Maringá - 19/05/2017 10h51 - Atualizado em 19/05/2017 12h14

Polícia Civil investiga suposta venda de bebê em Maringá

Após denúncias, mãe disse que filho tinha sido raptado. Casal negou

Compartilhe
Publicidade


Foto: Reprodução

A Polícia Civil investiga a suposta venda de um bebê recém-nascido que ocorreu na região Maringá. A denúncia foi feita na noite de quinta-feira (18), na cidade de Sarandi.

Denunciantes informaram à polícia que a mãe, moradora de Sarandi, teria vendido o filho a um casal de Maringá. Acompanhados do Conselho Tutelar, a polícia encontrou a mulher em casa, sem a criança.

Aos policias, a mãe que havia parido há dois dias relatou que o filho tinha sido raptado pelo casal. No entanto, ela não havia feito Boletim de Ocorrência.

O que chamou atenção, é que no período que ficou internada a mulher repassou o endereço de outra residência ao hospital.

Em contato com o casal informado pela mãe, o homem relatou que teve um caso com a mulher e que na gravidez, ela o teria procurado relatando que era o pai da criança.

Ele e a esposa teriam aceitado cuidar do bebê. Testemunhas do hospital relataram que no período que a mãe ficou internada, a mulher a acompanhou dizendo ser uma tia que a ajudava com alimentos e financeiramente.

Em depoimento a mãe manteve a versão do rapto. O homem, no entanto, afirmou não ter certeza se era o pai da criança e que faria um teste de DNA. Se comprovado, ele poderá entrar com pedido de guarda.

Enquanto a Polícia Civil investiga o crime, a criança permanece sob a tutela do estado, acolhida em um abrigo.

Todos os envolvidos aguardam as investigações em liberdade.

Redação Catve.com



Últimas Notícias
Grupo invade festa de aniversário com machado e enxada em Irati
Vídeo mostra resgate de menina de seis anos na Serra do Rio do Rastro
Futebol: Toledo vence jogo treino com o Marechal Rondon




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY