23/10/2013 16h36

Polícia Civil cumpre mandado na casa de assessor de vereador de Cascave

Compartilhe


Na manhã desta quarta-feira (23), a Polícia Civil de Cascavel, cumpriu mandado de busca de documentos na residência do Assessor Parlamentar do Vereador Ganso Sem Limite (PSD), Armando Macanhão. Segundo as informações do próprio Macanhão, Policiais com o mandado em mãos, adentraram a residência a procura de documentos que pudessem comprovar denúncias de possíveis irregularidades que ora são mote na linha de investigação quanto a facilitação de atestados médicos e receituário de medicamentos, dentre outros.

DENÚNCIA
Armando Macanhão disse a este colunista há pouco, que tudo não passou de uma investigação de denúncia a sua pessoa. ?Vasculharam tudo e nada encontraram, até porque não faço nada de errado, encontraram apenas documentos do cotidiano que estavam no meu carro, que são materiais do trabalho que presto a comunidade?, declarou o Assessor.

LIBERADO
Após ser recolhido os materiais encontrado na investigação, o Assessor Parlamentar, Armando Macanhão foi conduzido até a 15ª SDP, onde foi ouvido e liberado em seguida.


22/10/2013 17h23

Câmara de Cascavel aprova projeto de adequação dos 255 cargos de livre

Compartilhe


A Câmara de Vereadores de Cascavel, aprovou em sessão ordinária desta tarde, projeto do Executivo Municipal que dispõe sobre adequação de 255 cargos em comissão.

EMENDAS
Uma emenda colocada ontem que obriga o Executivo Municipal reservar e nomear 20% dos cargos comissionados, foi aprovada na primeira votação. Hoje, mais uma emenda foi colocada no projeto, desta vez de autoria do vereador Rui Capelão (PPS).

REJEITADA
A emenda que solicita ao Executivo preencher as vagas e cargos em comissão, reservados ao quadro de funcionários efetivos (20%), deverão ser preenchidos, preferencialmente por cargos de agentes políticos e cargos em comissão da administração direta ou indireta, respeitando a proporcionalidade por áreas de atuação e de faixa salarial. Foi rejeitada EMENDA.

APROVADO
O projeto do Executivo foi aprovado com 17 votos favoráveis e três contrários.

FAVORÁVEIS
Adonir Cabral (PDT), Wanderlei do Conselho (PSC), Fernando Winter (PTN), João Paulo (PSD), Jaime Vasatta (PTN), Ganso Sem Limite (PSD), Marcos Rios (Solidariedade), Paulo Bebber (PR), Romulo Quintino (PSL), Gugu Bueno (PR), Luiz Frare (PDT), Robertinho Magalhães (PMN), Claudio Gaiteiro (PSL), Pedro Martendal (PSDB), Walmir Severgnini (PROS), Nei Haveroth (PSL), Jorge Bocasanta (PT).

CONTRÁRIOS
Vereadores Jorge Menegatti (PSC), Rui Capelão (PPS), e Paulo Porto (PCdoB)


22/10/2013 16h43

Parte das "lingüiças" comida por "GATT-inho", é deixada em gôndola para

Compartilhe


Uma leitora do portal Catve.tv, indignada com o que presenciou hoje ao ir até um supermercado da Região Norte de Cascavel, clicou algumas fotos e enviou a este meio de comunicação para que a fiscalização da Vigilância Sanitária do Município comece a agir. A consumidora relata que ao fazer compras no mercado que fica no Jardim Brasília, depois de comprar carne, foi até a seção de "frios" onde se deparou com a cena (foto). "Fiquei indignada com que avistei. Chamei o gerente e perguntei: Vocês não têm controle dos bichos que entram no mercado?" Segundo ela, o questionou se era cachorro ou rato. Enquanto ela aguardava uma resposta, o colaborador do supermercado em questão, foi até a gôndola verificar e voltou com a resposta. "Bem, tem um "GATT-inho" que entrava toda noite no mercado, deve ser ele"! Daí a consumidora voltou a questionar: "o GATT-inho entra a noite e os clientes compram de dia?".


22/10/2013 14h04

Ex-senadora Marina Silva já está em Cascavel

Compartilhe


A ex-senadora Marina Silva chegou neste momento (22) no aeroporto municipal de Cascavel. A noite ela profere palestra na FAG (Faculdade Assis Gurgacz). Na recepção no aeroporto, Marina Silva (PSB) foi recepcionada por lideranças do partido em Cascavel, Edson Queiroz, Rafael Brugnerotto, e também a imprensa cascavelense.


21/10/2013 11h14

Aprovação da adequação dos 255 cargos de nomeações custará cerca de R$

Compartilhe


Começou neste momento a primeira votação do projeto do Executivo Municipal de Cascavel que dispõe sobre a adequação dos 255 cargos em comissão.

CUSTO
Planilha anexada ao projeto do Executivo relacionando quantidade, função e valores a serem pagos para cada servidor nomeado, chega ao valor total nos 255 cargos, caso seja nomeado
todos os cargos constante no projeto, cerca de R$ 1.350 milhão por mês.

