23/09/2013 15h50

"Gazela saltitante no cio": definição do vereador Paulo Bebber à um apr

Compartilhe


O vereador de Cascavel, Paulo Bebber (PR) usou a Tribuna da Câmara hoje após a sessão para relatar sobre o processo que vinha respondendo desde a legislatura passada, quando foi afastado de suas funções pela Promotoria Pública naquela Legislatura, por ter "arquivado" pedido de criação da CPI da Propina contra membros do Executivo Municipal.

O PROCESSO
O processo que tramitava na Justiça por prevaricação, quando na ocasião, Bebber assumiu a presidência da Câmara, sendo ele 1º vice-presidente, já que o presidente titular, Marcos Damaceno, julgou-se impedido de acatar o pedido de criação da CPI, por ter grau de parentesco com o prefeito da época. Paulo Bebber assumiu a presidência e "arquivou" o pedido. A Justiça pediu o afastamento dos dois vereadores e determinou a criação da CPI da Propina, o que só foi fechada no apagar das luzes da legislatura passada.

CRÍTICAS
Enquanto o processo tramitava no Poder Judiciário, Paulo Bebber, mesmo nesta legislatura, vinha sofrendo críticas de alguns profissionais da mídia e de alguns veículos de comunicação sobre o feito da legislatura passada. Mesmo que na sentença prolatada - (é o parecer do Juiz, baseado na lei e no seu auto-convencimento, sobre determinado assunto, dando ganho ou perda total ou parcial do que foi pedido. Ou seja, é a decisão final daquele juízo) - na ocasião, a Justiça ter sentenciado seu afastamento mais sem ônus no subsídio de vereador enquanto estivesse afastado das funções.

DISPOSITIVO
No dia 19 de setembro de 2013, o Juiz de Direito, Rosaldo Elias Pacagnan julgou improcedente a denúncia e absolveu os "réus" Marcos Damaceno e Paulo Bebber baseado no art 386, III, do código de Processo Penal.

DESABAFO
Hoje (23), Paulo Bebber, munido da sentença, usou a Tribuna da Câmara e fez um desabafo sobre as críticas que sofreu de alguns órgãos de imprensa e de alguns profissionais da comunicação. Elogiou aqueles que trataram o fato como material jornalístico, porém, foi na "guela" daqueles que o condenaram ou criticaram, antes mesmo do processo ter sido julgado.

"GAZELA SALTITANTE NO CIO"
Com esta frase, o vereador Paulo Bebber encerrou seu pronunciamento na Tribuna da Câmara. "Tem um apresentador da TV Tarobá, que mais parece uma Gazela saltitante no cio". Falando sobre as críticas sofridas sobre o assunto do afastamento. Também isentou a jornalista do Jornal Hoje, Laís Laíny, e depositou tais críticas sofridas, ao proprietário do Jornal, deputado Alfredo Kaefer.


23/09/2013 14h06

Sessão "relâmpago" hoje na Câmara de Vereadores de Cascavel

Compartilhe


A sessão ordinária hoje (23) na Câmara de Vereadores foi mais curta do que "coice de porco". Três projetos estavam na pauta de discussão: O primeiro sobre o Plano Plurianual (PPA), de autoria do Executivo Municipal. O segundo também de autoria do Executivo, solicita autorização para contratar operação de crédito junto a agência de fomento do Paraná S.A. e o terceiro, Moção que tinha como mote, expressar repúdio à Fundação Nacional do Índio (FUNAI) de autoria da maioria dos vereadores, e que foi retirado de pauta.

"Mijada"
A retirada pode ter sido em função da "mijada" que os vereadores levaram do promotor de Justiça na sexta-feira, quando aconteceu a audiência Pública na Câmara em que a discussão foi sobre os Indígenas. Do resto, nada de novo, somente o desabafo do vereador Paulo Bebber (PR) na tribuna da Câmara, sobre a denúncia de seu afastamento na Legislatura passada e que foi julgada improcedente em 19 de setembro de 2013 pelo Juiz, Rosaldo Elias Pacagnan.


20/09/2013 16h46

Alvaro Dias e Edson Casagrande estarão presentes na filiação de Otto Re

Compartilhe


Chegando o fim do prazo para filiações partidárias à quem deseja disputar um cargo eletivo na eleição do próximo ano, o DEM de Cascavel tem agendada para amanhã, sábado (21), evento Municipal e Regional para novas filiações. O Senador Alvaro Dias estará presente no evento. Os rumores são fortes de que Alvaro deverá engrossar as fileiras do DEM no Estado do Paraná.

NOVO DEM
O atual presidente do DEM/Cascavel e membro da Executiva Estadual do Partido, Valdomiro Cantini , encaminhará ao Diretório Estadual, os nomes dos que irão compor a lista da nova Executiva Provisória da Sigla. São eles: Presidente - Otto Reis. Vice-presidente - Bruno Aoki. Secretário - Adani Triches e Tesoureiro - Vanderlei Campos.

NOMES
O DEM buscou para engrossar as fileiras do partido, lideranças e personalidades como: o ex-vereador e atualmente diretor Legislativo da Câmara de Cascavel, Otto Reis, chefe Regional da SEAB, Eder Eduardo Bublitz. O ex-comunista, médico e assessor Jurídico do HUOP/Cascavel, Jorge Tranin. Assessor de assuntos estratégicos da Unioeste, Claudio Mioranzza. O advogado Adani Triches. O coordenador Regional de governo, Sergio Terres, que aguarda apenas a liberação do governador Beto Richa para confirmar sua filiação. Edison Leismann, diretor do HUOP/Cascavel. A expectativa está no nome do ex-presidente da Câmara por duas oportunidades e ex-secretário de Esportes do Município, Juarez Berté, que ainda não deu a resposta. Também a rumores de que um membro do alto escalão jurídico do Município, deverá assinar sua filiação até dia 07/10.


20/09/2013 13h27

Rolo, Confusão e Coisarada nas emendas do PPA na Câmara de Cascavel

Compartilhe


PPA na Câmara
A chegada do PPA (Plano Plurianual) na Câmara de Vereadores vem gerando a maior confusão entre os técnicos e vereadores. De um lado a elaboração de emendas por parte dos vereadores tentando colocar ações para a prefeitura executar nos anos de 2014 à 2017. Do outro os técnicos, a falta de conhecimento de como elaborar as emendas.

151 emendas
Das emendas protocoladas, o corpo jurídico da Câmara deu parecer favoráveis na sua maioria, ou seja, cerca de 120 emendas. Porém as emendas de pareceres contrários, foram devolvidas aos proponentes para elaboração de sub-emendas nas emendas. {kkkk}. Parece a festa do crioulo doido. Ninguém se entende.

CJRV e Comissão de Finanças
A Comissão de Justiça e Finanças da Câmara em conjunto votaram as emendas, mesmo com possíveis irregularidades, acompanhando os pareceres da Procuradoria da Câmara. Alegaram os membros das duas comissões, que as emendas e as sub-emendas das emendas {risos} estando certas ou erradas, serão submetidas a Plenário para votação, uma vez que o Plenário é soberano.

Preocupação
A preocupação de alguns vereadores é de que se aprovadas as emendas mesmo de forma possivelmente irregulares, o prefeito irá vetar. O abacaxi sobrará para os próprios vereadores descascar. Pois, resta aos vereadores derrubar o VETO ou manter o veto do prefeito.

Se derrubar o veto
Se derrubar o Veto, os vereadores poderão cometer uma irregularidade, pois as emendas elaboradas se somadas os valores das ações indicadas ano a ano, ultrapassará o valor do orçamento do município. E ai, como ficará? Indicar ações para a prefeitura realizar com valores acima da previsão de arrecadação dentro do ano vigente.

Se mantiver o veto
Se mantiver o veto, então perguntamos: Para que serve o PPA? Ou melhor: Para que serve todo o alvoroço em elaborar emendas no PPA, se quem define tudo é o Executivo? O PPA seria então uma peça de ficção, ou uma peça orçamentária para definir ações e programas política administrativa?


18/09/2013 15h48

Mais de 85% das 151 emendas do PPA, poderão receber parecer contrário d

Compartilhe


Amanhã (19) em sessão extraordinária, a Comissão de Economia, Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de Cascavel, vai se reunir para deliberar sobre as 151 emendas protocoladas pelos 21 vereadores que apresentaram propostas ao PPA (Plano Plurianual) referente ao exercício 2014/2017, do Município de Cascavel.

Dúvidas
Resta saber se as 151 emendas apresentadas, quantas receberão parecer favoráveis da Comissão de Finanças que tem os vereadores, Cláudio Gaiteiro (PSL) como presidente, Luiz Frare (PDT) como relator e Walmir Sevirgnini (PSD) como membro.

Requisitos
As emendas para serem aprovadas, terão de atender os requisitos básicos dos aspectos técnicos, orçamentais e funcionais que regem as matérias, tais como: Valores de ano à ano - de onde tira os recursos e valores e locais onde serão aplicados ano à ano dentro do PPA.

Apoio Técnico
Segundo informações extraoficiais, este ano o PPA bateu recorde de emendas apresentadas, porém, a quantidade não significa que serão todas aprovadas. É importante salientar que os vereadores precisam do "APOIO TÉCNICO" dos servidores que fazem parte do quadro de funcionários, orientar e até ajudar na elaboração das emendas, para que possam ser aprovadas dentro dos requisitos básicos e regimentais da Legislação vigente.

Corpo Técnico
A Câmara de Vereadores de Cascavel, possui um Diretor Legislativo, um Técnico Legislativo que é quem deve elaborar as emendas e uma "banca" de cinco advogados para orientar e dar pareceres nos atos dos vereadores dentro do Legislativo. Como projetos, resoluções e emendas.

Falta de informações
Com todo este aparato de Técnicos e advogados na Câmara de Vereadores, o que não poderá acontecer amanhã na sessão extraordinária, são as emendas receberem pareceres contrários da Comissão, por elaboração irregular na redação ou por falta de informações importantes. Aonde será aplicado com valores relacionados e de onde sairá os recursos.

151 emendas
Das 151 emendas protocoladas, a que este colunista teve acesso, mais de 85% estão irregulares. O que não podemos admitir amanhã depois da sessão, serão explicações de que o corpo técnico da Câmara não tinha conhecimento de como redigir uma emenda orçamentária. Porque mês a mês, estes mesmos técnicos, recebem "gordos" salários para prestar serviços aos vereadores e a população como um todo.

Só amanhã, só amanhã...
Como não podemos "elucubrar" e muito menos falar "inverdades", só amanhã teremos uma resposta se tudo na Câmara de Vereadores de Cascavel está sendo realizado como é o "discurso". Ou se estes assessores nomeados para as funções técnicas pelo presidente, não possui conhecimento capaz de elaborar uma emenda orçamentária de acordo com a Constituição.


18/09/2013 14h15

Juiz do TJ do Paraná mantém liminar que suspende lei que criou cargos c

Compartilhe


Há pouco, o Juiz do TJ (Tribunal de Justiça do Estado do Paraná) julgou procedente e manteve a liminar da Juíza de Cascavel que suspendeu a Lei que adequou os 265 cargos de nomeações, gratificações e aumento dos salários dos servidores do Município de Cascavel, aprovada pela Câmara de Vereadores.

Suspensão

Com este ato do Juiz do Tribunal de Justiça, a Prefeitura de Cascavel continua sem ter Lei para nomeações e gratificações dos servidores. Também está mantida a suspensão do aumento do salário dos Servidores de carreira.


17/09/2013 13h24

Aeroporto de Cascavel pode parar suas atividades por falta de "Bombeiro

Compartilhe


O anteprojeto de Lei n° 184/2013 do Poder Executivo Municipal de Cascavel que altera a redação do art. 18 e do Anexo V da Lei Municipal n° 3.800, de 31/03/2004 - Plano de Cargos, Vencimentos e Carreiras do Servidor Público Municipal que estava na pauta para receber parecer da CJRV (Comissão de Justiça, Redação e Veto) da Câmara hoje pela manhã, foi pedido vistas para uma melhor análise da Procuradoria da Câmara.

ADIAMENTO
O projeto chegou a ser debatido entre os membros da CJRV, porém, o adiamento para a próxima sessão da CJRV, foi necessário por entender os membros que o projeto do Executivo está em contrariedade com a Resolução da ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil e com a Lei de nº 11.901/2009 que legisla sobre o cargo do Bombeiro Civil.

A LEI DO EXECUTIVO
O Anteprojeto de Lei n° 184/2013, encaminhado pelo Executivo Municipal de Cascavel, prevê uma gratificação de R$ 700 (setecentos Reais) aos servidores - Guardas Patrimoniais - que irão prestar serviços de Bombeiro aeródromo no aeroporto de Cascavel. Todavia, o projeto do Executivo dispõe sobre a carga horária de 24 horas a disposição, o que contraria o concurso do guarda patrimonial que é de 12 horas de trabalho por 36 de descanso.

CETTRANS
Ainda rege no dispositivo do anteprojeto que os Guardas Patrimoniais que fizeram o curso de Bombeiro aeródromo, serão transferidos e lotados no quadro de funcionários da CETTRANS (Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito - Cascavel/Paraná).

FECHAMENTO DO AEROPORTO
O SISMUVEL (Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos do Município de Cascavel) através de seu presidente, Ricieri D Estefani Junior, declarou que poderá haver uma paralisação de três dias dos 35 guardas patrimoniais que compõe o quadro de Bombeiros aeródromo de Cascavel. Caso o anteprojeto, não seja revisto pelo Executivo e enviado a Câmara um novo projeto com uma redação que não prejudique os servidores. Neste caso, o fechamento do aeroporto será inevitável.

NOVO CARGO
A CJRV da Câmara também detectou que o cargo de Bombeiro Aeródromo não está regulamentado por lei em Cascavel, necessitando assim, de um projeto do Executivo para criação do cargo e posteriormente abertura de concurso público para Bombeiro Civil de aeródromo. Atendendo assim as exigências da ANAC e da Legislação vigente de Bombeiro Civil Aeródromo.


16/09/2013 16h52

Motoristas dos Ônibus Coletivos pararam nos terminais 40 minutos em pro

Compartilhe


O projeto de Lei do vereador Rui Capelão (PPS) que proíbe a atribuição de funções de cobrança de passagens dos motoristas de Ônibus Coletivo (micrão), exercendo a dupla função, no município de Cascavel, foi retirado da pauta de votação hoje (16) a pedido do autor.

Explicações
Segundo o vereador Rui Capelão, a retirada do projeto servirá para que seja feita algumas adequações e posteriormente voltará ao plenário para que seja colocado em votação.

Assim que o projeto foi retirado da pauta, os Ônibus coletivos ficaram por 40 minutos parados nos terminais de transbordo da cidade. Além da aglomeração de pessoas, houve também congestionamentos de Ônibus nos terminais. Passado os 40 minutos, o Coletivo voltou a rodar normalmente pelas ruas de Cascavel.


16/09/2013 16h51

Construção de Postos de combustíveis em Cascavel, volta a gerar polêmic

Compartilhe


A Câmara de Vereadores de Cascavel, aprovou hoje (16) em primeira votação o projeto de Lei Nº 125/2013 de autoria do vereador Nei Haveroth (PSL) que altera a Lei Municipal nº 2.582/96 que dispõe sobre o código de obras do município de Cascavel.

O Projeto
O projeto proíbe a construção de postos de combustíveis próximos a escolas, Templos, Supermercados dentre outros locais de aglomerações de pessoas. De outro lado, o projeto também proíbe que seja construído próximo (200 metros) a postos de combustíveis, empresas, escolas, templos dentre outras que tenham aglomerações de pessoas.

Votos
O projeto recebeu dois votos contrários. Vereadores Paulo Bebber (PR) e Jorge Menegatti (PSC). 17 votos foram a favoráveis: Aldonir Cabral (PDT), Gugu Bueno (PR), Pedro Mardental (PSDB), Luiz Frare (PDT), Fernando Winter (PTN), Jaime Vasatta (PTN), Robertinho Magalhães (PMN), Nei Haveroth (PSL), Marcos Rios (PDT), Walmir Servegnini (PSD), Rui Capelão (PPS), Paulo Porto (PCdoB), Jorge Bocasanta (PT), Vanderlei do Conselho (PSC), João Paulo (PSD) e Ganso sem limite (PSD).

Viaduto
O vereador Jorge Menegatti (PSC), defendeu seu voto contrário alegando que este projeto se aprovado, termina com as expectativas de o Trevo Cataratas receber verbas para construção do viaduto. Segundo Menegatti, existem dois postos de Combustíveis há menos de 200 metros de distância do trevo, o que inviabilizaria o projeto da construção do viaduto no Trevo Cataratas. Ou esta será mais uma Lei que será revogada no futuro.


13/09/2013 17h02

Presidente da Câmara de Cascavel comete GAFE no envio de oficio ao coor

Compartilhe


No começo desta legislatura, o presidente da Câmara de Cascavel, Márcio Pacheco (PPL), ao receber um ofício da Secretaria de Assuntos Jurídicos da Prefeitura de Cascavel, endereçado a Presidência, mas com o nome do destinatário do ex-presidente, Marcos Sotille Damaceno, satirizou o oficio em plenário. Colocou que o prefeito havia remetido o oficio imaginando que ainda era o sobrinho dele quem presidia a Câmara. Tudo por que Damaceno é de fato, sobrinho do prefeito e foi presidente da Câmara na Legislatura passada. Naquele momento satirizou um erro cometido pelo Executivo Municipal, por desatenção de quem redigiu o ofício.

A GAFE
Passado alguns meses daquela sátira, eis que na sexta-feira da semana passada (conforme foto), por falta de conhecimento ou por um erro grosseiro, da mesma forma que o Executivo cometeu na ocasião da sátira, o presidente enviou um ofício ao PROCON de Cascavel (conforme foto), endereçado ao coordenador a ex-coordenadora do órgão, Kátia Rejane Sturmer, que deixou de ser coordenadora do PROCON em 21/12/2012.

SATIRIZANDO
Como a Prefeitura foi satirizada naquela ocasião, por ter enviado um ofício com o nome do ex-presidente e não o do atual, a coluna alerta ao presidente que o jargão popular para se dar o troco, não perdoa! "Nada como um dia após o outro para o troco ser dado". A coluna informa ao presidente Pacheco que o nome do coordenador do PROCON no momento, é Welton de Farias Fogaça, secretário Jurídico da Prefeitura e coordenador do PROCON, com cargo acumulado. Com isso, perguntamos: E agora presidente? Como será a sátira?


Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY