Cascavel

Familiares de presos da PEC protestam em frente ao Fórum

Eles reivindicam melhorias na PEC e escreveram uma carta com as listas das melhorias

19/06/2017 13h41 | Atualizado em 20/06/2017 09h51

Familiares de presos da Penitenciária Estadual de Cascavel protestaram na tarde desta segunda-feira (19), em frente ao Fórum de Cascavel.

Eles reivindicam melhorias na PEC e escreveram uma carta com as listas das melhorias.

A lista tem 20 itens, entre elas afastamento de funcionários que oprimem os presos; toldos para os visitantes em dias de chuva; término de procedimentos abusivos, como agachamentos; maior atenção no sistema social dos presos; atendimento psicológico para os detentos; liberação de artesanato para os presos; troca de fornecedor de alimentos, que afirmam vir estragadas ou cru; liberação de sacola para doações; cumprimento do horário de pátio para os presos; subida de alimento que sobram do pátio para os cubículos; liberação do recebimento de sedex; liberação da entrada de brinquedos no dia de visitas das crianças; liberação de atividades como capoeira, xadrez, entre outras que ajudam na ressocialização dos presos; mais atenção a aproximação de familiares dos presos; liberação do banheiro para que os familiares usem; reimplantação das resenhas literárias e atenção ao isolamento e triagem abusivas dos internos.

As manifestações acontecem durante a tarde e as reivindicações é tanto para presos quanto para os familiares. A carta será entregue hoje ao juiz da Vara de Execução Penais, Paulo Damas.

De acordo com os agentes, no cardápio dos presos existem cinco misturas diferentes por semana, e eles alegam que o correto é oferecer 14. Eles também reclamam da forma que a comida é preparada, com pouco tempero.

Mesmo assim, a categoria afirma que os detentos recebem panquecas, quibe e risoto nas marmitas.

Os internos pedem o apoio de todos os presos na carta e ameaçam devolver a alimentação caso não venha saborosa ou repitam a mistura durante a semana.

Redação Catve.com