Trabalhar para quê? Se tem Auxílio Emergencial, terá fila na Caixa

25 de novembro de 2020 | 11h57 | Atualizado há 92 dias

PUBLICIDADE
A pandemia do novo coronavírus tem sido motivo de discussões em muitas situações que vivíamos e não percebíamos o quão real é a escolha de muitos intitulados trabalhadores.

A liberação do Auxílio Emergencial do Governo Federal para suprir as necessidades das pessoas que perderam o emprego e até mesmo para aqueles em situação de miséria, tem demonstrado que Cascavel possui na realidade um número maior de "desocupados", e não trabalhadores informais, que sequer, querem um trabalho para o sustento de suas famílias.

AS FILAS
Muitas reclamações chegam a CATVE sobre as longas filas que se formam em frente às agências da Caixa Econômica da cidade para sacar o benefício. No entanto, estes mesmos que reclamam das longas filas e o tempo que ficam ao relento, não querem trabalhar. Pois, se quisessem, vagas de empregos sobram na Agência do Trabalho no Município.

A PROCURA
Mesmo que estes reclames sejam ouvidos, todos entram na mesma situação. Muitos necessitam do auxílio para sobrevivência, todavia, em meio a estes verdadeiros trabalhadores, estão aqueles que jamais pensaram em buscar um trabalho para seu sustento. Sempre viveram às custas do Governo. Ao invés destes desocupados procurarem a Agência do Trabalho para ter o seu sustento e de sua família, escolhe as filas para sacar o auxílio emergencial como prioridade.

A LÓGICA
É lógico que a maioria das pessoas, mesmo procurando o trabalho, não consegue o emprego. Várias situações geram a não conquista das mais de 500 vagas oferecidas em Cascavel. Entretanto, muitos daqueles desocupados de uma vida toda, não só deste momento de pandemia, poderiam buscar estas vagas ao invés de reclamar das filas, e assim, ter o sustento do seu próprio suor. Bem mais digno do que reclamar das longas filas que enfrentam.

TRABALHADORES
Os verdadeiros trabalhadores formais ou informais que no momento dependem do auxilio emergencial para suprir as necessidades básicas, estes não reclamam da situação, uma vez que sabem que chegará o momento de não mais precisar do auxílio do governo, pois é um trabalhador.

DIZEM QUE ...
... bem estão os vereadores eleitos no último pleito em Cascavel. Seguramente, terão quatro anos de emprego garantido no Poder Público. Será verdade?

... triste estão aqueles vereadores que não se reelegeram, estes terão de buscar um trabalho para seu sustento. Será verdade?

... após o resultado das urnas, a fila está grande no terceiro piso do Paço Municipal. Todos tentando se colocar à disposição para um emprego na prefeitura. Será verdade?

... tem gente graúda do meio político que quer uma vaga de secretário na próxima gestão. Será verdade?

... o real mesmo é que muitas das vagas de livre nomeação na prefeitura, só serão preenchidas depois do Dia das Mães, antes desta data, a "mãezona" chamada de "dona Prefa", não dará colo a nenhum filhinho desgarrado. Será verdade?

FUI !!!
"Da compaixão espera tudo, exceto auxílio". Autor Emanuel Wertheimer
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM