Cascavel - 12/04/2016 21h43 - Atualizado em 12/04/2016 23h09

Falta de repasses tem prejudicado administração de colégios estaduais

Diretores têm pedido apoio aos pais e professores para estabilizarem situação

Compartilhe
Publicidade


As administrações das escolas estaduais Julia Wanderley e Wilson Joffre, em Cascavel, estão enfrentando dificuldades para manter as despesas da instituição.

A demora nos repasses de verbas, tanto estaduais como federais, faz com que a direção busque alternativas com a comunidade escolar, para conseguir arcar com alguns custos.

O diretor do colégio Julia Wanderley, Rosimar Baú, afirma que para conseguir administrar o espaço, que atende 1,2 mil estudantes, a direção tem que apelar para o apoio da associação de pais, mestres e funcionários, além de pedir apoio em promoções e doações de outras entidades.

Um colégio estadual se mantém com três fontes de recursos: a primeira, o fundo rotativo do governo do estado, dividido em 10 parcelas anuais e que em 2016 só chegou em março. R$ 3033,20 são repassados para reparos e manutenção de equipamentos do colégio e o mesmo valor para material pedagógico.

Outro recurso vem do governo federal, que no ano passado só chegou para a escola em dezembro. A terceira fonte é os recursos que vem da própria comunidade escolar.

O colégio Julia Wanderley tem mais de 50 anos, sendo 40 somente no atual prédio, que precisa de uma ampla reforma. Um muro, que caiu no ano passado, ainda está sem reparo devido a falta de recursos.

Já no colégio Wilson Joffre, o fundo rotativo ajuda, mas não resolve. Mesmo com os preços mais altos, a receita repassada continua a mesma. A diretora auxiliar, Clair Santos, diz que o prejuízo mensal chega a quase R$ 2 mil.

Para manter as contas em dia, o jeito é pedir socorro a comunidade escolar. A vantagem do colégio é que, diferente de outras escolas, não há falta de professores ou funcionários, isso pelo remanejamento feito pela direção.

O representante regional do governo do estado, Severino Folador, garante que a reforma do muro do colégio Julia Wanderley será realizada. Ele ainda afirma que a escola estará na lista de prioridades para receber uma revitalização geral.

Jornal da Catve 2ª Edição





Últimas Notícias
Cettrans abre processo administrativo após problemas com parquímetros
Ladrão é baleado durante roubo
Com fim do prazo para saída, famílias desmancham casas no Jardim Gramado




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY