e não vamos deixar a campanha de Bolsonaro cair".

Mourão também foi questionado sobre intervenção militar, e afirmou que a prática não cabe no Brasil.
"Não é o caso. Estamos vivendo uma democracia. Ela vive uma crise, venceu o imperialismo, o nazifascismo e o comunismo. O que estamos passando é por uma adaptação mas não há espaço para nenhum tipo de intervenção".

Após a coletiva, Mourão falou com empresários no auditório da Acic.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.