DEFESA
O líder do governo na Câmara Gugu Bueno (PR) defendeu o projeto alegando que este projeto trata de competência exclusiva do Executivo e que a aprovação, dará continuidade ao cumprimento dos trabalhos do executivo.

"FDP"
O vereador ameaçado no início da sessão, Jorge Bocasanta (PT), utilizou a tribuna há pouco, e em seu discurso, disse que o servidor público deveria respeitar o cargo que exerce, não vir em uma sessão legislativa, intimidar vereador. Tão pouco deferir xingamentos contra os parlamentares que legislam nesta Casa. Bocasanta voltou a falar sobre as ameaças do servidor "Henrricão" pelo ato que praticou, ao tentar intimidá-lo e ao xingar de "filho da puta".

EM PRIMEIRA VOTAÇÃO
O projeto de adequação dos 255 cargos foi aprovado em 1ª votação por 18 votos favoráveis e dois contrários. O projeto recebeu uma emenda que obriga o Executivo nomear 20% dos cargos comissionados com servidores de carreira.


FAVORÁVEIS
Adonir Cabral (PDT), Wanderlei do Conselho (PSC), Rui Capelão (PPS), Fernando Winter (PTN), João Paulo (PSD), Jaime Vasatta (PTN), Ganso Sem Limite (PSD), Marcos Rios (Solidariedade), Paulo Bebber (PR), Romulo Quintino (PSL), Gugu Bueno (PR), Luiz Frare (PDT), Robertinho Magalhães (PMN), Claudio Gaiteiro (PSL), Pedro Martendal (PSDB), Walmir Severgnini (PROS), Nei Haveroth (PSL), Jorge Bocasanta (PT).

CONTRÁRIOS
Vereadores Jorge Menegatti (PSC) e Paulo Porto (PCdoB)


21/10/2013 09h51

Sessão da Câmara inicia e vereador representa contra servidor por ameaç

Compartilhe


Ao iniciar a sessão da Câmara de Vereadores de Cascavel para votar o projeto de nº 200 que dispõe sobre adequação dos 255 cargos de nomeações do executivo municipal, já acontece a primeira confusão.

AMEAÇA
O vereador Jorge Bocasanta (PT), solicitou ao presidente a retirada do servidor ""Henrricão" que o ameaçou. Segundo o vereador, o servidor o ameaçou dizendo que: "se votar contra o projeto, eu vou te pegar". Diante do fato, o presidente interferiu convocando a polícia Militar para assegurar a normalidade da votação e solicitou ao vereador se desejaria representar contra o servidor "Henrricao".

REPRESENTAÇÃO
O vereador Jorge Bocasanta, alegou que havia sido ameaçado em plenário e que vai representar contra o cidadão e servidor assim que a polícia militar chega a Câmara para garantir a segurança.

PINOTE
O servidor ao ser retirado do plenário e antes da Polícia Militar chegar ao local, deu o "Pinote", ou seja, saiu da Câmara Municipal e até o momento não há como o vereador representar contra o servidor.


21/10/2013 09h00

Plenária da Câmara de Cascavel lotada para votação do projeto de adequa

Compartilhe


A expectativa para aprovação do projeto para adequação dos 255 cargos em comissão do Executivo de Cascavel nesta manhã, na sessão ordinária da Câmara de Cascavel, além de "casa" cheia", há rumores de debates acalorados entre situação e oposição durante a votação.

PRESSÃO
Como em outras votações do mesmo assunto, a plenária da Câmara está lotada de servidores já nomeados e aqueles que aguardam a aprovação do projeto para serem nomeados em funções comissionadas (nomeações). A pressão para que os vereadores aprovem o projeto original do executivo é grande.

BASE
Os vereadores da Base trabalham nos bastidores na articulação para que os vereadores de oposição também votem junto, já que a lei aprovada anteriormente, foi suspensa através de liminar.

SECRETÁRIOS
Até o momento, é possível ver mais de 10 secretários presentes na sessão.


17/10/2013 17h09

Vereadores do PSL de Cascavel revoltados com o presidente estadual do p

Compartilhe


Os vereadores do PSL de Cascavel, Claudio Gaiteiro e Nei Haveroth estão "chateados" ou "revoltados" com a atitude do presidente estadual do partido, deputado estadual Adelino Ribeiro.

QUASE UM MÊS
Dentro da oxigenação que os partidos políticos de Cascavel acabaram executando visando as eleições do próximo ano, o PSL de Cascavel não ficou atrás. No final do mês passado, o ex-presidente da sigla no município, Helio Nethson passou o bastão para o também vereador em Cascavel, Rômulo Quintino. O fato é que parece que os demais vereadores e membros da sigla, não ficaram sabendo de tal mudança.

CONHECIMENTO
Nesta tarde, os vereadores Claudio Gaiteiro e Nei Haveroth tomaram conhecimento de que o PSL de Cascavel é presidido pelo vereador Rômulo Quintino. A notícia colocou os dois vereadores em saia justa, já que não sabiam da medida tomada há quase um mês pelo deputado Adelino e vereador Rômulo, tão pouco pelo ex-presidente Helio Nethson.

REVOLTADOS
Ambos demonstraram descontentamento com a atitude do deputado e parece que vão marcar uma conversa ao pé de orelha com Adelino, Rômulo e Nethson. A revolta ficou clara! Porém, os dois vereadores "esquecidos" quando na mudança da presidência, não quiseram falar do assunto, antes de ouvir o presidente estadual da sigla. Final de semana promete para o PSL cascavelense.


17/10/2013 16h56

Câmara aprova projeto de alteração no regime Jurídico dos servidores co

Compartilhe


Os vereadores de Cascavel aprovaram nesta tarde (17) em segunda votação na sessão extraordinária, o Projeto de Lei nº 202/2013, que dispõe sobre alterações no regime jurídico único dos servidores públicos municipal da administração direta e indireta de Cascavel.

UNANIMIDADE
Por unanimidade de votos dos vereadores presentes, (18 VOTOS), o projeto foi aprovado sem emendas. Estiveram ausentes na sessão de hoje os vereadores Gugu Bueno (PR) e Vanderlei do Conselho (PSC).

APROVADOS
Durante esta semana já foram aprovados dois projetos do Executivo Municipal. Na segunda e terça-feira foram aprovados o projeto de Nº 201/2013 que dispões sobre as gratificações dos servidores concursados que exercem funções designadas de chefia. Ontem (16) e hoje (17) foi aprovado o projeto nº 202/2013.


16/10/2013 15h28

Pagamento da Prefeitura ao IPMC com terrenos, pode virar "caso de políc

Compartilhe


A CJRV (Comissão de Justiça, Redação e Veto) da Câmara Municipal de Cascavel, se reuniu há pouco em sessão extraordinária para dar parecer ao anteprojeto do Executivo Municipal de nº 196/2013 que "autoriza o poder Executivo a promover mediante dação em pagamento com bens imóveis de propriedade do Município de Cascavel, a amortização do déficit Técnico Atuarial (custo suplementar)ao IPMC (Instituto de Previdência do Município de Cascavel), do exercício de 2012 e 2013 junto ao Regime próprio de Previdência Social - RPPS de Cascavel".

EMENDA MODIFICATIVA
Se não bastasse todo o imbróglio que o anteprojeto já causou sobre o assunto, os vereadores da base, Luiz Frare (PDT) e Claudio Gaiteiro (PSL) colocaram uma emenda ao anteprojeto.

MODIFICA o art. 5º que passa a ter a seguinte Redação:
"Art. 5º - Os imóveis objetos desta Lei ficam desafetados da condição de uso especial, passando a classificarem-se com bens dominicais, retirando a denominação de UTILIDADE PÚBLICA daqueles que se encontram nesta qualidade".

PARECER DO ANTEPROJETO
O parecer da procuradoria da Câmara no anteprojeto 196/2013 foi contrário.

PARECER DA EMENDA
A emenda aguarda ainda o voto do vereador Vanderlei do Conselho (PSC) para ser aprovada ou não, já que os vereador Pedro Martendal (PSDB) votou favorável e o vereador João Paulo (PSD) votou contra a emenda, assim ocorreu um empate, aguardando agora o voto do vereador Vanderlei que não se fez presente a sessão.

CONSTITUIÇÃO FEDERAL
O anteprojeto e a emenda modificativa, gera conflito especifico quando se tira áreas de utilidade pública para pagamento de déficit do poder executivo municipal. Fere a Lei constitucional que trata do "Estudo de Impacto de Vizinhança" nos art. 36 e 37 e seus parágrafos e no art. 38.

PLANO DIRETOR
O anteprojeto e a emenda ferem ainda os dispositivos da lei do Plano Diretor nos art. 39 - 40 - e seus incisos e parágrafos. O 4º inciso do art. 40 em seu parágrafo I diz: que é necessário a promoção de audiências públicas e debates com participação da população e de associações representativas dos vários segmentos da comunidade.

GESTÃO DEMOCRÁTICA DA CIDADE
Para terminar, o anteprojeto e a emenda, ferem ainda o Estatuto das Cidades, no seu Art. 43 com seus parágrafos.

ENTENDA O CASO
A prefeitura tira terrenos de utilidade pública dos loteamentos que fora feito quando nas aprovações do Plano Diretor e expansão urbana para edificações de postos de saúde, praças, igrejas, escolas, Cmeis e, paga conta ao IPMC com estes terrenos e áreas. Ou seja, a comunidade que espera a infraestrutura ficará sem. Lesando assim, a Lei do Plano Diretor e do Estatuto das Cidades.

NA JUSTIÇA
Depois da aberração do anteprojeto e da emenda e com o impasse até o momento na emenda já tem advogados preparados para quando o projeto ir a plenário para aprovação, entrar na Justiça para defender os direitos dos servidores e também da comunidade que será lesada com a retirada da área de Utilidade Pública do bairro, vila, loteamento ou jardim.

POLÍCIA
Os mais afoitos chegaram a comentar com este colunista, que este anteprojeto e a emenda colocada "é caso de polícia", tamanha a insensatez dos gestores e dos vereadores que deram pareceres favoráveis ao anteprojeto e a emenda.


Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY