Maringá - 19/05/2017 10h51 - Atualizado em 19/05/2017 12h14

Polícia Civil investiga suposta venda de bebê em Maringá

Após denúncias, mãe disse que filho tinha sido raptado. Casal negou

Compartilhe
Publicidade


Foto: Reprodução

A Polícia Civil investiga a suposta venda de um bebê recém-nascido que ocorreu na região Maringá. A denúncia foi feita na noite de quinta-feira (18), na cidade de Sarandi.

Denunciantes informaram à polícia que a mãe, moradora de Sarandi, teria vendido o filho a um casal de Maringá. Acompanhados do Conselho Tutelar, a polícia encontrou a mulher em casa, sem a criança.

Aos policias, a mãe que havia parido há dois dias relatou que o filho tinha sido raptado pelo casal. No entanto, ela não havia feito Boletim de Ocorrência.

O que chamou atenção, é que no período que ficou internada a mulher repassou o endereço de outra residência ao hospital.

Em contato com o casal informado pela mãe, o homem relatou que teve um caso com a mulher e que na gravidez, ela o teria procurado relatando que era o pai da criança.

Ele e a esposa teriam aceitado cuidar do bebê. Testemunhas do hospital relataram que no período que a mãe ficou internada, a mulher a acompanhou dizendo ser uma tia que a ajudava com alimentos e financeiramente.

Em depoimento a mãe manteve a versão do rapto. O homem, no entanto, afirmou não ter certeza se era o pai da criança e que faria um teste de DNA. Se comprovado, ele poderá entrar com pedido de guarda.

Enquanto a Polícia Civil investiga o crime, a criança permanece sob a tutela do estado, acolhida em um abrigo.

Todos os envolvidos aguardam as investigações em liberdade.

Redação Catve.com



Últimas Notícias
Chuvas fortes provocam quatro mortes em Maceió
Policiais da UPS Sul detém homem no Bairro Colina Verde
Suspeito é preso com veículo clonado no Centro de Cascavel




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY

Maio Amarelo