Luiz Aparecido

Maior rali das Américas começa no próximo sábado

23/08/2019 06h19

A 27ª edição do Sertões - a maior competição de rali das Américas - começa no próximo sábado (24), em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, e serão percorridos 4.857 quilômetros até a chegada, dia 1º de setembro, em Aquiraz, região Metropolitana de Fortaleza, capital do Ceará.

A Master/Catve estará presente gerando imagens para a SporTV e para a Fox. As duas emissoras mostrarão ao vivo, das 18h30 às 20h30, o Prime a abertura da competição.

Este ano, a grande novidade em relação aos carros de apoio é que estarão todos conectados com a tecnologia da Smart Driving Labs - empresa especializada em soluções de software e hardware para coleta, análise e interpretação de dados telemáticos automotivos.

Pela primeira vez na história do evento, as 55 picapes L200 Triton Sport cedidas pela Mitsubishi Motors como carros de apoio estarão conectadas. Durante as oito etapas da prova, a plataforma captará, em tempo real, diversos parâmetros dos veículos, como velocidades média e máxima, altitude, nível de combustível e de desgaste dos carros, entre outros, além de eventuais incidentes capturados pelo "acelerômetro" existente no dispositivo.

Quarto título
Depois de fazer história em 2018 ao ser a única equipe cuja dupla de pilotos conquistou três títulos consecutivos no Sertões, a equipe X Rally Team busca repetir a sequência vitoriosa na 27ª edição do evento, que começa neste sábado. O time alinhará sete carros na disputa deste ano - três NWM Rangers, três X Rally Rangers e uma X10 Evo.

A equipe paulistana repete a formação vitoriosa com Cristian Baumgart e Beco Andreotti, Marcos Baumgart e Kleber Cincea e o vice-campeão de 2018 Sylvio de Barros - que em 2019 vem com a navegadora catarinense Josiane Koerich - em três NWM Rangers V8 4x4 preparadas pela Neil Woolridge Motorsports e que competirão na classe T1 Codasur, a mais rápida entre os carros.

Atual tricampeão e iniciando seu 20º Sertões, Cristian Baumgart se coloca ciente diante dos desafios. "Neste ano o grid entre os carros mais rápidos é maior, a concorrência deu um salto de qualidade e o rali este ano está mais longo e promete ser mais difícil. Do nosso lado, trabalhamos muito na construção e atualização dos carros, e a expectativa, claro, é a de poder lutar por mais um título, mas vivendo um dia de cada vez no Sertões", destaca Cristian, de 44 anos.

Beco Andreotti forma ao lado de Cristian a dupla mais longeva da história do rali brasileiro, com 20 anos de parceria. Andreotti, que também é o chefe da X Rally Team, aponta o trabalho de todo o time. "É um desafio gigantesco no cenário atual: uma competição que está maior e mais difícil, um grid altamente qualificado e a evolução da concorrência são fatores a se ponderar. Temos trabalhado sem parar em todos os carros, e esperamos um Sertões mais uma vez especial para toda a equipe", afirmou.

Dono de três títulos brasileiros no rali Cross Country - um entre as motos e dois entre os carros -, Marcos Baumgart aposta no longo entrosamento com o navegador Kleber Cincea e na quilometragem acumulada nas competições que tem feito na atual temporada. "Tem sido um ano de um calendário intenso para mim e o Kleber, fazendo as provas do Campeonato Brasileiro e também do Sul-Africano. Podemos dizer que a dupla não precisa de afinação, já que corremos juntos há mais de 15 anos; mas essa quilometragem acumulada até agora justifica a preparação que fizemos justamente para encarar o Sertões, que é sempre uma prova muito difícil. Vamos para cima, como sempre, e buscar mais um título dentro do time", diz Marcos Baumgart, de 42 anos, irmão de Cristian.

Sylvio de Barros aposta na continuidade do trabalho iniciado no ano passado junto da equipe X Rally Team. Com experiência nas motos e também no asfalto - disputa regularmente a Porsche GT3 Cup - o paulistano forma dupla inédita ao lado de Josiane Koerich e também é considerado um dos favoritos ao título da edição. "Fiz um treino recentemente e o carro está incrível. É um V8 Mustang, suspensão muito boa e movido a gasolina. É uma experiência incrível de dirigir esse carro. Esse ano é um rali longo, 40% maior e um dia só a mais que em 2018. Espero que todos esses anos que tenho na prova façam a diferença. Será meu primeiro ano com a Josi, que já ganhou Sertões e é experiente. Nunca andamos juntos, mas com certeza será uma ótima experiência", diz Sylvio, vice-campeão em 2018.

Além das três duplas, a X Rally Team traz mais três Rangers construídas no Brasil pela equipe para a disputa do título na classe T1 Brasil, nas mãos das duplas formadas por Mauro Guedes e Filipe Bianchini, Michel Terpins e Maykel Justo e o estreante Fernando Rosset, que terá Fabrício Bianchini como navegador. A formação do time fica completa com Pedro Prado e Joá Bicudo na X10 Evo campeã da Protótipos T1 em 2017.

Para encarar o roteiro de 4,8 mil quilômetros, a X Rally Team leva uma equipe com 74 pessoas entre pilotos, navegadores, mecânicos, engenheiros, auxiliares, cozinheiros e outros profissionais.

ROTEIRO DO 27º RALI DOS SERTÕES:

Prólogo/Super Prime - 24/08
Campo Grande (MS)

1ª etapa - 25/08
Campo Grande (MS) - Costa Rica (MS)
Trecho cronometrado: 415 quilômetros
Total: 487 quilômetros

2ª etapa - 26/08
Costa Rica (MS) - Barra do Garças (MT)
Trecho cronometrado: 530 quilômetros
Total: 639 quilômetros

3ª etapa - 27/08
Barra do Garças (MT) - São Miguel do Araguaia (GO)
Trecho cronometrado: 420 quilômetros
Total: 727 quilômetros

4ª etapa - 28/08
São Miguel do Araguaia (GO) - Porto Nacional (TO)
Trecho cronometrado: 277 quilômetros
Total: 571 quilômetros

5ª etapa - 29/08 - MARATONA
Porto Nacional (TO) - São Félix do Tocantins (TO)
Trecho cronometrado: 300 quilômetros
Total: 435 quilômetros

6ª etapa - 30/08
São Félix do Tocantins (TO) - Bom Jesus (PI)
Trecho cronometrado: 540 quilômetros
Total: 542 quilômetros

7ª etapa - 31/08
Bom Jesus (PI) - Crateús (CE)
Trecho cronometrado: 320 quilômetros
Total: 941 quilômetros

8ª etapa - 01/09
Crateús (CE) - Aquiraz (CE)
Trecho cronometrado: 30 quilômetros
Total: 405 quilômetros

Total da Prova: 4.887,59 quilômetros
Total cronometrado (Especiais): 2.858,46 quilômetros

(Foto: Divulgação)

Leia outros artigos de Luiz Aparecido