Saudade do Iguaçu

Vereador é preso pela PM durante comemoração de título do Grêmio

Parlamentar foi flagrado com um revólver calibre 38 desmuniciado

30/11/2017 09h46 | Atualizado em 30/11/2017 11h22
O vereador Eguinaldo Paulo Piaia, 42 anos, filiado ao PMN em Saudade do Iguaçu, no Sudoeste do Estado, foi preso pela Polícia Militar, na noite de quarta-feira (29), por porte ilegal de arma de fogo, após se exaltar na comemoração pelo tricampeonato da Copa Libertadores conquistado pelo Grêmio.

A PM recebeu denúncias de que o vereador estava conduzindo uma caminhonete e efetuando disparos de arma de fogo. Os policiais, então, foram até o local e abordaram o parlamentar, que estava participando de uma carreata.

No veículo, os policiais encontraram um revólver calibre 38. A arma, no entanto, estava desmuniciada e ele acabou atuado por porte ilegal.

O vereador foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de São João. Conforme a polícia, foi estipulada uma fiança no valor de R$ 3,7 mil, que, até o fechamento desta reportagem, não havia sido paga.

Segundo a Câmara de Vereadores de Saudade do Iguaçu, o regimento interno prevê a perda do mandato apenas quando o parlamentar é condenado a crimes que tem previsão de cumprimento de pena em regime fechado, o que não é o caso do delito de porte ilegal de arma.

Redação Catve.com