27/01/2014 17h15

Contas dos indicados para serem prefeito e vice de Cascavel são desapro

Compartilhe


Se não bastassem as confusões em Cascavel de mudança de prefeito, mais um pepino para ser descascado junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Paraná. As contas de campanha do candidato a prefeito Professor Lemos e do vice Walter Parcianello foram desaprovadas. O TRE confirmou a decisão de primeira instância que já havia sido concluída. Ou seja, Lemos e Walter tiveram as contas de campanha desaprovadas. A publicação deverá sair até quinta-feira (30) e cabe recurso no TSE.


27/01/2014 15h27

Marcio Pacheco novo prefeito de Cascavel assume às 17h

Compartilhe


Informação nos corredores da Câmara de Vereadores de Cascavel dão conta que: Marcio Pacheco passa a presidência do legislativo cascavelense ao vice-presidente da Câmara, Luiz Frare (PDT), que chegou agora a tarde a cidade.

EXONERAÇÕES
De antemão Marcio Pacheco deverá exonerar ao assumir a cadeira de prefeito 3 secretários, que diretamente trabalham com as finanças do município. São eles: secretário de Obras, Maurício Theodoro, secretário de Assuntos Jurídicos, Welton Fogaça, secretário de Finanças, Suzana Gasparovic e o secretário de Administração, Alisson Ramos da Luz. Tudo porque a partir da hora que ele tomar posse como prefeito responderá pelos atos de todos os secretários.

CARGOS SECUNDÁRIOS
Há previsão também que o prefeito interino Marcio Pacheco irá a partir de então exonerar os demais cargos de confiança do então prefeito Edgar Bueno. Neste contexto assessores diretos do prefeito deverão anoitecer no cargo e amanhecer fora dele. Tudo caso o prefeito afastado não consiga a liminar com a medida cautelar durante este período.

NOMEAÇÃO
Cogita-se a nomeação após assumir a prefeitura de Cascavel do vice-prefeito Walter Parcianello para acompanhar a administração de Marcio Pacheco. Questão coerente até aos olhos dos tribunais, haja vista que se Marcio for mantido no cargo de prefeito até que o TSE defina a situação é prudente o acompanhamento de um dos membros da coligação que poderá assumir a prefeitura de Cascavel, no caso professor Lemos (PT) e Walter Parcianello (PMDB).

AÇÃO CAUTELAR
A Secretaria da Presidência do TSE recebeu em data de hoje 27/01, às 15h13 o recurso da coligação de Edgar Bueno, e hoje ainda poderemos ter um desfecho da ação cautelar direto de Brasília.


27/01/2014 13h50

Presidente da Câmara, Márcio Pacheco assume prefeitura de Cascavel

Compartilhe


Depois de idas e vindas, especulação daqui e dali, finalmente a Justiça Eleitoral de Cascavel declinou indicação do presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Pacheco, para assumir a Prefeitura de Cascavel. O prefeito Edgar Bueno e o vice Maurício Theodoro, afastados de suas funções pelo TRE/PR ainda no ano passado, se mantinham no cargo através de liminar concedida pelo próprio Tribunal. Entretanto na semana passada esta liminar foi revogada e o processo encaminhado ao TSE em Brasília.

MEDIDA CAUTELAR
O prefeito Edgar e o vice Maurício Theodoro impetraram junto ao TSE na última sexta-feira medida cautelar para se manter no cargo até que julgue o mérito do processo julgado pelo TRE/PR. De antemão afirmamos que na última sexta-feira o juiz da 68ª Zona Eleitoral convocou Marcio Pacheco e o procurador da Câmara e já deixou pré-aviso de que isto que acabou de acontecer poderia ter sido feito já no início desta segunda-feira.

Mais notícias logo mais aqui nessa coluna e também no programa EPC na Rádio Catve FM 91,7 e no Giro de Notícias.


27/01/2014 13h25

Ainda nada de fumaça: Nem branca nem preta na chaminé da Prefeitura de

Compartilhe


Está mais difícil de saber quem será o prefeito de Cascavel, do que eleição de "Papa" no Vaticano. Hoje (27) tudo pode acontecer.

FUMAÇA BRANCA
Se a "fumaça branca" sair no TSE - o Ministro do Tribunal apreciar a medida Cautelar e conceder Liminar, Edgar Bueno e Mauricio Theodoro se manterão no cargo até que o mérito seja julgado.

FUMAÇA PRETA
Se a "fumaça preta" sair no TSE - o Ministro do Tribunal apreciar, mas não dar à Liminar, Edgar Bueno e Mauricio Theodoro serão afastados dos cargos até que seja julgado o mérito do processo que cassou o prefeito e o vice de Cascavel.

ACÓRDÃO
O Acórdão do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná indicou o substituto de Edgar. O segundo colocado da Eleição, Professor Lemos e Walter. Todavia, o jogo de vai e não vai está complicado, então, não será surpresa nenhuma se o Juiz Eleitoral de Cascavel, empossar nas próximas horas, o presidente da Câmara de Cascavel, Marcio Pacheco (PPL) para o posto de prefeito.

ÚLTIMA HORA
Os advogados do indicado pelo TRE-PR para assumir o cargo de Prefeito, estão neste momento se dirigindo ao Fórum Eleitoral de Cascavel para serem intimados de algo. Tudo indica que o Juiz notificará os advogados e conduzirá o presidente da Câmara para a cadeira de Prefeito de Cascavel. Daqui a pouco mais notícias sobre o assunto. "Habemus Sindico", ou seja, Teremos Prefeito hoje?


26/01/2014 10h20

Protocolado medida cautelar de efeito suspensivo no TSE as 17:30 horas

Compartilhe


Veja


24/01/2014 18h15

Despacho do Juiz de Cascavel aos advogados de Edgar em 21/01/2014

Compartilhe


Publicação do despacho do Juiz da Comarca de Cascavel no dia 21/01/2014.


24/01/2014 18h14

Carta resposta da Justiça Eleitoral de Cascavel não condiz com a realid

Compartilhe


Juiz da Comarca de Cascavel responde aos advogados de Professor Lemos e Walter Parcianelo que a medida cautelar para que Edgar Bueno se mantivesse no cargo já havia sido protocolada ontem (23), conforme podem verificar a data no rodapé da carta resposta.


24/01/2014 16h32

Nada será mudado no comando da Prefeitura de Cascavel, enquanto o TSE n

Compartilhe


A coluna publicou ontem que Cascavel amanheceu sem prefeito, e continuo afirmando isso, baseado na revogação da liminar do TRE-PR na sentença do recurso de admissibilidade publicado pelo órgão em 23/01, porém em primeira mão na íntegra aqui na coluna em 21/01.

48 HORAS
O juiz da Comarca de Cascavel, concedeu 48 horas para que Edgar Bueno e Maurício Theodoro pudessem recorrer ao TSE com pedido de liminar para se manterem nos cargos, conforme indica a sentença do TRE-PR.

BASTIDORES
Nos bastidores de Brasília/DF, os rumores são de que o recurso do pedido de liminar será protocolado hoje no TSE, porém, a análise do pedido só será feita na segunda ou terça-feira pelo Ministro do Tribunal. O presidente do TRE-PR considerou que: ?o recurso especial atende os pressupostos para sua admissibilidade porquanto se evidencia plausível a alegação de violação ao dispositivo legal?.

CONTRADIÇÕES
Ele destaca em especial a violação do artigo 275 do código eleitoral. A violação é que o Acórdão do TRE não examinou as contradições, omissões e obscuridades nos embargos de declaração. O desembargador Rogério Coelho afirma que é verdadeira a alegação de ofensa do artigo 275 do código eleitoral.

FINAL DA TARDE
Aqui em Cascavel, a defesa de Edgar Bueno deverá entregar ao juiz substituto no final desta tarde de sexta-feira as informações solicitadas. Para tanto, estas informações serão analisadas a partir de segunda-feira. Tempo coincidente com o pedido de liminar em Brasília. Esta coincidência fará que a decisão daqui só seja tomada após a decisão do Ministro Marco Aurélio de Melo.


24/01/2014 16h01

Juiz da Comarca de Cascavel dá 48 horas de sobrevida a prefeito e vice

Compartilhe


Cascavel vive momentos de incertezas. A cassação do prefeito Edgar Bueno (PDT) e do vice, Mauricio Theodoro (PSDB), ocorrida no ano passado, ainda rende discussões e processos tramitando nas esferas eleitorais. Durante a semana, o TRE-PR publicou a sentença de (recurso de admissibilidade) impetrada pelos cassados, e nela, a liminar que mantinha Edgar Bueno e Mauricio Theodoro nos cargos, foi revogada. Porém, o Juiz da Comarca de Cascavel, concedeu 48 horas para que os cassados protocolassem junto ao TSE recurso com pedido de liminar.

PEDIDO DE ADMISSIBILIDADE
A sentença prolatada pelo Desembargador presidente do TRE-PR, Rogério Coelho, encaminha o assunto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Para alguns analistas e profissionais do Direito Eleitoral, ao acatar o recurso de admissibilidade - fator muito forte para o Ministro do TSE analisar - a situação dos cassados, Edgar Bueno e Mauricio Theodoro e dos prováveis entrantes na administração pública de Cascavel, Professor Lemos (PT) e Walter Parcianello (PMDB). Estes indicados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná para assumirem os cargos, continua sendo um Ovo de Colombo.

OVO DE COLOMBO
... é uma expressão popular que significa que algo muito difícil de se realizar, parece muito fácil, depois de concretizado. É aí que o "poste mija no cachorro". Em Cascavel, tudo corre em segredo de Justiça, ninguém sabe quem é o prefeito? Quem assumirá? Se alguém vai assumir. Quando e como. Ou se tudo continua como Dantes, no Quartel de Abrantes!!!

DIA "D"
Hoje (24) em Cascavel a expectativa é de que os gestores cassados da administração de Cascavel protocolem junto ao Tribunal Superior Eleitoral em Brasília, pedido de liminar, o que ainda não significa que Cascavel terá uma solução para o caso. Mesmo assim, nos bastidores, a ?cúpula? de Lemos e Parcianello aguardam uma resposta sobre a liminar, enquanto a "tchurma" dos cassados, espera valer a velha estratégia, empurrar com a barriga até que dá para se manter no cargo.


23/01/2014 10h33

Advogados do prefeito cassado continuam afirmando que Cascavel tem pref

Compartilhe


A coluna publicou há pouco, nota de que Cascavel amanheceu sem prefeito. A coluna tem o objetivo de informar o leitor e não de debater o assunto com qualquer um dos lados políticos que envolve esta situação de quem é, e para quem vai a cadeira de prefeito. A realidade é uma só, Cascavel com a publicação do Acórdão pelo TRE-PR, amanheceu sem prefeito, uma opinião deste colunista e que é rebatida pela "cúpula" de defesa do prefeito e do vice cassados, Edgar Bueno e Mauricio Theodoro.

AFIRMAÇÃO
Bastou a coluna publicar o caso hoje pela manhã, para que a "cúpula" do Paço iniciasse uma corrente de ligações telefônicas para este colunista, alegando que a publicação feita não está correta. No entendimento deles, e dos próprios advogados de defesa, o prefeito continua sendo Edgar Bueno e o vice Maurício Theodoro, até que a Justiça Eleitoral de Cascavel, intime, notifique, o prefeito Edgar para deixar o cargo e convoque imediatamente professor Lemos para assumir.

"BALELA"
Por mais que este colunista não possui o conhecimento que os advogados, ou os profissionais do Direito que defendem Edgar Bueno e Theodoro têm, é salutar informar que do outro lado também existem advogados e profissionais que conhecem do Direito, então volto a dizer que a defesa tem mesmo de argumentar no contraditório do que foi escrito, até para ganhar tempo e o recurso com pedido de uma medida cautelar seja protocolada e despachada pelo Ministro do TSE. Do contrário, tudo isso é "balela", e continuo afirmando, Cascavel amanheceu sem prefeito e vice.

ACÓRDÃO
A Legislação Eleitoral enfatiza que todo processo se tornará válido após a publicação do Acórdão. Então como o Acórdão do recurso de admissibilidade foi acatado pelo presidente do TRE-PR e nele revogada a liminar que mantinha o prefeito Edgar Bueno no cargo, o prefeito não possui mais esta prerrogativa de se manter no cargo, haja vista que foi cassado e afastado ainda no ano passado, e se mantinha no cargo através da liminar. Com a liminar revogada pelo próprio TRE-PR, Cascavel até que dê posse à Lemos e Walter, continua sem prefeito sim. Ou então podemos acabar com essa história de que o Acórdão é documento válido quando na sua publicação. Se é fato que que o Juiz Eleitoral desta Comarca, precisa intimar as partes para que deixe ou assuma a cadeira de prefeito, para que serve este tal de ACÓRDÃO?


Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY