10/03/2014 13h09

"Internet Gratuita" da Cascavel Digital, não funciona e pelo jeito, con

Compartilhe


Na manhã de hoje (10) o secretário de Administração de Cascavel, Alisson Ramos compareceu a Câmara de Vereadores para dar explicações sobre a Cascavel Digital. A famosa "Internet Gratuita" que desde sua instalação no município, vem sendo alvo de críticas e reclamações do usuário.

CONVOCAÇÃO
Atendendo o convite do Vereador Jorge Menegatti (PSC), o secretário de Administração do Executivo compareceu a sessão de hoje, quando foi sabatinado pelos vereadores sobre a má qualidade do sistema da Cascavel Digital. Alisson Ramos tentou explicar o "inexplicável", porém, ficou sem argumentação quando foi apresentadas imagens do levantamento feito pelo vereador Jorge Menegatti utilizando a estrutura e servidores da Câmara.

PONTOS FALHOS
Menegatti apresentou as falhas que a "Internet Gratuita" possui. Relatórios e imagens foram apresentados ao Secretário. Mostrou que dos 24 pontos existentes, apenas dois funciona de acordo com o Contrato com a empresa que presta os serviços. Aeroporto Municipal e a feirinha do pequeno Produtor recebem o sinal na sua totalidade, os demais pontos frisados por Menegatti, a velocidade e o sinal de Internet da Cascavel Digital ainda é "movido a lenha".

SOMBRA
Para o secretário que fez questão de frisar que não estaria defendendo a empresa, mais sim se colocando a disposição dos vereadores e da população, existe na cidade muitos pontos de "SOMBRA" de sinal, prédios e obstáculos existem em alguns locais que a Internet não chega. Todavia, atendeu o pedido do vereador, mais não deu uma definição para o caso.

RECLAMAÇÕES
Usuários do sistema da Cascavel Digital, colocaram a "Boca no Trombone" e deram suas versões sobre a Internet Gratuita que gerou alto custo quando na sua implantação. Muitos deles disserem ter adquirido a Atena da empresa para captar o sinal da Internet, mais tiveram de encostar a Atena e voltar para as Operadoras do sistema de Internet Particular. São reclamações de tipo, está não é a Cascavel Digital que queremos e necessitamos. Reclamam alguns dos usuários.

"FAZ DE CONTA"
Enquanto isso, prefeitura faz de conta que Cascavel possui o sistema de Internet Gratuita, a empresa faz de conta que a Internet funciona, e a população paga mais essa conta!!!



10/03/2014 12h28

Autódromo de Cascavel continua sem regulamentação para cobrança de taxa

Compartilhe


Foi derrubado na Sessão Ordinária de hoje (10) na Câmara Municipal de Cascavel o Projeto de Lei nº. 154/2013 que dispõe sobre os Valores Mínimos da Locação do Autódromo Zilmar Beux no Município de Cascavel. O projeto de autoria do vereador Jorge Bocasanta (PT) - oposição da administração Municipal na Câmara.

PARECERES
Com pareceres contrários das Comissões de Justiça e Redação e da Comissão de Economia, Finanças e Orçamento, os pareceres foram a votação do plenário e mantido pela maioria dos vereadores, ou seja vereadores da base de governo.

REGIMENTO
O Regimento Interno da Câmara prevê que, duas Comissões emitir pareceres contrários e aprovados em plenário, o Projeto é derrubado antes mesmo de ir à votação.

TAXAS
O Projeto rejeitado previa Taxas de Locação por parte da Prefeitura Municipal de Cascavel do Autódromo Zilmar Beux. As taxas seriam cobradas dos eventos sobre a bilheteria, obedecendo a índices descritos no projeto para eventos Nacional, Estadual e Municipal.

INDICAÇÃO
O projeto que sequer foi ao plenário para votação, foi amplamente debatido pelos vereadores, ainda nos pareceres contrários das Comissões, todavia o "rolo compressor", vereadores da Base, passou por cima de tudo. Todavia, durante o debate, teve vereador enaltecendo o projeto, como de suma importância para o município regulamentar as taxas de locação do Autódromo, mas preferiu dizer ao vereador Bocasanta que fizesse uma indicação e não projeto para regulamentar tal situação.



06/03/2014 17h36

Presidente da CPI da Saúde "arrebenta" diretor da 10ª Regional

Compartilhe


Depois da passagem do diretor da 10 Regional de Saúde, Miroslau Bailak, no Bate Rebate da CATVE e declarou ao vivo que no final da CPI realizada pelos vereadores Gugu Bueno (presidente), João Paulo (relator) e Jaime Vazatta (membro), irá analisar todo o processo do relatório e daí tomar providências quanto as acusações que sofreu durante a CPI. Para Bailak os membros da CPI estão buscando com a investigação holofotes para adquirir patrimônio político. Baseado nas declarações, o vereador e presidente da CPI Gugu Bueno "arrebentou" com Bailak na sessão ordinária da Câmara de Vereadores de hoje (6).



06/03/2014 08h44

Lista de prováveis candidaturas a deputados estaduais e federais de Cas

Compartilhe


Para a eleição deste ano, Cascavel conta com mais de 30 partidos registrados no TRE. No momento o Município de mais de 200 mil eleitores e com um população de mais de 300 mil, Cascavel é a "menina" dos olhos de vários políticos local e de alguns "paraquedistas".


Nomes que figuram em rodas de conversas do meio político cascavelense

DEPUTADOS ESTADUAIS
Leonaldo Paranhos (PSC)
André Bueno (PDT)
Adelino Ribeiro (PSL)
Prof. Lemos (PT) - com problemas para se candidatar novamente- reprovação de contas da campanha de prefeito.

PROVÁVEIS CANDIDATOS
Gugu Bueno (PR)
Robertinho Magalhães (PMN)
Pedro Martendal (PSDB)
Paulo Porto (PCdoB)
Marcio Pacheco (PPL)
Roberto Aoki (PPS)
Hélio Laurindo (PP)
Jorge Lange (PSD)
Dany de Paula (Solidariedade)
Léo Mion (PSDB)


DEPUTADOS FEDERAIS
Alfredo Kaefer (PSDB)
Nelson Padovani (PSC)
Hermes Frangão Parcianello (PMDB)
Eduardo Sciarra (PSD) - não será candidato a deputado novamente- pleiteará candidatura ao Senado


PROVÁVEIS CANDIDATOS
Marcos Solano (PPS)
Evandro Roman (PSD)
Jorge Menegatti (PSC)
Rafael Brugnerotto (PSB)



06/03/2014 08h17

Enfim, 2014 vai começar!!!

Compartilhe


Seguindo a "regrinha" de que o ano só começa depois do carnaval, eis que a expectativa é de que o ano realmente começará!!! Fim do carnaval, inicio da temporada de acordos políticos e dobradas, buscando um cargo eletivo para o pleito de outubro próximo.

A CORRIDA
A corrida sucessória do governo do estado e do Brasil, somados aos cargos de senadores e deputados estaduais e federais, irão exigir dos políticos um pouco mais de esforço no sentido de aparecer nas "bases" eleitorais.

ACORDOS
Bastou o fim do carnaval para que possíveis candidatos a deputados começassem a via-sacra no intuito de buscar em outras regiões votos para que possam se reeleger ou eleger para um mandato.

CASCAVEL
A expectativa em Cascavel é de que um grande número de candidatos a deputados estaduais registrem candidaturas. Já para deputados federais o número que até o momento se apresenta, é inferior de outros anos.



26/02/2014 10h29

Sem "acervo técnico" empresa "Onça" com capital estrangeiro vence licit

Compartilhe


Por uma mera coincidência dos fatos, levou a Onça Construções Ltda vencer o processo licitatório para construção do terminal de passageiros do Aeroporto Municipal de Cascavel dando um desconto de cerca de R$ 2 milhões do valor inicial do Edital que era de aproximadamente R$ 7 milhões. Venceu a "Onça" o processo de licitação pelo valor de pouco mais de R$ 5 milhões.

Estranhamente

Estranhamente a empresa "Onça" demorou cerca de 4 meses para iniciar a obra, o que só veio a acontecer na semana passada quando foi feito uma "papagaiada" no ato do lançamento da pedra fundamental.

Capital estrangeiro

A empresa Onça foi constituída com capital inicial de R$ 100 mil, desses, R$ 98 mil oriundos de empresas estrangeiras (Espanha), o que permanece com o mesmo valor até a quarta alteração do contrato social da Empresa Onça.

Acervo Técnico

O programa EPC da Catve FM, levantou a situação e iniciou uma série de questionamentos sobre o porquê a empresa não iniciava a obra - uma semana de críticas, a empresa finalmente começou erguer os "ranchos" no canteiro de obras do aeroporto. Todavia, faltava explicações sobre: porque o desconto foi tão grande, comparado a outras obras que são realizadas com dinheiro público? Qual o acervo Técnico que a empresa Onça possui no Brasil? Porque uma servidora Municipal, licenciada das funções é a engenheira que presta serviços a Onça? Questionamentos que tivemos as respostas em parte na sessão da Câmara de terça-feira (25), dada pelo vereador Luiz Frare.

Aposta

Para o vereador Luiz Frare, que defendeu os interesses da Onça na Tribuna da Câmara, o desconto foi alto, porque a empresa fez uma "aposta" no mercado da construção civil brasileira e que precisava construir "acervo técnico" para participar de licitações do governo federal. (Ouça o discurso no áudio de Frare). Ora, se a empresa não possui acervo técnico, como venceu a licitação da obra do terminal de passageiros do aeroporto de Cascavel? Quem elaborou o Edital da licitação, direcionou? A obra é de mais de 2,5 mil metros quadrados.

Fazenda Iluminada

Depois nossos gestores não querem que denomine a nossa Cascavel de "Fazenda Iluminada". Primeiro o Vereador defende a empresa. Depois diz que os estrangeiros querem fazer uma aposta no mercado cascavelense da Construção Civil. Logo adiante diz que a empresa pretende obter acervo técnico com essa obra. Pelo que me consta, seremos as cobaias nesta obra para a empresa continuar atuando no mercado brasileiro. Essa não é a CASCAVEL que queremos vereador! Queremos sim o terminal, o bem estar, mais sem que "espertos" empresários façam de nosso dinheiro, seu enriquecimento particular. Tão pouco que servidores licenciados (sem remuneração), tenha vantagens ao prestar serviços a particulares, tudo porque possui informações privilegiadas dentro da prefeitura de dos demais órgãos ligados a obras. Nada mais...



24/02/2014 12h42

"Racha" na base de governo na Câmara Municipal de Cascavel é dada como

Compartilhe


Passados poucos mais de um ano desta legislatura, a base do governo Municipal de Cascavel na Câmara de Vereadores, tem demonstrado descontentamento com o mandatário do Executivo e de alguns secretários. Com isso, cresce a possibilidade de haver um "racha" entre os 13 membros da base.

DISCURSOS
É perceptível o descontentamento de alguns vereadores da base quando em seus discursos no plenário da Câmara. Durante a sessão de hoje (24), o vereador e membro da Comissão do Meio Ambiente, Jaime Vasatta (PTN), ao fazer uso da palavra, criticou severamente o secretário do Meio Ambiente, Paulo Carlesso. Seguindo o mesmo raciocínio, outro membro da Comissão, Vereador, Nei Haveroth (PSL), avalisou as palavras de Vasatta.

SEM ATENDIMENTO
Rumores nos corredores da Câmara dão conta de que o Secretário Paulo Carlesso, andou vetando informações e atendimentos aos vereadores da Comissão na semana passada. O assunto despertou críticas da Comissão, composta por Jaime Vasatta (PTN), Nei Haveroth (PSL) e Paulo Bebber (PR). O "racha" que se desenha, não se dá somente pelo fato da vedação das informações, mais também, pelas promessas do Executivo Municipal não estar sendo cumpridas pelo prefeito. Como nomeações de indicados pelos vereadores e compartilhamento dos vereadores na elaboração dos projetos do Executivo.



24/02/2014 09h00

R$ 500 mil, o valor da discórdia? Ou apenas o valor da intriga?

Compartilhe


Depois de veiculado que R$ 500 mil foi o valor da pedida para aprovar projetos, eis que a discórdia ronda a Câmara de Vereadores de Cascavel. Alguns dos Vereadores querem que o nome do possível (se há possibilidade disso ter acontecido), venha a público. Não querem seus nomes veiculados em meio a esta "safadeza". Outros querem saber quem é o fulano que colocou todos os 21 vereadores no mesmo balaio.

APURAÇÃO
O presidente da Câmara, Marcio Pacheco, por meio das atribuições que lhe cabe, solicitou junto a Polícia Civil a apuração do assunto. O caso é complexo, mais precisa ser apurado, uma vez que propina no país é crime, tanto para quem pega, como para quem paga. Não há corrupto sem que haja um corruptor, e vice-versa!

O CASO
Dois veículos de comunicação publicaram que tem vereador de Cascavel que tentou extorquir R$ 500 mil de um empresário, segundo a publicação, até gravação existe. Se existe mesmo uma gravação neste sentido, ou documentos que prove o fato, porque este profissional da imprensa não divulgou o nome dos envolvidos no caso? Que profissional é este que tem o "maior" furo da história política cascavelense dos últimos tempos, e, ocultou o assunto? Aguardaremos os desfechos do caso, seja pela Polícia Civil, Federal ou pelo Ministério Público estadual que já solicitou documentação junto a Câmara para apurar os fatos....



20/02/2014 09h04

Denúncia genérica de "propina" na Câmara de Vereadores vira caso de Pol

Compartilhe


Após veiculação no jornal Comunitário e no Newsletter Pitoco de que vereador de Cascavel havia tentado "buscar" R$ 500 (quinhentos mil reais) de ?propina? para aprovar projeto, o caso foi parar na Polícia Civil de Cascavel, com possibilidades de a Polícia Federal também investigar para apurar tal denúncia.

REQUERIMENTO
Requerimento assinado pelo presidente da Câmara Márcio Pacheco protocolado na 15ª SDP de Cascavel, solicita que a Polícia apure tal situação, uma vez que a denúncia foi feita de forma genérica, atingindo a imagem e a honra dos 21 vereadores do município.

FORMA GENÉRICA
A apuração da denúncia, mesmo que esta tenha sido veiculada de forma genérica, mancha a imagem de todos os vereadores, enfatiza o procurador do Legislativo, Pascoal Muzelli Neto.

PROVIDÊNCIAS
O presidente Marcio Pacheco, dentro das atribuições que lhe cabe, solicitou a apuração dos fatos junto a Instituição da Polícia. Segundo informações, o inquérito policial instaurado vai apurar e ouvir os autores da denúncia e solicitar a "gravação" que existe, segundo uma das publicações.



18/02/2014 16h20

"Fecha pau" em sessão plenária da Câmara de Vereadores de Cascavel

Compartilhe


Nem mesmo o projeto da "cachorrada" havia sido colocado para votação, ainda estavam votando uma emenda proposta pelo vereador Luiz Frare (PDT), para atender pedido de um segmento (criadores), em que o resultado da emenda proposta recebeu 10 votos contrários e 9 favoráveis, e o "pau" comeu entre representantes dos criadores e das ONGS, em que o projeto regulamenta castração de cachorros de ruas e também de cachorros e gatos da população de baixa renda.



Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY