18/04/2013 12h34

Câmara de Cascavel vira "cenário" de especulações

Compartilhe


Depois da publicação aqui na coluna de que remanejamentos e exonerações deverão acontecer na Câmara de Vereadores de Cascavel, para adequar o "mando" da Casa de Leis. Se quem "manda" é a situação ou a oposição ao governo Municipal, eis que surgem especulações de todo lado nos corredores do Legislativo.

QUEM SAI?
A boataria tomou conta dos corredores da Câmara, a maioria dos que exercem cargos de nomeações, e os que apenas "metem" fogo, nomeiam e exoneram a todo momento, porém, tiro errado na maioria das vezes.

QUEM ENTRA?
O certo é que remanejamentos e exonerações irão acontecer, a "guerra" entre situação e oposição na Câmara é vista a todo momento, porém, quem entra e quem será remanejado, ainda é uma incógnita.

ESPECULAÇÃO DE NOMES
Ontem e hoje pela manhã, a boataria tomou conta nos corredores do Legislativo quanto a possível nomeação do ex-vereador Aderbal de Mello no cargo de diretor Legislativo. Segundo fontes, a informação partiu do ex-diretor Técnico Legislativo, Mário Galavotti.

IMPOSSÍVEL
A coluna, por não defender nem um lado nem outro, nem este, nem aquele, tem a obrigação de informar ao leitor, e, aos especuladores de plantão, que é "IMPOSSÍVEL" a nomeação de Aderbal de Mello na diretoria Legislativa. Tudo não passa de especulações de momento.

RETIRADA DE MÓVEIS
A Câmara de Vereadores conta com vários servidores concursados, alguns, passa o tempo, fazendo "chacrinhas" no saguão da Câmara, outros, "fofocando". Pois, os a fazeres são diminutos e a folga é constante. Para isso, a Mesa Diretora da Câmara, retirou os Balcões que estavam instalados no saguão do Legislativo e devolveu a Prtefeitura para integrar ao patrimônio Público, assim termina com as "chacrinhas" no saguão.

"BRAD PITT"
Para esclarecer de uma vez por todas as funções de cada servidor, seria prudente a Mesa Diretora, publicar no "mural" da Câmara ou no portal da transparência o horário que cada servidor exerce suas funções na Casa de Leis. Pois, informações dão conta que o "BRAD PITT" da Câmara, tem seu concurso prestado para trabalhar no período da noite. Então questionamos: o que faz ele na Câmara todos os dias durante o expediente? Além de "dar" informações sobre tudo o que acontece dentro do Legislativo? Com a palavra os membros da Mesa Diretora?



18/04/2013 09h58

Senador Sérgio Souza percorre a Região Oeste do Paraná

Compartilhe


O senador Sérgio Souza (PMDB) do Paraná percorre hoje e amanhã os municípios do Oeste para discutir projetos que ora são debatidos no Congresso Nacional. Ontem (17) o Senador participou da abertura do "X Games" em Foz do Iguaçu e hoje pela manhã já estava em Cascavel concedendo entrevista na imprensa local.

NA ESTRADA
Vários municípios da Região Oeste e Sudoeste estão na agenda do Senador Sérgio Souza para junto com a comunidade, discutir e divulgar os projetos tais como: A criação dos TRF´s (Tribunais Regionais Federais) e também assuntos de interesses coletivos e que envolve nossa região. Reabertura da Estrada do Colono é um dos assuntos em pauta.

ÍNDIOS ACAMPADOS
Outro assunto polêmico que será debatido nos municípios do Oeste é, a discussão do direito de propriedade no tocante a invasão de terras do Oeste do Paraná por Índios, principalmente na Região de Guaíra, Terra Roxa e Marechal Candido Rondon. Aonde mais de 3.000 mil Índios se encontram acampados, gerando assim, desconforto e insegurança para os agricultores e comunidade de uma forma geral, afetando economicamente estes locais. Fato que o Senador quer intervir antes que aconteça o que já aconteceu na Bahia, Roraima e Rio Grande do Sul.



17/04/2013 15h39

Após fusão de PPS e PMN, nasce o MD (Mobilização Democrática)

Compartilhe


Foi assinada nesta tarde (17) em Brasília, no auditório do Hotel San Marcos, a fusão entre PPS e PMN. A nova sigla terá a denominação de MD (Mobilização Democrática). Foi mantido o número 33 para este partido, e já definiu presidente e o vice nacional, ficando assim constituído: deputado Roberto Freire como presidente e dra. Telma Ribeiro de São Paulo, como vice-presidente.

