12/12/2013 21h30

Veja na íntegra o acórdão dos embargos de afastamento do prefeito e vic

Compartilhe


A coluna teve acesso há pouco ao acórdão do TRE-PR, que cassa, afasta o prefeito Edgar Bueno e o vice Maurício Quirino Theodoro e pede para que o juízo da 68ª Zona Eleitoral de Cascavel de posse imediata a José Rodrigues Lemos e Walter Parcianello como novos prefeito e vice do município de Cascavel.

VEJA NA ÍNTEGRA

12/12/2013 14h31

Poderá ser o último Gabinete Aberto da administração do prefeito Edgar

Compartilhe


Ao participar do programa Bate Rebate da Catve ontem (11), o prefeito Edgar Bueno (PDT), afastado do cargo pelo TRE do Paraná, mas que ainda continua prefeito porque não foi publicado o Acórdão do Tribunal, e cabe a ele ainda buscar uma cautelar para continuar no cargo até que um recurso especial e pedido de liminar para continuar prefeito seja impetrado no TSE, declarou aos telespectadores que nesta sexta-feira, voltará atender a população com o "Gabinete Aberto".

DESPEDIDA
Para Edgar Bueno, este poderá ser o último "Gabinete Aberto" que fará nesta primeira fase de seu afastamento. Segundo ele, se não conseguir manter-se no cargo com a cautelar do TRE e a liminar do TSE, ficará afastado, assim sendo, o programa da administração de Gabinete aberto poderá ser o último.


11/12/2013 19h06

Acórdão de afastamento prefeito de Cascavel sai às zero hora de sexta-f

Compartilhe


O Tribunal Regional Eleitoral divulgou no Diário Oficial eletrônico do órgão que o acórdão de cassação, afastamento do prefeito Edgar Bueno e indicação do segundo colocado da eleição do ano passado Professor Lemos será publicado às zero hora do dia 13/12/2013.

Sexta-feira 13

Nesse sentido a sexta-feira 13 será um dia de muita expectativa, correira e discussões de bastidores e rodas de conversas para debater o assunto do momento na cidade. Ou seja, o dia em que Cascavel poderá ter novos direcionamentos políticos ou não! Aguardaremos...


11/12/2013 14h55

Pedido de cautelar ao TRE/PR é motivo de expectativa no comando da Pref

Compartilhe


Depois do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná ter por unanimidade mantida a cassação e afastado o prefeito e vice-prefeito de Cascavel, indicando para o posto o segundo colocado da eleição do ano passado, professor Lemos e Walter Parcianello, a expectativa no município é sobre o pedido de cautelar junto ao TRE. Expectativa esta que gera debates em rodas de conversas feitas nos bastidores políticos, empresariais, estudantis e até mesmo daqueles que dizem não ser a favor da política partidária, porém, entra na mesma situação de querer entender e saber quem será o nosso gestor a partir da publicação do Acórdão do afastamento e indicação de novo prefeito e vice de Cascavel.

PRESIDENTE PREFEITO
Muito se discute a posse de professor Lemos na prefeitura de Cascavel, todavia é importante mencionar que assim que o TRE publicar o Acórdão o prefeito será afastado imediatamente, se não conseguir a cautelar para se manter no cargo, dentro do prazo a que ele tem direito após a publicação, o prefeito de Cascavel será o presidente da Câmara Marcio Pacheco.

Porque Pacheco?
Explico: após a publicação do Acórdão, culminado com a Lei Orgânica Municipal, na vacância do cargo de prefeito e vice-prefeito, assumirá imediatamente o presidente do legislativo, neste sentido, quando publicado, e não concedido a liminar para Edgar e Mauricio se manterem no cargo, a Juíza Eleitoral da Comarca de Cascavel, ao receber a notificação do TRE para afastar o prefeito e o vice do cargo, e, ela notificar os indicados pelo Tribunal para assumirem a Prefeitura, o presidente Márcio Pacheco passará o comando da Presidência da Câmara para 1º vice, Luiz Frare, atravessará a rua, e tomará posse como prefeito de Cascavel, - mediante a Lei Orgânica Municipal-, até que o novo prefeito renuncie a cadeira de deputado estadual, seja diplomado e empossado no cargo.


10/12/2013 17h44

TRE/PR mantém cassação de Edgar e Maurício e indica Professor Lemos e W

Compartilhe


Acabou neste momento o julgamento dos embargos de declaração do prefeito Edgar Bueno e Maurício Theodoro de Cascavel, e os embargos infringentes do candidato derrotado, professor Lemos e Walter Parcianello, para que o TRE indicasse quem assumiria o posto de prefeito no município de Cascavel.

UNANIMIDADE
O TRE aprovou por unanimidade de votos o recurso de embargos de declaração do prefeito Edgar Bueno e do vice Maurício Theodoro, com 6 votos a favor do afastamento imediato dos dois e indicou o segundo colocado da eleição 2012, professor Lemos (PT) e Walter Parcianello (PMDB) para assumirem a prefeitura de Cascavel. Pelo visto amanhã (11) já teremos possibilidades de Cascavel ter novo prefeito e vice.

RECURSO
Vale lembrar que a história da prefeitura de Cascavel não termina por aqui. Cabe ainda ao prefeito afastado solicitar junto ao TRE do Paraná medida cautelar para continuar no cargo até que o recurso especial seja impetrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Brasília. De antemão, se negados os provimentos da cautelar no Paraná que poderá sair ainda hoje (10), cabe ao prefeito e ao vice Theodoro lutar no TSE para voltar aos cargos majoritários do município de Cascavel.


10/12/2013 17h32

TRE começa a votar cassação de Edgar Bueno e indica Lemos para assumir

Compartilhe


Neste momento já possui três votos computados pela corte do TRE, em que os três mantém a cassação do prefeito Edgar Bueno e do vice Maurício Theodoro. Pedem o afastamento imediato dos dois e indica Lemos e Walter Parcianello para assumir a Prefeitura de Cascavel, segundo colocados na eleição de 2012.


10/12/2013 15h20

Daqui a pouco notícias sobre os embargos de declaração da cassação de E

Compartilhe


Daqui a pouco tudo sobre a votação da corte do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná sobre a apreciação dos Embargos de Declaração do prefeito Edgar Bueno e do vice Maurício Theodoro, quanto a cassação do mandato de ambos. O prefeito acompanha no plenário do TRE juntamente com o advogado a votação da corte.

Logo mais outros detalhes aqui no portal catve.tv


09/12/2013 14h05

Julgamento do Vereador cascavelense, Walmir Severgnini (PROS) está na p

Compartilhe


O Vereador de Cascavel, Walmir Severgnini, eleito pelo PSD mais que mudou de sigla em outubro deste ano, deixando assim o PSD e migrando para o PROS, partido este que o vereador exerce a função de vice-presidente, teve o mandato pedido pelo ex-partido que alega infidelidade parfidária.

ENTENDIMENTO
Segundo entendimento do vereador e de alguns analistas políticos e do direito político, dificilmente Severgnini perderá o mandato. Segundo os entendidos do direito, a Legislação permite a mudança de sigla quando o partido que o acolhe, seja um partido recém criado (novo).


ABSOLVIDO
Walmir Severgnini do PROS foi absolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na tarde de ontem (9). Foram seis votos a zero o que mantém o legislador no cargo. O suplente Rafael Brugnerotto acusava Walmir de crime eleitoral durante o pleito em 2013, de acordo com a denúncia, Walmir seria inelegível por ter atuado como delegado em um colégio eleitoral fazendo boca de urna. Os advogados de Brugnerotto disseram que vão recorrer da decisão. Agora Severgnini se defende de acusações de infidelidade partidária por ter mudado de partido, ele deixou o PSD em outubro e agora o partido requer a vaga.


09/12/2013 13h53

Vereador Bocasanta "chama" Claudio Gaiteiro de "burro" durante discussã

Compartilhe


O projeto de nº. 97/2013 do vereador cascavelense Jorge Bocasanta (PT) que dispõe das condições de acessibilidade de mobiliário escolar inclusivo e equipamentos adequados para estudantes com deficiência física na Rede Municipal de Ensino de Cascavel, recebeu parecer contrário da Comissão de Economia, Finanças e Orçamento.

"BURRO"
Ao ser apreciado o parecer pelos demais vereadores, e, no uso da palavra para defender o projeto, o vereador Bocasanta "chamou" o presidente da Comissão, vereador Claudio Gaiteiro (PSL) de "burro". Uma vez que tais serviços - segundo a defesa dos vereadores da base do executivo-, já é contemplado pelo município. Todavia, alegaram os membros da Comissão de Finanças, que o projeto é inconstitucional, porque demanda da dotação orçamentária.

PARECER DERRUBADO
O debate do parecer contrário perdurou por mais de uma hora. Entretanto, foi derrubado na premissa de que se o município já executa tal serviço, então não seria necessário o parecer contrário, e nem de dotação orçamentária, se existe os serviços, é porque tem dotação, alegou alguns dos vereadores.

ADVERTIDO EM PLENÁRIO
De todo modo, o presidente Márcio Pacheco (PPL), advertiu o vereador Jorge Bocasanta em Plenário por ter usado o adjetivo "burro" ao colega Claudio Gaiteiro. Pacheco se utilizou do Regimento Interno em seu art. 63, combinado com o art. 18 em seu parágrafo III para fazer a advertência em plenário. Para o presidente, ao "chamar" Gaiteiro de "Burro", feriu a dignidade do vereador.


09/12/2013 13h36

Cascavel amanheceu na expectativa do TRE/PR, votar hoje os "Embargos de

Compartilhe


Durante a sessão da Câmara de Vereadores de Cascavel, hoje (09) pela manhã, os comentários entre os vereadores e pessoas que lá estiveram eram um só: o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná julga hoje ou não os "Embargos de Declaração" do prefeito Edgar Bueno e do vice Mauricio Theodoro.

PROTELANDO
Há dias o Tribunal Eleitoral vem protelando o julgamento dos Embargos, entretanto, surgiu um "passarinho" na Câmara hoje, comentando que ao abrir a sessão do TRE e na leitura da pauta do dia, um dos membros da Corte irá pedir a inclusão do processo de "Embargos de Declaração" para que seja apreciado nesta data.

EXPECTATIVA
Bastou surgir esses comentários para que a sessão e discussões em plenário ficassem sem efeito, uma vez que todo mundo queria saber se "julga ou não" hoje. Todavia, o "passarinho" não deu maiores esclarecimentos, deixando todos na expectativa.


Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY