Cascavel - 12/04/2016 16h49 - Atualizado em 12/04/2016 18h27

Sem-terra baleado apresenta versão diferente para confronto

O depoimento foi acompanhado por promotores e delegados nesta tarde

Compartilhe
Publicidade


O depoimento durou aproximadamente duas horas. Henrique Gustavo Pratte, 27 anos foi ouvido na presença de dois delegados, escrivães e dois promotores de Quedas do Iguaçu.

Conforme a polícia, o depoente contou o que aconteceu no dia e apresentou versão contrária a que Pedro Francelino deu na semana passada à delegada responsável pelas investigações.

Pedro que está internado no Hospital São Lucas em Cascavel e disse que o primeiro tiro partiu de um integrante do MST. Desde o confronto, na última quinta-feira (07), a polícia está investigando o caso e ouvindo testemunhas.

De acordo com o Ministério Público, como se trata de uma investigação cautelosa, representantes do órgão decidiram acompanhar as oitivas.

O inquérito deve ser concluído na próxima sexta-feira (15). Henrique deve permanecer detido na carceragem da 15ª SDP, no entanto a defesa já entrou com pedido de prisão domiciliar.

Além da investigação da Polícia Civil, um inquérito policial militar apurar as circunstâncias. De acordo com a secretaria de segurança do Paraná, integrantes do MST dispararam contra as equipes policiais que revidaram. Duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas.





Últimas Notícias
Beletti lamenta morte de vítimas do Chapecoense
GDE prende um dos autores do assalto à tabacaria
Prefeitura não descarta reintegração de posse no Veneza




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY