Guarapuava - 09/01/2017 17h58 - Atualizado em 09/01/2017 17h59

Gaeco denuncia dois vereadores, um ex-vereador e dez servidores

Grupo fazia contratações de funcionários fantasmas, afirma MP

Compartilhe
Publicidade


O Ministério Público do Paraná, por meio do Núcleo de Guarapuava (Centro-Sul paranaense) do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) ofereceu denúncia contra dez pessoas por organização criminosa. Dois dos denunciados são vereadores reeleitos e um é ex-vereador, tendo presidido a Câmara Municipal de Guarapuava na época dos crimes apurados.

De acordo com as investigações do Gaeco, os denunciados constituíram organização criminosa ? que atuou do início de 2013 até março de 2016 ? com o intuito de desviar verbas públicas. O grupo fazia contratações de funcionários fantasmas, que eram nomeados e recebiam vencimentos sem prestar serviços à Câmara. Outros servidores eram desviados de suas funções para trabalharem como cabos eleitorais, deixando de prestar serviços à Câmara para se dedicarem a interesses particulares dos vereadores integrantes do grupo.

Além disso, a organização criou um esquema de favorecimento ilícito de eleitores em diversos órgãos da administração municipal, especialmente nos setores de obras e de saúde. Apurou-se que o grupo conseguia burlar as filas de espera do Sistema Único de Saúde, fazendo o adiantamento indevido de consultas, exames e cirurgias em favor de seus eleitores.

Os réus foram denunciados com base no artigo 2º da Lei 12.850/2013 ("Lei das Organizações Criminosas"), com previsão de pena de três a oito anos de reclusão e multa.

com MP/PR




Últimas Notícias
Homem leva dois tiros na cabeça em tentativa de assalto em Curitiba
Para líder, governo já tem votos para aprovar reforma da Previdência
Sociedade Rural Brasileira:Carne Fraca pode ter efeitos positivos no agronegócio




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY