29/07/2013 15h36

Partidos "nanicos" de Cascavel, buscam formação de blocos para se suste

Compartilhe


Cerca de 100 lideranças políticas de Cascavel, dos quais, representantes de bairros, membros de partidos "nanicos" e políticos com cargos eletivos, participaram sábado de um encontro onde estiveram presentes. O deputado federal, Nelson Padovani (PSC), deputados estaduais, André Bueno (PDT), Adelino Ribeiro (PSL) e o prefeito Edgar Bueno (PDT).

FINALIDADE
A finalidade do encontro, foi estratégia para que, os partidos considerados "nanicos" em Cascavel, não sofram prejuízos caso o projeto da Reforma Política seja aprovado de não mais haver coligações nas eleições proporcionais.

"NANICOS"
Estão na estratégia os partidos: PMN, PSL, PTN, PTC. Segundo o "mentor" deste projeto de formação de grupos de partidos, Luiz Carlos Marcon, a estratégia é buscar no seio da população, nomes que possam se filiar em um desses partidos, para reforçar a sigla e também ser capaz de não precisar de coligações para disputar eleições.

NO MOMENTO
No momento, partidos "nanicos" não conseguem formar uma legenda para disputar "solo" uma cadeira da Câmara de Vereadores. Precisam se coligar para completar a lista de candidatos. Neste caso do projeto, Marcon assegura que cada líder escolherá a sigla que queira se filiar, assim, todas elas, terão nomes suficientes de completar uma lista de candidatos para disputar eleições.



29/07/2013 15h05

DEM de Cascavel busca nomes capazes de disputar cadeiras na Assembleia

Compartilhe


Mesmo sendo conversas de bastidores da política nativa é certo de que o presidente da Câmara, Márcio Pacheco (PPL), vem trabalhando a possibilidade de formar um grupo forte para ter chances de galgar voos mais altos em 2014, ou então, preparar terreno para 2016, rumo à prefeitura de Cascavel. O fato é que conversas com o presidente do DEM/Cascavel, Valdomiro Cantini, foram feitas a cerca de 10 dias, entretanto, ainda são possibilidades de Pacheco figurar no DEM.

OUTROS NOMES
Além de Otto Reis, Juarez Berté, Sérgio Terres, Paulo Tonin, agora Márcio Pacheco...o DEM também poderá se reforçar com nomes das antigas do "PFL" como Lindonez Rizotto e Alceu Magrin. Seria o DEM se reforçando na busca de membros de outras siglas que não tiveram aproveitamento nesses partidos.



29/07/2013 14h30

PP de Cascavel dá uma oxigenada e Hélio Laurindo é guindado a presidênc

Compartilhe


NOVO PRESIDENTE
O PP de Cascavel já tem o novo presidente da executiva provisória. Depois de muitos anos sendo capitaneada pela família Barreiros, o PP (Partido Progressista) filiou e deu o mando da sigla cascavelense ao empresário Hélio Laurindo. Nos bastidores políticos de Cascavel, Laurindo é tido como nome certo na busca por uma cadeira da Assembleia Legislativa ou da Câmara dos deputados no próximo ano.

ALMOÇO COM O PRESIDENTE
Após reuniões com lideranças políticas de várias siglas, o presidente da Câmara de Cascavel, Marcio Pacheco (PPL), acompanhado do advogado da Câmara, Doutor Michel Aron Platchek, almoçaram na semana passada com Hélio Laurindo. O assunto foi as eleições do próximo ano. Pacheco busca estar em um grupo que possa disponibilizar ações para que ele venha a disputar a eleição de deputado. O PP poderá ser este partido? Bem, o presidente Marcio Pacheco, é quem poderá responder...



26/07/2013 12h15

Ex-secretário da Prefeitura de Cascavel, poderá ser nomeado nas próxima

Compartilhe


Celeiro
Foz do Iguaçu parece mesmo ser um "celeiro" para ex-ocupantes de cargos da Prefeitura de Cascavel. Depois de 2005, que o então ex-prefeito Edgar Bueno, foi exercer o cargo de secretário de Indústria e Comércio naquele Município, parece que construiu história. Passado oito anos do fato, eis que agora, mais um ex-ocupante de cargos de ponta da prefeitura de Cascavel, prestará serviço na Prefeitura de Foz do Iguaçu.

