Paraná - 11/04/2016 22h10 - Atualizado em 12/04/2016 08h51

Deputados propõem CPI para ações após confronto em Quedas

Parlamentares ainda usaram a tribuna para falar sobre o relatório do impeachment na sessão desta segunda-feira

Compartilhe
Publicidade


O cenário político nacional respingou na Alep (Assembleia Legislativa) do Paraná). A votação do relatório da comissão que julga o impeachment da presidente Dilma foi assunto entre os deputados. O líder do PSDB no estado foi incisivo na sua posição.

Já o líder do PMDB na Assembleia defende a convocação de novas eleições. Segundo ele, Michel Temer, companheiro do próprio partido, não vai conseguir governar o país.

"Não tem condições para governar o país, o ideal seria uma nova eleição".

Deputados do PT evitaram falar com a imprensa sobre a situação de Brasília, mas o PSD, que tem um ministério no governo Dilma, aqui no Paraná é a favor do processo de impeachment.

Mas o assunto que esquentou a sessão de hoje foi a situação de Quedas do Iguaçu. Na quinta-feira (07), dois integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) foram mortos pela PM (Polícia Militar) na região da Araupel e as opiniões sobre o conflito se chocaram no plenário.

Nas galerias, manifestações contra o MST deram trabalho para o presidente da casa.

O tema é tão complexo que os deputados prometem criar uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para discutir a questão.




Últimas Notícias
Beletti lamenta morte de vítimas do Chapecoense
GDE prende um dos autores do assalto à tabacaria
Prefeitura não descarta reintegração de posse no Veneza




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY