Gugu Bueno deverá assumir como deputado na próxima semana

28 de maio de 2020 | 09h54 | Atualizado há 116 dias

PUBLICIDADE
O vereador e ex-presidente da Câmara de Cascavel Gugu Bueno (PL) licenciado da vereança quando assumiu a Superintendência da Casa Civil do Estado do Paraná, deverá na próxima semana assumir a cadeira de deputado. Gugu que é o primeiro suplente de deputado estadual do Partido Liberal, assumirá a cadeira de Marcel Micheletto (PL), que deve assumir uma secretaria de Estado do governo Ratinho Junior.

REFORMA

Está prevista para o início de junho, uma pequena reforma administrativa no Governo Ratinho, serão cargos de primeiro escalão e outros que deverão ficar vagos com a desincompatibilização da função para pleitear uma candidatura as eleições municipais. Assim, remanejamentos e novos nomes deverão aparecer no secretariado de Ratinho Junior. O deputado Marcel Micheletto é um dos que deverá assumir uma pasta.

RENÚNCIA I

Caso se confirme a nomeação de Micheletto no governo do Estado, Gugu Bueno será deputado. Mas para isso, deverá renunciar o cargo de vereador de Cascavel antes de assumir a cadeira na Assembleia Legislativa. A cadeira de vereador de Gugu Bueno está no momento com o suplente Rafael Brugnerotto. Com a renúncia de Gugu, O vereador suplente Rafael Brugnerotto será efetivado como titular na vereança em Cascavel.

RENÚNCIA II

Com a possibilidade da renúncia de Gugu Bueno, a movimentação nos corredores da Câmara Municipal estará voltada para o plenário do Legislativo na Próximas sessões. Segundo informações de bastidores, Gugu fará uma despedida no ato da renúncia em plenário. Gugu exerceu dois mandatos de vereador no município e por dois biênios foi presidente da Mesa Diretora do Legislativo cascavelense.

DESINCOMPATIBILIZAÇÃO

Com a chegada do prazo para alguns cargos nos executivos e Instituições públicas de desincompatibilizações para aqueles que pretendem deixar o nome a disposição para uma eventual candidatura nas eleições municipais deste ano, em Cascavel já iniciaram as conversas de nomes que deverão deixar o cargo. Algumas reuniões partidárias estão acontecendo no intuito de deixar a função para ficar a disposição desse ou daquele partido na perspectiva de candidatura.

A HORA É ESTA

Para alguns gestores do executivo, seja Estadual ou municipal, a hora de se livrar de alguns nomes que compõe cargos de alto escalão na Administração é esta. Segundo comentários, o pedido de exoneração para ficar a disposição em uma eventual candidatura, é o que muitos gestores dos executivos esperam. Já que com o pedido partindo do próprio servidor, não haverá desgaste em ter que exonerar este ou aquele. No entanto, muitos ainda ficarão na Administração, aqueles considerados "o calo no pé do gestor", uma vez que estes não pretendem disputar cargos eletivos. Nem tudo são flores, há os espinhos também.

FUI !!!

"Às vezes, o que parece espinho é flor!", autoria, Haredita Angel.
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM