Foz do Iguaçu - 11/01/2017 11h28 - Atualizado em 11/01/2017 16h42

Pecúlio: Túlio Bandeira é preso pela Polícia Federal no Sudoeste do PR

Ele estava foragido desde 15 de dezembro quando a Justiça Federal expediu mandado de prisão

Compartilhe
Publicidade


O advogado Túlio Bandeira, foragido da Operação Pecúlio, foi preso na manhã desta quarta-feira (11) no sudoeste do Paraná. Ele será trazido para Foz do Iguaçu.

A informação da Polícia Federal é que por volta das 7 horas foi cumprido mandado de prisão e de busca apreensão na casa na área rural de Santo Antonio do Sudoeste, Linha São Domingos, na BR 163. A ação foi realizada por agentes da Polícia Federal de Foz e com apoio da PF de Dionísio Cerqueira, em Santa Catarina.

A defesa de Túlio apresentou em dezembro (16) um pedido de habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre (RS), que acabou negado.

Bandeira era o único dos 28 acusados que tiveram prisão decretada na 5ª fase da Operação Pecúlio, e que não se apresentaram à justiça. Ele era procurado pela Polícia.

A Operação Pecúlio foi desencadeada em 19 de abril e revelaram um esquema de corrupção na Prefeitura de Foz do Iguaçu envolvendo fraudes em licitações para a contratação de obras e de serviços na área da saúde.

O ex-prefeito Reni Pereira esteve em prisão domiciliar por 106 dias. No total, 85 pessoas são réus da ação penal. Eles respondem, entre outros, pelos crimes de peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, organização criminosa e fraude em licitações.
.




Últimas Notícias
Casa de lona fica destruída após pegar fogo no Alto Alegre
Jovem é morto a tiros dentro de mercado em Curitiba
Familiares se despendem de diretora feita refém pelo ex em Cascavel




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY