Nesta campanha tem dia que é noite, tem noite que é dia

20 de outubro de 2020 | 09h30 | Atualizado há 35 dias

PUBLICIDADE
Que a campanha eleitoral deste ano em Cascavel e no resto do Brasil seria diferente, nós já sabíamos, o que não sabíamos é que seria tão menosprezada pelos eleitores como estamos vendo no dia a dia.

SEM EMPOLGAÇÃO
Campanhas eleitorais em Cascavel sempre foram acirradas, principalmente para prefeito. Também a de vereadores que ao longo do tempo, é um dos postos mais visados para aqueles que pretendem chegar ao poder político. Mas no decorrer do ano, com a pandemia do novo coronavírus, tudo mudou. Inclusive a empolgação que havia no passado. A disputa do voto por voto pelos candidatos, não é vista mais nas ruas, bairros e periferias da cidade. Tudo parece escuro, tudo parece sem empolgação. O que traz dúvidas quanto ao comparecimento da população nas urnas.

ROBÔ
A tecnologia trouxe para as campanhas políticas uma estratégia diferente do corpo a corpo. Onde você eleitor, tinha a possibilidade de olhar "olho no olho" do candidato. No momento, o que vemos, são apenas vídeos e palavras jogadas ao vento. As propostas dos candidatos deram lugar a fake news para as críticas. Porém, o uso de ROBÔ, utilizando o sistema cibernético para mostrar aquilo que não tem coragem de mostrar publicamente, vem sendo disseminado nas redes sociais.

O BAMBU GEME
Em meio a primavera, não há como não enxergar as flores no caminho, todavia, os espinhos apareceram de forma mais robustas nesta campanha. "O bambu vai gemer" nesta reta final. O dia parece noite, a noite parece dia para muitos daqueles que pleiteiam um cargo eletivo. Mesmo que acanhadas, algumas reuniões estão sendo realizadas, seja no clarear do dia ou na escuridão da noite.

ESTRUTURA
Muitos candidatos ao cargo de vereador, vem encontrando dificuldade para ter uma estrutura mínima de campanha eleitoral. Coligações que foram formadas nas convenções com o velho oba-oba de campanhas passadas, que esta coligação ou aquela teria estrutura para oferecer aos candidatos, desapareceram do cenário e deram lugar a decepção para alguns candidatos que colocaram o nome, acreditando na historinha bem contada em verso e prosa pelos dirigentes partidários.

A MATEMÁTICA
O que não falta em Cascavel são matemáticos realizando contas. Dos 24 partidos que disputam as eleições de Cascavel, seja para prefeito ou vereador, a calculadora é ferramenta essencial para realização de cálculos dos votos. Se bem que ao comparar as contas realizadas, os números que aparecem na totalização da equação, são bem diferentes daqueles que possuímos. O colégio eleitoral de Cascavel, conta com 223.090 mil eleitores. Mas se levarmos em consideração os cálculos efetuados para legenda partidária de vereadores feito por alguns partidos, que sonham em fazer para o Legislativo, teríamos de ter no mínimo o dobro de eleitores registrados no município. A Matemática é uma ciência exata, mas a política é uma ciência mentirosa!

FUI !!!
"Não confunda empolgação com motivação. Empolgados animam plateias, motivados movem o mundo". Autor Tiago Rolim
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM