Cotidiano

Justiça autoriza recolhimento de Bento, outro cachorro do médico preso, em Cascavel

Bento ficará com voluntárias da Ong Sou Amigo até nova decisão judicial


PUBLICIDADE

A Justiça concedeu mandado de busca e apreensão do cachorro Bento, o outro cachorro da raça Spitz que pertence ao médico Leopoldo.

O acusado permanece preso na cadeia pública de Cascavel por agredir e matar o outro animal de estimação, Capitu, também da raça Spitz, na segunda-feira (10).

Bento ficará sob os cuidados da ONG Sou Amigo até uma nova decisão judicial.

O advogado de defesa do médico, Ricardo Augusto Bantle, informou à polícia que entregará ainda nesta manhã o cachorro, sobre os fatos ontem informou por meio de nota que que em breve os fatos serão esclarecidos.

CASO

O médico de 30 anos foi preso em flagrante pela Polícia militar na noite de segunda-feira (10).

Vizinhos entregaram um vídeo que tem sons da filhote chorando enquanto era agredida pelo responsável. Imagens do sistema de monitoramento do prédio mostraram o médico saindo do apartamento e tentando manobras de ressuscitação do animal, no elevador.

Ele levava Capitu para a clínica veterinária, mas ela não sobreviveu.

Na ficha da clínica veterinária o atendimento relatado demonstra a fala do cliente que disse ter dado chineladas na cachorra.

O corpo da cachorra Capitu foi recolhido e levado para exames mais complexos para identificar a causa da morte.


Redação Catve.com

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais lidas de Cotidiano
Últimas notícias de Cotidiano