Paraná - 13/04/2016 10h12 - Atualizado em 13/04/2016 10h12

Irregularidades nas contas de prefeito de Antônio Olinto geram seis multas

O valor total da multa é de R$ 8.705,88

Compartilhe
Publicidade


TCE-PR

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) emitiu parecer prévio recomendando o julgamento pela irregularidade das contas de José Cleomar Machiavelli, prefeito de Antônio Olinto (Sul do Estado) no exercício de 2008. O ex-prefeito (gestão 2005-2008) recebeu seis multas. O valor total de R$ 8.705,88.

Entre as irregularidades confirmadas pela Diretoria de Contas Municipais (DCM) e pelo Ministério Público de Contas (MPC) estão inconsistências injustificadas nos saldos em relação às posições apresentadas nos extratos das instituições bancárias. E, ainda, omissão de conta corrente do sistema informatizado e divergências nos ajustes efetuados na conciliação bancária, em confronto com os extratos bancários subsequentes.

Na análise das contas também foram apontadas a falta de repasse dos valores consignados em folha de pagamento em favor do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), informação incorreta dos valores devidos ao INSS - ocasionando contribuição abaixo do valor devido - e divergência entre as baixas da consignação do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) da Câmara, não contabilizadas na receita da Prefeitura.

O relator do processo, auditor Cláudio Canha, determinou à atual administração municipal de Antônio Olinto que, nas próximas prestações de contas anuais, seja comprovada a adoção de providências para regularizar a movimentação de recursos em instituição financeira privada. Também devem constar documentos que comprovem medidas para regularizar as diferenças de conciliação em contas do Bando do Brasil e do Banco Itaú. E, por fim, o município deve comprovar a regularização dos valores conciliados e não efetivados entre contas mantidas no Banco do Brasil.

No voto, o relator determinou ao controle interno municipal, "nos moldes e prazos do Regimento Interno, que instaure tomada de contas especial para que quantifique e apure a devida responsabilização por eventual dano ao erário decorrente das irregularidades apontadas, em especial quanto ao pagamento de juros e multas pela contribuição recolhida a menor ao INSS".

TCE-PR



Últimas Notícias
Jovem fica ferida ao bater em poste no Jardim Coopagro em Toledo
Homem morre ao cair em máquina de silagem
Motociclista fica gravemente ferido em São Miguel do Iguaçu




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY

Maio Amarelo