Quem é?
Rumores vindos da capital do Estado, mais precisamente da Secretaria de Desenvolvimento, dão conta de que o ex-secretário de Finanças de Cascavel na gestão Lísias Tomé, o advogado Cláudio Stábile, será o secretário de uma grande secretaria em Foz do Iguaçu. Segundo a fonte, o convite para que Stábile exerça um cargo na Prefeitura de Foz, partiu de uma conversa entre o Prefeito, Reni Pereira (PSB) e o deputado federal e secretário de estado, Ratinho Júnior (PSC). O resto é conversa fiada!!!



25/07/2013 14h57

Que caminho vai trilhar o deputado estadual André Bueno (PDT)

Compartilhe


No momento o que mais intriga nas análises políticas de Cascavel e do Paraná, é para que lado vai o deputado André Bueno (PDT, visando sua candidatura a Assembleia Legislativa para o próximo ano).

SERÁ QUE FICA?
Rumores dão conta de que o deputado, filho do prefeito de Cascavel, Edgar Bueno, tem compromisso com o governador Beto Richa do PSDB, e assim, há "barulho" de que a cúpula estadual do PDT, poderá não dar legenda para a candidatura de André. Neste contexto, André será que fica no PDT?




25/07/2013 14h40

Secretária de Assistência Social de Cascavel, pode buscar cadeira de de

Compartilhe


PV É O CAMINHO
A secretária de Assistência Social do Município de Cascavel, Inês de Paula, ensaia junto a cúpula estadual do Partido Verde (PV), tomar para si a sigla e comandá-la no Oeste do Paraná.

RUMORES
Segundo fontes da Capital do Estado, Inês de Paula, que já foi candidata a deputada estadual pelo PV em 2006, tem estreita ligação com a deputada federal do PV paranaense, Rosane Ferreira, e assim, poderá ser bem apadrinhada no intento de ser a presidente do PV em Cascavel e coordenadora na Região Oeste. Sem falar na possibilidade de ser o nome para disputar uma cadeira da Assembleia Legislativa do Paraná, no próximo ano.



24/07/2013 15h25

Câmara de Cascavel seria diferente com novas regras

Compartilhe


Total de votos válidos em 2012: 159.111 votos válidos
Legenda para eleger um vereador: 7.576

Em Cascavel, 28 partidos participaram da eleição proporcional de 2012. Alguns na coligação serviram como "burro de carga", coligaram com partido maior para que este pudesse abrigar maior número de candidatos.

Explico:
O partido sozinho teria direito há lançar 1,5 vezes o número de vagas (31), quando há coligações, multiplica-se o número de vagas por duas para disputar a eleição proporcional, ou seja, altera para (42 vagas). No Caso, PRTB e PTdoB se coligaram com o PTB. Estes dois partidos fizeram 7 e 12 votos respectivamente. Então... serviu somente como "burro de carga". Existem outros também, conforme abaixo discriminados.

ANÁLISE I
Hoje a Câmara de Vereadores de Cascavel conta com 21 cadeiras, dessas 13 partidos são representados. São Eles: PSL 3 vereadores - PDT 3 vereadores - PSD 3 vereadores - PTN 2 vereadores - PR 2 vereadores - PSC 2 vereadores - PT 1 vereador - PSDB 1 vereador - PMN 1 vereador - PPS 1 vereador (Vaga do PTC Mario Seibert, afastado temporariamente) - PPL 1 vereador e PCdoB 1 vereador.

ANÁLISE II
Veja a votação por partidos:
PSL 20.140 votos
PDT 17.689
PSD 13.972
PTN 13.309
PT 12.081
PR 11.591
PSC 9.884
PMN 9.387
PSDB 8.143
PTB 7.241
PMDB 6.499
PP 5.159
PPS 4.306
PTC 3.682
PSB 3.625
PPL 3.280
DEM 3.012
PCdoB 1.937
PV 1.672
PSDC 1.094
PRB 430
PHS 403
PCB 256
PSTU 222
PRP 48
PSOL 30
PTdoB 12
PRTB 07

REFORMA POLÍTICA
O estudo para reforma política na Câmara Federal tem um item em que há uma grande maioria a favor, é o do fim das coligações nas eleições proporcionais( vereador e deputados). Se isto tivesse acontecido em 2012, a composição da Câmara de Cascavel, teria uma nova formação;

ESTARIAM FORA
Paulo Porto do PCdoB, Marcio Pacheco do PPL e Rui Capelão do PPS.

SERIAM VEREADORES
Hélio Nethson do PSL, Professor Paulino do PT e Sadi Kisiel do PMN.

BASE MAIS FORTE
Se tivesse ocorrido a reforma politica antes do pleito de 2012, e com a votação de cada partido, o famoso "rolo compressor da base", teriam 14 vereadores, (2/3), e não somente 12 como no momento.

PROBLEMAS FUTUROS
Baseado nas eleições de 2012, e, se o projeto da reforma política, vingar para 2016, é bom que os vereadores opositores CONTUNDENTES da atual administração cascavelense, coloquem as barbas de molho. Por quê? Porque os votos do PPS (4.306) do PPL (3.280) e PCdoB (1.937), não elegem nem presidente de algumas Associações de Moradores de Cascavel.

FIM DOS DONOS
Qualquer partido a partir de 2016, deverá ter muitos filiados, para nas convenções, ter candidatos suficientes para fazer a Legenda. Se aprovado o projeto da reforma política, os "caciques" terão que ir à campo, para conquistar lideranças comunitárias para seus partidos, ou então, migrar para um partido maior e fazer votos para se eleger, não fazer como dantes, quando usavam os "burros de carga" para se elegerem.

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR
Quem é o dono do PDT. Você sabe?
Quem é o dono do PMDB. Você sabe?
Quem é o dono do PSC. Você sabe?
Quem é o dono do PSD. Você sabe?
Se você sabe, não seja ingênuo de entrar em um partido como esses.



23/07/2013 17h16

Vereadores de Cascavel, devem visitar UPAs de surpresa

Compartilhe


Mesmo estando aprovada a CPI para investigar o atendimento da Saúde em Cascavel, os vereadores de oposição, se reuniram hoje (23) para de "surpresa" visitar e in-loco, verificar como andas o atendimento e o funcionamento (servidores) nas UPAs.



23/07/2013 16h39

PSD de Cascavel vive momento de conflito interno

Compartilhe


O PSD, partido considerado de ponta, na esfera Nacional e Estadual, em Cascavel vive momento de conflito interno entre os membros. Alguns não sabem que rumo tomar, ora estão com o Governo Federal, ora com o Estadual. O Municipal é uma incógnita, pois existem possibilidades de estarem juntos e ao mesmo tempo, separados.

CONFLITO
Rumores dão conta de que o conflito interno pode atrapalhar na escolha dos candidatos a deputado estadual e federal. Segundo os rumores que chegaram a coluna, alguns membros do PSD cascavelense discordam de algumas filiações e também indicações antecipadas de quem vai ser os candidatos.

DEBANDADA
Alguns membros chegaram a comentar com este colunista que se tiver de engolir algumas candidaturas que não sejam indicações do grupo, poderá haver debandada de filiados.



22/07/2013 16h18

"Farra" com dinheiro público continua em Cascavel

Compartilhe


Muda-se os mandatários, mas os desperdícios com o erário continuam! A prefeitura começa nomear seus gerentes e diretores, na maioria, vindos de indicações de vereadores da base. O que não causa estranheza, já que na tal de política administrativa, isto é normal acontecer. É assim no governo Municipal, Estadual e Federal. Mais é o correto isso?

CÂMARA DE VEREADORES
Este é outro poder que, vira e mexe, é pauta e manchetes na mídia! Divulgado no portal da Transparência da Câmara Municipal de Cascavel, a relação de cargos de assessores de livre nomeação, é assustador. 106 cargos estão nomeados na Câmara, destes, 84 são assessores parlamentares, os demais, nomeados na administração da Câmara. 54 cargos são de concurso e 22 são vereadores, apesar de um a mais, o presidente da Câmara não recebe subsídios do Legislativo cascavelense, e sim, da Polícia Federal, já que é servidor da corporação.

SEM MUDANÇAS
Quando no inicio do ano, parecia que tudo ia mudar, os cargos de "cabide" para cabos eleitorais, parecia que iria diminuir, mas, não é o que parece. Apesar da Câmara ter assinado um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) no ano passado, em que a equiparação de cargos nomeados com o de concurso seria igualados, isto não acontece. Pois, 106 cargos nomeados contra 54 de concurso, não houve equiparação, e o TAC, não foi respeitado pelo Legislativo. Isto é desobediência ou não para com a Promotoria Pública? Já que um Termo de Ajuste foi elaborado entre Câmara e Promotoria do Patrimônio Público de Cascavel no ano passado?



Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY