02/05/2013 16h42

"Rolo, Confusão e Coisarada" na Câmara de Cascavel

Compartilhe


A Câmara de Vereadores de Cascavel, continua rendendo comentários, debates e especulações! Tudo devido ao mau gerenciamento das legislaturas passadas. É só "rolo, Confusão e Coisarada"!

SALÁRIO DO PREFEITO, VICE E SECRETÁRIOS
A última confusão que está sendo debatida aos quatro cantos da Câmara é a aprovação do aumento do salário do prefeito, vice e secretários ocorrida no ano passado, com dispensa de interstício - não respeitado o intervalo de 24 horas de uma sessão ordinária para outra-, tem validade? Ou não?

ROLO A VISTA
Para alguns dos vereadores, a votação tem validade, pois seguiu o rito de plenário. Votaram no ano que antecede a gestão beneficiada. De outro lado, alguns entendem que não poderia ter ocorrido a dispensa de interstício quando na votação deste projeto.

"COISARADA"
assim, segue os debates nos bastidores da câmara. Tem ou não validade o aumento votado e aprovado no ano passado para o prefeito, vice e secretários? É um monte de "coisarada" acontecendo. Hoje o projeto do vereador Bocasanta pedindo a revogação da Lei que foi aprovada com dispensa de interstício no ano passado, que não constou também, o relatório de impacto financeiro para o exercício de 2013, foi retirado da CJRV (Comissão de Justiça, Redação e Veto) da Câmara.

RETIRADA
A retirada do projeto que estava na pauta para parecer da CJRV, foi devido a um parecer prévio do TCE (Tribunal de Contas do Estado) indicando o que poderá ser feito nesta situação. Segundo o bla-bla-bla de alguns, o parecer do TCE diz que poderá ser feito novo projeto de Lei, com relátorio do impacto financeiro da prefeitura para o orçamento de 2013 e se aprovado pelos vereadores, resoverá o problema.

OUTRO LADO
De outro lado, não será aplicado a Lei antiga, a Lei que vigorava para pagamento do prefeito, vice e secretários, conforme anteriormente de afirmavam. Será elaborado outro projeto e aprovado mesmo sendo no ano em que entra em vigor, não precisando assim, obedecer as normas da anterioridade.



02/05/2013 16h03

Prefeito Edgar Bueno (PDT) retorna as atividades dia 14

Compartilhe


Está pré-agendada para o dia 14 deste mês, as 14 horas, no terceiro piso do Paço Municipal a volta ao comando da prefeitura do prefeito licenciado Edgar Bueno.

DE ALTA
Após a cirurgia a que foi submentido o prefeito Edgar, para retirada de um "tumor" alojado no coração, o prefeito foi liberado pelo médico que realizou os procedimentos para voltar as atividades normais e assim, deverá ser feito dia 14, informações ainda não oficiais.

NEM TANTO
Apesar da liberação médica para voltar as atividades normais, o prefeito deve encontrar muitas dificuldades neste início de retomada. Serão cabos eleitorais buscando o "carguinho" prometido, secretarias para nomear secretários e os servidores esperando a "gratificação" para exercer cargo de confiança. Além de resolver os problemas que ora estão em discusão: A volta do atendimento de 8 horas nos postos de saúde e o aumento de salário dos servidores. Então, não serão atividades tão normais assim!



30/04/2013 17h08

Holerite do presidente da Câmara de Cascavel, Marcio Pacheco, é "zerado

Compartilhe


A coluna fotografou hoje pela manhã, na sala do presidente da Câmara Municipal de Cascavel, o holerite do mes de abril de 2013. Conforme a foto mostra, o valor recebido está "zerado". na discriminação consta - Renúncia de subsidio-. Então, de fato ele não recebe salário da Câmara de Vereadores, porém, é valido salientar que a promessa de campanha, está sendo realizada. Uma vez que a promessa seria não receber o salário de vereador.

DE ONDE VEM?
Por outro lado, é importante informar que o presidente não vive sem salário, a remuneração pelo trabalho prestado no Legislativo Cascavelense, são oriundos do salário da Polícia Federal, uma vez que ele é servidor da corporação. Para que não paire dúvidas, o municipio não paga o salário vereador Marcio Pacheco, seu salário é pago pelo governo federal, trocando em miúdos, a população é quem paga!

DOIS SALÁRIOS
Por outro lado, é salutar dizer que o vereador poderia receber salário nos dois órgãos, desde que um não interferisse no outro nos horários de sessões. Porem, como presidente, isto se tornaria impossível, teria de fazer opção, um ou outro salário. O certo mesmo é que ele está cumprindo a promessa de campanha, de abrir mão do salário da Câmara e receber tão somente da Polícia Federal.



30/04/2013 16h51

"Portas fechadas": Assim foi a primeira oitiva das testemunhas da "CPI

Compartilhe


A CPI das pedras, criada pela Câmara de Vereadores de Cascavel, para investigar a retirada das pedras da BR 163- trecho sem uso, após a inauguração do contorno Oeste -, para serem utilizadas no aeroporto do Municipio, realizou na manha desta terça-feira (30) a primeira oitiva para ouvir testemunhas.

"PORTAS FECHADAS"
Estranhamente, membros que compõe a CPI, não permitiram trabalhos da mídia durante os depoimentos das testemunhas., a portas fechadas, somente participavam dos depoimentos, os vereadores Cláudio Gaiteiro (PSL) presidente, Pauylo Porto (PCdoB), relator e Paulo Bebber (PR), membro e a testemunha que estava relacionada para ordem do dia na oitiva.

TESTEMUNHAS
Quatro testemunhas convocadas participaram da oitiva: Ivan Serafin Borges, Valdecir Silva, Agnaldo Carvalho e Dirceu Silva.

TÓPICOS
Segundo a coluna apurou, os quatro depoentes da CPI, declararam que a decisão da retirada das pedras da BR 163, partiu deles mesmos, não houve ordens de superiores para a retirada das pedras. Segundo a a puração, eles declaram que por haver na ocasião um atrativo de conversas com o DER e com a demora o órgão estadual em dar uma resposta, juntado com a necessidade urgente do uso das pedras para o término do aeroporto, foi tomada esta decisão pela frente de trabalho que na ocasião executavam as obras de pavimentação do aeroporto.

EXPLICAÇÕES
Para o presidente da CPI, vereador Claudio Gaiteiro, a sessão de oitivas de hoje, transcorreu normalmente. Segundo ele, o fechamento das portas, não dando acesso a imprensa acompanhar a sessão da oitiva, foi baseada no Código Penal Brasileiro, para que os membrtos da CPI não incorram em crime secundário, divulgando imagens e respostas das testemunhas do que ora estava sendo tratado.



30/04/2013 16h29

Dona Idalina Barreiros será homenageada dando o nome ao CETRAD de Casca

Compartilhe


Foi promulgada nesta tarde (30), no plenário da Câmara de Vereadores de Cascavel, a Lei que dá nome da ex-primeira dama do Município por duas ocasições, 1989/1992 e 1997/2000, Idalina Barreiros ao CETRAD (Centro de Tratamento de Dependentes de Álcool e Drogas) de Cascavel e Região.

FAMILIARES
Durante a promulgação da Lei que dará nome ao CETRAD de Idalina Barreiros, estavam presentes familiares da homenageada.

DISCURSO
O filho de Dona Idalina Barreiros, Salazar Barreiros Júnior, fez uso da palavra e, enalteceu a propositura do projeto e declarou que a familia Barreiros está muito grata pela homenagem. Para ele, "esta homenagem é gratificante, saber que o trabalho desenvolvido pela minha mãe nesta área de assistencia aos menos favorecido pela sociedade, está sendo reconhecido neste momento", e continuou: "Dona Idalina fez o que muitas primeiras damas de Cascavel, teriam de fazer, porém, não faz", finalizou.



30/04/2013 11h07

Servidores da Saúde de Cascavel, vencem "batalha" judicial

Compartilhe


Por unanimidade de votos, foi JULGADO IMPROCEDENTE à ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) - Lei Municipal que Reduziu jornada de trabalho dos servidores públicos lotados na Secretaria da Saúde de Cascavel.

ALEGAÇÃO DA PREFEITURA
A prefeitura alegou desrespeito aos princípios da vinculação aos termos do edital de chamamento do concurso e isonomia - INOCORRÊNCIA - Alteração legislativa de acordo com os ditames constitucionais e dirigido ao interesse público da coletividade. Tratamento desigual aos desiguais, profissionais que interagem de forma muito ativa com os usuários do serviço público. Alegou a prefeitura em sua Ação.

LEI MUNICIPAL
No inicio de 2009, a prefeitura de Cascavel entrou com uma ADIN junto ao Tribunal de Justiça do Paraná, para que pudesse cassar os direitos adquiridos pelos servidores da Saúde de Cascavel, através de Lei Municipal, criada na gestão Lísias tomé , 2005/2008, onde reduzia a jornada de trabalho de profissionais que atuam junto à saúde, de 40, para 30 horas semanais.

JULGAMENT0
A ADIN foi julgada IMPROCEDENTE pela corte por unanimidade de votos. Todos acompanharam o Relator, Desembargador Antonio Loyola Vieira, O julgamento foi presidido pelo Senhor Desembargador, Paulo Roberto Vasconcelos.



29/04/2013 17h19

Calmaria volta "reinar" na Câmara de Vereadores

Compartilhe


Pelo menos na primeira sessão da Câmara de Vereadores de Cascavel, após reuniões entre membros de Oposição e Situação - ocorrida na sexta-feira e sábado-, a PAZ parece que voltou a reinar.

VOTAÇÕES
Durante as votações dos projetos, eis que o debate entre os vereadores foram respeitosos, não havendo "bate-boca" e ainda para compensar e demonstrar que o importante é a população, os vereadores de oposição e situação fotaram em conjunto hoje.

PARECER CONTRÁRIO
Nem mesmo o parecer contrário da CJRV (Comissão de Justiça, Redação e Veto) no projeto do Executivo que pedia a revogação da Lei nº 6.120 de 13/12 de 2012, que dispõe sobre "A aposentadoria especial do servidor efetivo da saúde, do Poder Público Municipal de Cascavel, uma vez cumprida à carência exigida no art. 25, II, da Lei Federal nº 8.213, de 24 de julho de 1991, ao segurado que tiver trabalhado sujeito a condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física, durante 15 (quinze), 20 (vinte) ou 25 (vinte e cinco) anos". Fez com que, o parecer fosse derrubado pelos vereadores da Base do Governo.

ANÁLISE
Depois da votação em bloco na sessão de hoje da Câmara Municipal de Cascavel, quando Oposição e Situação votaram juntos, é provável que o DIÁLOGO que houve entre os "lideres" no final da semana passada, começou a render frutos, e assim, poderá continuar se os vereadores entenderem, que, representantes do povo (vereador), não são represenantes de governo. PAZ e HARMONIA. Até quando? Bem, aí já querem saber demais, não é, "e-leitor "? {risos}



26/04/2013 15h00

"Alunos fantasmas" em Colégio de Cascavel, são denunciados

Compartilhe


COLÉGIO ESTADUAL 14 DE NOVEMBRO
Chegou até este colunista, denúncia da existência de "alunos fantasmas" matriculados no colégio Estadual 14 de Novembro de Cascavel.

A DENÚNCIA
Segundo a denúncia, o colégio Estadual 14 de Novembro possui em sua lista de alunos matriculados, aproximadamente 50 alunos que sequer, frequentaram aulas.

APURAÇÃO DOS FATOS
A coluna há dias vem investigando tal situação, e na quinta-feira, o Nucleo Regional de Educação de Cascavel, através dde sua chefia, nos informou que de fato ocorreu denúncias em cima deste assunto, porém, adiantou que uma sindicância foi aberta para apurar tais fatos, e que, já terminou a sindicancia nesta semana.

RELATÓRIO
A chefia do NRE informou que o relatório sobre a sindicância para apurar possíveis irregularidades de "alunos fantasmas", já foi fechado no inicio da semana, mas que não poderá dar publicidade ao assunto, porque está sendo preparado o processo para dar encaminhamento a Secretaria de Estado da Educação, para que seja analisada e tomadas as providências cabíveis sobre o caso.

JULGAMENTO
Ochefe do Núcleo Regional de Cascavel, Vander Piaia, informou que após a Secretaria do Estado da Educação receber o processo da sindicância, julgara se cabe processo administrativo ou não, aos envolvidos no caso de fraudar a lista de alunos matriculados.

FUMAÇA
Mesmo a chefia do Núcleo não dando maiores informações sobre o resultado da sindicancia, a coluna apurou que aproximadamente 50 alunos estavam matriculados indevidamente no colégio 14 de Novembro. Sendo assim, a denúncia tem sentido, pois, com a "fraude" de "alunos fantasmas" na lista de matriculados no colégio, verbas oriundas da Secretaria do Estado da Educação foram aumentadas para o Colégio, uma vez que o número de alunos é utilizado para o cálculo de envio de verbas para suprir a demanda que esses "fantasmas" utilizariam da estrutura fisica e administrativa do Colégio.

BENEFÍCIOS
Sem entender muito, mas com informações, a coluna descobriu que com estes "alunos fantasmas" matriculados e na lista da Secretaria do Estado da Educação, o colégio recebeu mais verbas, como: MERENDA ESCOLAR, FUNDO ROTATIVO e PDDE ( Programa de Dinheiro Direto para Escola).

RESULTADO
Os envolvidos nas possíveis irregularidades, serão, talvez, indiciados no processo administrativo, quando caberá a eles, indicar onde foi parar, e no que foi aplicado tais recursos que vieram a mais para aplicação em alunos que sequer, frequentaram as aulas.



25/04/2013 12h04

Clima esquenta na Câmara de Vereadores de Cascavel

Compartilhe


Depois das declarações do presidente da Câmara de Cascavel, Marcio Pacheco (PPL), na sessão de segunda-feira, sobre corrupção. O clima entre os próprios vereadores já não é mais o mesmo de outrora. Até assessores como advogados e gerente de departamento estão sendo criticados pelos demais vereadores.

PACHECO DISSE:
No discurso na Tribuna da Câmara e na rede social, o presidente Pacheco fez esta declaração sobre a corrupção: ?crime maldito e hediondo que deve ser combatido com todas as forças?. E foi além: a corrupção existe em qualquer lugar e citou: ?um médico, um policial, um vereador, um jornalista, não sendo necessariamente um destinatário em específico?, finalizou.

REVOLTADOS
Como foi citado pelo presidente, vereador e jornalista, o clima está muito tenso. Comentários na rede social mostram o quanto afetou as categorias. O vereador Luiz Frare, fez uso da palavra na segunda-feira, e, desancou pra cima do procurador da Câmara e do gerente do departamento de Comunicação. Intitulando-os de serviçais da presidência tão somente, seja nos pareceres jurídicos, ou seja, nas matérias produzidas pela assessoria de comunicação.

REFLEXO
Depois do ?bafafá? feito, as discussões tornaram-se constantes em rodas de conversas e nos corredores do Legislativo. A população e internautas querem saber: Quem são ou é, o jornalista (s) e os vereadores ou vereador que recebe propina?

SAINDO PRO LIMPO
O gerente de Comunicação da Câmara, Jefferson Lobo, saiu da "toca" e fala abertamente nos corredores e logo mais na mídia que não mudará seu posicionamento a frente da Comunicação Social da Câmara. Disse em alto e bom som que: "Continuarei exercendo a função da mesma maneira, se algum vereador quiser mudar o sistema correto de fazer comunicação, que recorra à Justiça".

?BICHO FEIO?
A situação está se tornando insustentável, porém, a sujeira que por muito tempo este escondida, aos poucos vão sendo varridas para fora e a população se inteirando de como é um Legislativo, ou Câmara de Vereadores. O ?bicho é feio?, mas tem de haver debates para que, não continuemos no erro. Porém, seria importante, dar ?nomes aos bois?, quem recebe propina e quem paga! Aí ficaria bom demais! O resto, bem, o resto é conversa fiada!!!



24/04/2013 16h49

Câmara de Cascavel vive momento de "choque" entre dois grupos

Compartilhe


Depois dos últimos acontecimentos, em que o "palco" é a Câmara de Vereadores de Cascavel, o clima está muito tenso. Depois do discurso do vereador Luiz Frare (PDT) prolatado na Tribuna da Câmara Ontem (23), acusando o procurador da câmara de serviçal do presidente e, do gerente de Comunicação de prestar serviço de interesse também do presidente, as redes sociais ficaram agitadas com comentários e relatos.

NO COCHICHO
Hoje (24), vereadores e assessores passaram a maior parte do tempo na base do cochico, tudo sobre o acontecido ontem, foi debatido no maior sussurro entre os vereadores. Nada de "rabo de pavão". Resta saber até quando esta democracia enrustida de "respeito" entre oposição e situação vai perdurar.

FOGO AMIGO
Para alguns vereadores, o problema da Câmara de vereadores não é a discussão e o debate entre oposição e situação. Segundo os comentários, a pior situação dentro do legislativo é o "fogo amigo". Relatos de vereador que diz estar no grupo, porém, não demonstra isso quando o assunto não lhe é pertinente.



Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY