Maringá

Professora de CMEI é suspeita de tentar afogar crianças em vaso sanitário

Mães teriam ouvido o relato dos filhos e denunciaram ao Conselho Tutelar de Maringá

09/11/2017 10h12 | Atualizado em 09/11/2017 10h14
Foto: divulgação
Uma professora de 52 anos é suspeita de tentar afogar crianças de quatro anos no vaso sanitário do CMEI (Centro Municipal de Educação Infantil) no Conjunto Thais, em Maringá.

A suspeita surgiu a partir do relato de uma das crianças enquanto brincava com uma boneca perto da mãe. Ela perguntou porque a filha falava pra boneca que se ela fizesse bagunça iria colocar a cabeça dela na privada. Segundo relato da mãe, a criança disse que era assim que a professora lidava com os alunos.

Diante disso, a mãe procurou outras mães de alunos, e constatou que mais três crianças diziam o mesmo. Segundo as crianças, ela as retirava da sala de aula pelo braço, levava para o banheiro e forçava a cabeça contra o vaso, perguntando se eles repetiriam a bagunça em sala.

A reclamação ao centro de educação foi feita, e a própria escola procurou o Conselho Tutelar para denúncia.

A professora foi afastada das atividades para diligências, após o BO (Boletim de Ocorrência) ter sido feito.

O Conselho Tutelar informou que uma psicóloga está ouvindo as crianças que se pronunciaram, e encaminhando depoimentos para o Juiz responsável.