Câmara de Cascavel aumenta gastos com despesas no primeiro quadrimestre

26 de maio de 2020 | 21h23 | Atualizado há 48 dias

PUBLICIDADE
A tarde de segunda-feira (23) foi prestação de contas dos poderes legislativo e executivo referentes aos primeiros quatro meses do ano.

Na casa de leis, observou-se um aumento no gasto total da casa, em relação ao mesmo período de 2019.

A despesa total entre janeiro e abril do ano passado ficou em R$ 5,5 milhões enquanto, este ano, subiu para R$ 6,1 milhões. Cerca de R$ 620 mil a mais.

GASTOS DA CÂMARA JANEIRA A ABRIL
2019: R$ 5.540.920,36
2020: R$ 6.162.606,07
Aumento: R$ 621.685,71

E é na despesa de pessoal que está boa parte deste aumento. Entre salários e encargos trabalhistas, a despesa passou de R$ 5,1 milhões em 2019 para R$ 5,7 milhões em 2020.

DESPESAS COM PESSOAL
2019: R$ 5.163.179,73
2020: R$ 5.784.876,71
Aumento: R$ 621.696,98.

Nestes quatro meses, a câmara também teve R$ 76 mil de despesas enquadradas como serviços de terceiros, que segundo a direção da casa se trata de manutenção.

Outros quase R$ 30 mil com telecomunicações, como gastos com celular e auxílio alimentação, de R$ 17.250.

Já na prestação de contas do executivo, a queda nas receitas e a tentativa de renegociar empréstimos com bancos.

Neste primeiros quatro meses, a Prefeitura de Cascavel arrecadou R$ 320,9 milhões, bem abaixo da previsão que era de R$ 415 milhões.

Uma das explicações para essa queda está no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). No mesmo período de 2019, os cascavelenses haviam pago mais de R$ 40 milhões em IPTU. Mas este ano, a arrecadação foi de pouco mais de R$ 28 milhões. Um déficit de R$ 11 milhões.

RECEITAS PREFEITURA
Total: R$ 320,9 milhões
IPTU:
2019: R$ 40.177.618.01
2020: R$ 28.287.179,66
Déficit: R$ 11.890.438,35.

Nas despesas, Cascavel pagou R$ 240 milhões, sendo os maiores com educação, quase R$ 116 milhões, e com saúde, R$ 117 milhões. No mesmo período do ano passado, quando não havia pandemia, a despesa com saúde ficou em R$ 105 milhões.

DESPESAS
Total: R$ 240,3 milhões
Educação: R$ 115,9 milhões
Saúde: R$ 117,9 milhões
Em 2019, R$ 105,3 milhões

Outro destaque nesta apresentação de contas foi o gasto com a folha de pagamento. Cascavel está no limite extremo permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Uma novidade: a tentativa do executivo de renegociar as dívidas com bancos. Atualmente, Cascavel tem empréstimos que somam R$ 187 milhões.

Os maiores são com estado, por meio da Fomento Paraná, de R$ 17 milhões, que inclui pavimentação, aeroporto e equipamentos.

Com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), cuja dívida hoje está em R$ 95 milhões.

E com a Caixa, que são R$ 28 milhões em empréstimos para construção de escolas, unidades básicas de saúde e o programa Avançar Cidades.

Os contratos com o governo do estado já foram prorrogados e agora Prefeitura de Cascavel vai tentar renegociar o empréstimo com o BID e os bancos nacionais.

Já na prestação de contas do executivo: queda nas receitas e tentativa de renegociar empréstimos com os bancos
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM