Jovem confessa que atirou na irmã grávida no Paraná

Danillo Vilas Boas teria confundido a irmã com cunhado que o ameaçava

29 de agosto de 2016 | 23h40 | Atualizado há 1885 dias

PUBLICIDADE
Em depoimento à polícia nesta segunda-feira (27), Danillo Emanuel Vilas Boas, 24 anos, confessou ter atirado na cabeça da irmã, Thaysa Vilas Boas, que estava grávida.

O caso ocorreu no dia 11 de julho em Tapejara, no noroeste do Paraná. A jovem de 22 anos estava no sétimo mês de gestação e se preparava para ir ao médico.

À polícia o rapaz disse que o disparo foi acidental e que pensou ser o cunhado no local. Os dois não tinham um bom relacionamento.

"Ele tinha desavenças com o cunhado, que batia na irmã mesmo grávida. A arma ele tinha comprado justamente por causa de ameaças que vinha sofrendo", explica o advogado em defesa de Danillo, Hans Azara. O advogado ressalta também que na noite anterior aos fatos, o jovem teria usado drogas.

Danillo está preso na delegacia de Cruzeiro do Oeste por conta de um pedido de prisão temporária de 30 dias. Conforme o advogado, ao fim desse prazo o rapaz deve ser liberado.

A jovem Thaysa Thaysa Vilas Boas permanece internada no Hospital Norospar, em Umuarama, em estado vegetativo. A filha uma menina, que foi retirada com vida, morreu três dias após o nascimento.

Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM

<