Cascavel - 12/04/2016 14h16 - Atualizado em 12/04/2016 16h21

Tocha Olímpica: trajeto em Cascavel poderá sofrer alterações

O maior símbolo olímpico passará pela cidade no dia 29 de junho

Compartilhe


O Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 vai durar entre 90 e 100 dias após a tradicional cerimônia de acendimento da Chama Olímpica na cidade grega de Olímpya dando continuidade a uma história de 2.900 anos e aí chegará ao Maracanã, no Rio de Janeiro.

Serão em torno de 12 mil condutores da tocha e a chama percorrerá cerca de 20 mil quilômetros por estradas e ruas brasileiras e 10 mil milhas aéreas.

O maior símbolo olímpico chega ao Paraná dia 28 de junho, em Londrina e passar por mais 21 cidades do estado.

De acordo com a programação, no início da tarde do dia 29 chega a Cascavel, onde terá inicio o trajeto pela cidade.

A principio, o percurso em Cascavel seria de pouco mais de 8,4 quilômetros. O ponto de partida será a Praça Itália, segue atá a Avenida Carlos Gomes, depois rua São Paulo, Souza Naves Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Santa Catarina e Castro Alves, depois retorna até a Avenida Brasil chegando ao prédio da Prefeitura.

Mas este trajeto poderá sofrer modificações, de acordo com o Secretário de Esportes o motivo são as obras do BID, que já começaram no centro da cidade.

A tocha percorrerá nas mãos de 39 condutores em trecho de aproximadamente 200 metros cada um.

Entre os nomes mais famosos estão Maria Esther Bueno, ex-tenista, Laís Souza, ex-ginasta, Gustavo Borges, ex-nadador, Érika Miranda, judoca e Isabel Swan, velejadora.

Já a expectativa é com relação aos condutores locais, os cascavelenses que irão carregar a Tocha Olímpica.

De acordo com Faust, eles deverão receber correspondências, confirmando a seleção.

Hora do Esporte





Últimas Notícias