Paraná

Vendedor de churros não entrega veículo de trabalho para ladrão e é morto

Vendedor de churros foi morto após reagir a assalto

04/07/2017 04h38 | Atualizado em 04/07/2017 08h51
Um jovem de 24 anos, que trabalhava como segurança, morreu ao reagir a um assalto no início da noite desta segunda-feira (3). Ele vendia churros, segunda profissão que escolheu para aumentar o orçamento, quando acabou abordado por um homem armado, na Rua Odete Cincora Pereira da Cunha, no bairro Jardim Nesita, em Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba.

Ao defender o material utilizado para o trabalho autônomo, o jovem, casado e pai de dois filhos de três e sete anos, acabou baleado. O corpo do trabalhador, morador no Centro da cidade metropolitana, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).

Veja mais na Banda B