PARTICIPANTES
A reunião de discussão para fusão teve a participação de deputados federais, estaduais, vereadores e senadores. O Paraná foi representado pelo presidente do antigo PPS, Rubens Bueno, e membros da executiva estadual, enquanto o PMN teve como representante o deputado e presidente estadual da sigla, deputado estadual dr. Batista.

CASCAVEL REPRESENTADA
O evento que acabou a pouco teve a participação do vereador cascavelense do PMN, Robertinho Magalhães, como representante do estado do Paraná e do município de Cascavel.



17/04/2013 11h20

OPINIÃO: cada um tem a sua

Compartilhe


Ter opinião em Cascavel, e, expor ela, parece não ser uma boa coisa neste momento político que atravessa nossa cidade. A renovação de Câmara de Vereadores nesta Legislatura, foi algo que deixou a população na expectativa, porém, renovação não significa mudanças, significa troca de pensamentos e diretrizes, tão somente.

BASE GOVERNISTA
Todo parlamento possui uma base que defende o executivo. É assim, nacional, estadual e municipal. A escolha daqueles que representam a população em qualquer esfera legislativa, não significa que eles (os eleitos), irão executar o que o eleitor pensa e necessita, significa tão somente, um cidadão que sai do meio do povo, para representar esse povo. As vezes, eles representam tão somente seus interesses, poucos, mas eles existem!

INTERESSES
A Câmara de Cascavel, possui 21 vereadores, e assim, os pensamentos são diferentes, mas todos, possuem um único objetivo, legislar em favor da população, caso contrário, não são parlamentares, mas sim, homens encostado no poder público.

CRÍTICAS
Oposição e situação travam embates na Câmara. Debates que vem de encontro com projetos de benefício a população, porém, não há como opinar se está certo ou errado, o que se pode analisar e dizer, é que nem todos veem o parlamento como um local para dirimir questões legais, muitos trabalham em prol da política administrativa, seja para o Executivo, ou empresários do município. As críticas de opiniões, nem sempre agradam, mas é assim, que é!

VOTAÇÃO
Divergências de opiniões vem travando debates nas redes sociais e na mídia. Opinião, cada um tem a sua, porém, elas devem ser respeitadas. As últimas votações na Câmara de Cascavel, mostra que nada se constrói sozinho, para tudo tem de existir grupos. assim sendo, para tudo existe dois lados. Quanto a votação dos vereadores, penso que certo ou errado, eles votam de acordo com sua competência e sabedoria, o resto, são conversas de bastidores do contra e do a favor!



16/04/2013 17h03

Vereadores aprovam emenda e projeto passa como eles articularam

Compartilhe


A sessão da Câmara de Vereadores desta tarde, foi marcada por mais uma situação "vergonhosa" O anteprojeto sobre a tabela de reservas técnicas de ruas para os novos loteamentos, sofreu interferência do Legislativo. Uma emenda assinada por 14 vereadores (conforme escrita abaixa), foi aprovada com 12 votos favoráveis (dois vereadores que subscreveram não estavam na sessão) e apenas 6 contrário.

DE 10.40 para 9.00 METROS
A emenda tirou do projeto original, os 10.40 mts de largura das ruas dos novos loteamentos, compreendendo 6 mts de pista de rolamento, e 4,40 de estacionamentos laterais, pra 9 metros, ficando assim, prejudicado a pista de rolamento.

DEBATES
Apesar de debates nervosos, o "ROLO COMPRESSOR" , argumentou e acabou por votar favorável a emenda, mesmo com discursos vazios, não convenceram, mais "venceram a etapa contra a oposição. O Executivo não se manifestou, apesar de o projeto ter sido elaborado pela Prefeitura.

COISAS ESTRANHAS
Para não falar nada sobre alguma situação estranha, o vereador Rui Capelão (PPS) ate que tentou, mas disse que não tinha provas, então era melhor se calar, já que os empresários interessados na redução da ruas dos novos loteamentos, não vão a Câmara, possui seus representantes lá dentro.

APROVADO
Depois da lambança, o projeto foi colocado em votação e aprovado por unanimidade dos votos. Brincadeira a parte, "VERGONHA" total!!!



16/04/2013 16h46

Ex-vereador Paulo Tonin, protocolou nesta tarde desfiliação do PP

Compartilhe


O ex-vereador Paulo Tonin, protocolou há pouco no Fórum eleitoral de Cascavel o pedido de desfiliação do Partido progressista (PP). Paulo Tonin disputou o último pleito eleitoral, recebendo 1.777 votos, foi o 10º candidato mais votado no municipio, porém não logrou êxito na sua reeleição, haja vista que o PP de Cascavel, não conseguiu legenda para eleger vereadores. Diante disto, o clima entre o ex-vereador com os dirigentes do partido, não ficou muito agradável, e assim, Tonin resolveu deixar a sigla, pois não vê futuro no PP da forma que está, informou ele a coluna nesta tarde.



16/04/2013 13h58

Prefeitura sofre pressão e "interlocutor" acerta 14 vereadores para ass

Compartilhe


O que parecia, não parece mais! O anteprojeto do Executivo sobre largura de ruas dos novos loteamentos, encaminhado a Câmara para votação, e, que teve aprovação por unanimidade na sessão de ontem (15), vai receber emenda hoje na 2ª votação.

INTERLOCUTOR
Informações não oficiais, dão conta que o Executivo, após receber "PRESSÃO" dos loteadores de Cascavel, enviou a Câmara o interlocutor para conversar com os vereadores da base, no entanto, conseguiu convencer mais dois da oposição, e assim, 14 vereadores assinaram a emenda, que dispõe sobre a diminuição das ruas secundárias para os novos loteamentos de, 10.40 metros do projeto original, para 9,00 metros da emenda.

14 VEREADORES
Assinaram a emenda depois da conversa do interlocutor do Paço com os vereadores: Paulo Bebber e Gugu Bueno do (PR), Romulo Quintino, Claudio Gaiteiro e Nei Haveroth (PSL), Marcos Rios, Luiz Frare e Aldonir Cabral (PDT), Pedro Martendal Araújo (PSDB), Jaime Vasata, Fernando Wuinter (PTN), Robertinho Magalhães (PMN) e os dois vereadores, até então da oposição, Walmir Servegnini e Ganso Sem Limite (PSD).

A PRESSÃO
A Secretaria da Câmara, ao receber a emenda no projeto do executivo sobre a largura das ruas dos novos loteamentos, encaminhou para a procuradoria jurídica para dar parecer, do mesmo modo, à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). Eis que o parecer Jurídico foi contrário, enquanto da CCJ, foi favorável. A pressão parece que funcionou neste quesito!

INVASÃO DE ESFERA
Para o departamento Jurídico, a emenda é uma invasão de esfera, pois compete ao poder Executivo local, estabelecer diretrizes sobre transito e transporte, além do crescimento do município. No caso, a Prefeitura elabora um projeto sobre o sistema viário, utilizando toda competência do corpo técnico, definindo padrões, aí vem os vereadores, sem nenhum estudo técnico e mudam o projeto sem análise técnica, por puro interesses pessoais , e dos loteadores . Enquanto isso, o POVO, fica a mercê dos representantes com indícios de mal intencionados.

LÍDER DA BASE
Para o vereador , Gugu Bueno (PR) - Líder da base-, a emenda não tem solicitação do Paço por escrito para diminuir a largura das ruas, somente conversas pessoais. Entretanto, o discurso é de que os novos loteamentos, com ruas largas, de 10.40 mts é um equívoco, pois as maiorias das ruas na área mais central da cidade, possui apenas sete metros. Gugu também informou este colunista, que a emenda só baixa ruas secundárias dos novos loteamentos, as vias primárias de fluxo de entrada e saída dos novos bairros e de fluxo do transporte coletivo desses novos loteamentos, será mantido o projeto da prefeitura, que é de 12,00 metros de largura de rua, que poderão virar binários no futuro.

DEBATES
Com tudo isso para acontecer na sessão de logo mais as 14:30 horas, os debates na tribuna da Câmara entre vereadores da base e oposição, será imperdível.....



16/04/2013 10h21

"Briga" interna entre oposição e situação, não resolve o problema da po

Compartilhe


Muito se discute no momento posição na Câmara de Vereadores de Cascavel. Um ouvinte e telespectador da Catve, me disse que o caso ora discutido é um equivoco: Se fala que enquanto ficam brigando presidente e o grupo de OPOSIÇÃO contra e SITUAÇÃO, o povo pena ou é esquecido. Diz ele: "a briga é justamente para defender o povo contra os PROBLEMAS da atual administração e de alguns vereadores. Saber o que acontece e esclarecer é importante, para ficar claro".

ESQUECIDO
Para ele, o povo não esta esquecido por alguns vereadores. Esta pelo prefeito e pela justiça.



16/04/2013 09h46

Projeto de ruas pode barrar em emendas hoje na Câmara de Cascavel

Compartilhe


O projeto de largura de ruas para os novos loteamentos, pode barrar em emendas hoje na Câmara de Vereadores de Cascavel na votação da segunda sessão.

POLÊMICO
O projeto polêmico para que as ruas do sistema viário do município para os novos loteamentos, aprovado ontem (15) por unanimidades dos votos, pode receber emendas hoje e ficar viável a sua aprovação, já que o Executivo Municipal, no projeto anterior havia vetado, pois a largura das ruas não contempla as necessidades dos projetos de ruas para os novos loteamentos, que alguns locais, chega a ser de 20 metros de largura de caixa, compreendendo rua, estacionamentos laterais e calçadas.

CONVERSAS
Há rumores nos corredores da Câmara de que as emendas ou a proposição de um grupo dentro do Legislativo, é chamar os loteadores - empreendedores -, para uma conversa tet-a-tet. Segundo os rumores, alguns vereadores, querem "ENTENDER" mais do projeto {risos}.

EMENDAS
Se caso, as emendes forem protocoladas, é sinal de que estes que colocarem as emendas, estão tentando, via indireta, uma aproximação com os loteadores e caso não fizerem "fumaça", retirarão as emendas e deixarão o projeto ser aprovado na integra. Caso haver debates sobre o projeto, defesa daqui e dali, será fácil perceber as intenções.

PREJUÍZO
Só o município de Cascavel é quem terá prejuízo caso o projeto de Ruas dos novos loteamentos receberem emendas, pois o Plano Viário da Cidade ficará afetado, pois, no futuro, não será possível mais alargar ruas e tão pouco, construção de binários em algumas ruas deste que hoje, não será tão movimentada, mais no futuro, com certeza problemas causarão.



15/04/2013 10h58

Mudanças no primeiro escalão da Câmara de Cascavel, poderá acontecer a

Compartilhe


Ainda que seja no campo das especulações, ou na forma do "tititi", mudanças no primeiro escalão da Câmara de Vereadores de Cascavel, deverão acontecer.

AJUSTES E ACORDOS
Na composição de uma eleição para Mesa Diretora, ajustes e acordos político administrativo são realizados. A formação da Mesa Diretora de Cascavel, não foi diferente.

INDICAÇÕES
No início da Legislatura, mesmo tendo como presidente um membro da oposição, no caso, Marcio Pacheco, tudo parecia ser maravilhas. Membros da Mesa e alguns vereadores, indicaram nomes para ocupar cargos de assessoria na parte administrativa da Câmara, tudo conforme manda o figurino.

O PODER
Mais o poder é algo maior que muitas coisas, e aí, a coisa vai mudando. O jogo começou e o que parecia uma união de oposição e situação, vem de desmanchando. A rejeição do requerimento do presidente (primeiro por sinal) Marcio Pacheco, solicitando informações ao Executivo e que o "rolo compressor" (12 vereadores) passou por cima e não aprovou, ascendeu o estopim.

O TROCO
As conversas nos bastidores, depois do acontecido é de que os cargos indicados para compor o acordo, entre vereadores da Mesa e outros tantos, poderá ser desfeito. Seria o troco ao time da base do executivo? Bem isto ainda não sabemos, mais é certo que alguns dos cargos da presidência e que tem nomeados assessores indicados por outros vereadores, vai haver mudanças.

NOMES DE PESO
Nomes de peso é cogitado e estudado para ser convidados, outros nomes serão remanejados dentro do Legislativo mesmo. Certo ou errado, a oposição se articula para compor uma assessoria técnica, capaz de derrubar qualquer interferência do Executivo ao Legislativo. É o corte da carne, para ainda manter o pão!



Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY