Foz do Iguaçu

Professores de Foz do Iguaçu paralisam contra Reforma da Previdência

Escolas municipais e CMEIs serão fechados no dia 28 de abril

20/04/2017 12h54 | Atualizado em 20/04/2017 13h52
Professores e Profissionais da Educação aprovaram, por unanimidade, o fechamento das 54 Escolas Municipais e dos 36 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIS) de Foz do Iguaçu. A paralisação será no dia 28 de abril, como forma de adesão à Greve Geral convocada pelas Centrais Sindicais do Brasil.

A decisão foi tomada ontem, 19, em Assembleia Geral Extraordinária convocada pelo Sindicato dos Professores e Profissionais da Educação da Rede Pública Municipal de Foz do Iguaçu (SINPREFI).

A decisão tomada na Assembleia do SINPREFI será informada ainda hoje, em ofício, à Prefeitura de Foz do Iguaçu. Além do Sindicato dos Professores e Profissionais da Educação de Foz, há quase 40 sindicatos e entidades envolvidos com o planejamento da Greve Geral Nacional, contrária às propostas de reformas de Previdência e Trabalhista e contra a Terceirização aprovada na Câmara dos Deputados.

Assessoria