Brasil - 12/04/2016 16h35 - Atualizado em 12/04/2016 16h35

Maluf deixa lista de procurados pela Interpol

Paulo Maluf, de 84 anos, foi incluído na lista da Interpol em 2010, com ordem de prisão em 188 países

Compartilhe
Publicidade


O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), 84 anos, não faz mais parte da lista pública de procurados pela Organização Internacional de Polícia Criminal, a Interpol. Seu filho Flávio também não consta mais na relação. De acordo com a assessoria do parlamentar, seu nome foi retirado há cerca de um mês e ele agora pode deixar o país sem o risco de ser preso.

Maluf foi um dos 35 que votaram nesta segunda-feira a favor da abertura do processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff contra cinco desfavoráveis.

O ex-prefeito de São Paulo entre 1993 e 1996 foi incluído na lista da Interpol em 2010, com ordem de prisão em 188 países. O deputado e o filho foram indiciados por desvio de mais de US$ 11 milhões em fundos públicos brasileiros.

O dinheiro teria sido enviado para uma conta em um banco de Nova York. No entanto, a defesa de Maluf afirma que o parlamentar não cometeu nenhum crime nos Estados Unidos. Em 2012, ele chegou a entrar com um pedido de suspensão da ordem internacional de prisão contra ele na Suprema Corte de Nova York, mas não conseguiu.

O Sul/ AG




Últimas Notícias
Beletti lamenta morte de vítimas do Chapecoense
GDE prende um dos autores do assalto à tabacaria
Prefeitura não descarta reintegração de posse no Veneza




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY