26/02/2014 10h29

Sem "acervo técnico" empresa "Onça" com capital estrangeiro vence licit

Compartilhe


Por uma mera coincidência dos fatos, levou a Onça Construções Ltda vencer o processo licitatório para construção do terminal de passageiros do Aeroporto Municipal de Cascavel dando um desconto de cerca de R$ 2 milhões do valor inicial do Edital que era de aproximadamente R$ 7 milhões. Venceu a "Onça" o processo de licitação pelo valor de pouco mais de R$ 5 milhões.

Estranhamente

Estranhamente a empresa "Onça" demorou cerca de 4 meses para iniciar a obra, o que só veio a acontecer na semana passada quando foi feito uma "papagaiada" no ato do lançamento da pedra fundamental.

Capital estrangeiro

A empresa Onça foi constituída com capital inicial de R$ 100 mil, desses, R$ 98 mil oriundos de empresas estrangeiras (Espanha), o que permanece com o mesmo valor até a quarta alteração do contrato social da Empresa Onça.

Acervo Técnico

O programa EPC da Catve FM, levantou a situação e iniciou uma série de questionamentos sobre o porquê a empresa não iniciava a obra - uma semana de críticas, a empresa finalmente começou erguer os "ranchos" no canteiro de obras do aeroporto. Todavia, faltava explicações sobre: porque o desconto foi tão grande, comparado a outras obras que são realizadas com dinheiro público? Qual o acervo Técnico que a empresa Onça possui no Brasil? Porque uma servidora Municipal, licenciada das funções é a engenheira que presta serviços a Onça? Questionamentos que tivemos as respostas em parte na sessão da Câmara de terça-feira (25), dada pelo vereador Luiz Frare.

Aposta

Para o vereador Luiz Frare, que defendeu os interesses da Onça na Tribuna da Câmara, o desconto foi alto, porque a empresa fez uma "aposta" no mercado da construção civil brasileira e que precisava construir "acervo técnico" para participar de licitações do governo federal. (Ouça o discurso no áudio de Frare). Ora, se a empresa não possui acervo técnico, como venceu a licitação da obra do terminal de passageiros do aeroporto de Cascavel? Quem elaborou o Edital da licitação, direcionou? A obra é de mais de 2,5 mil metros quadrados.

Fazenda Iluminada

Depois nossos gestores não querem que denomine a nossa Cascavel de "Fazenda Iluminada". Primeiro o Vereador defende a empresa. Depois diz que os estrangeiros querem fazer uma aposta no mercado cascavelense da Construção Civil. Logo adiante diz que a empresa pretende obter acervo técnico com essa obra. Pelo que me consta, seremos as cobaias nesta obra para a empresa continuar atuando no mercado brasileiro. Essa não é a CASCAVEL que queremos vereador! Queremos sim o terminal, o bem estar, mais sem que "espertos" empresários façam de nosso dinheiro, seu enriquecimento particular. Tão pouco que servidores licenciados (sem remuneração), tenha vantagens ao prestar serviços a particulares, tudo porque possui informações privilegiadas dentro da prefeitura de dos demais órgãos ligados a obras. Nada mais...



24/02/2014 12h42

"Racha" na base de governo na Câmara Municipal de Cascavel é dada como

Compartilhe


Passados poucos mais de um ano desta legislatura, a base do governo Municipal de Cascavel na Câmara de Vereadores, tem demonstrado descontentamento com o mandatário do Executivo e de alguns secretários. Com isso, cresce a possibilidade de haver um "racha" entre os 13 membros da base.

DISCURSOS
É perceptível o descontentamento de alguns vereadores da base quando em seus discursos no plenário da Câmara. Durante a sessão de hoje (24), o vereador e membro da Comissão do Meio Ambiente, Jaime Vasatta (PTN), ao fazer uso da palavra, criticou severamente o secretário do Meio Ambiente, Paulo Carlesso. Seguindo o mesmo raciocínio, outro membro da Comissão, Vereador, Nei Haveroth (PSL), avalisou as palavras de Vasatta.

SEM ATENDIMENTO
Rumores nos corredores da Câmara dão conta de que o Secretário Paulo Carlesso, andou vetando informações e atendimentos aos vereadores da Comissão na semana passada. O assunto despertou críticas da Comissão, composta por Jaime Vasatta (PTN), Nei Haveroth (PSL) e Paulo Bebber (PR). O "racha" que se desenha, não se dá somente pelo fato da vedação das informações, mais também, pelas promessas do Executivo Municipal não estar sendo cumpridas pelo prefeito. Como nomeações de indicados pelos vereadores e compartilhamento dos vereadores na elaboração dos projetos do Executivo.



24/02/2014 09h00

R$ 500 mil, o valor da discórdia? Ou apenas o valor da intriga?

Compartilhe


Depois de veiculado que R$ 500 mil foi o valor da pedida para aprovar projetos, eis que a discórdia ronda a Câmara de Vereadores de Cascavel. Alguns dos Vereadores querem que o nome do possível (se há possibilidade disso ter acontecido), venha a público. Não querem seus nomes veiculados em meio a esta "safadeza". Outros querem saber quem é o fulano que colocou todos os 21 vereadores no mesmo balaio.

APURAÇÃO
O presidente da Câmara, Marcio Pacheco, por meio das atribuições que lhe cabe, solicitou junto a Polícia Civil a apuração do assunto. O caso é complexo, mais precisa ser apurado, uma vez que propina no país é crime, tanto para quem pega, como para quem paga. Não há corrupto sem que haja um corruptor, e vice-versa!

O CASO
Dois veículos de comunicação publicaram que tem vereador de Cascavel que tentou extorquir R$ 500 mil de um empresário, segundo a publicação, até gravação existe. Se existe mesmo uma gravação neste sentido, ou documentos que prove o fato, porque este profissional da imprensa não divulgou o nome dos envolvidos no caso? Que profissional é este que tem o "maior" furo da história política cascavelense dos últimos tempos, e, ocultou o assunto? Aguardaremos os desfechos do caso, seja pela Polícia Civil, Federal ou pelo Ministério Público estadual que já solicitou documentação junto a Câmara para apurar os fatos....



20/02/2014 09h04

Denúncia genérica de "propina" na Câmara de Vereadores vira caso de Pol

Compartilhe


Após veiculação no jornal Comunitário e no Newsletter Pitoco de que vereador de Cascavel havia tentado "buscar" R$ 500 (quinhentos mil reais) de ?propina? para aprovar projeto, o caso foi parar na Polícia Civil de Cascavel, com possibilidades de a Polícia Federal também investigar para apurar tal denúncia.

REQUERIMENTO
Requerimento assinado pelo presidente da Câmara Márcio Pacheco protocolado na 15ª SDP de Cascavel, solicita que a Polícia apure tal situação, uma vez que a denúncia foi feita de forma genérica, atingindo a imagem e a honra dos 21 vereadores do município.

FORMA GENÉRICA
A apuração da denúncia, mesmo que esta tenha sido veiculada de forma genérica, mancha a imagem de todos os vereadores, enfatiza o procurador do Legislativo, Pascoal Muzelli Neto.

PROVIDÊNCIAS
O presidente Marcio Pacheco, dentro das atribuições que lhe cabe, solicitou a apuração dos fatos junto a Instituição da Polícia. Segundo informações, o inquérito policial instaurado vai apurar e ouvir os autores da denúncia e solicitar a "gravação" que existe, segundo uma das publicações.



18/02/2014 16h20

"Fecha pau" em sessão plenária da Câmara de Vereadores de Cascavel

Compartilhe


Nem mesmo o projeto da "cachorrada" havia sido colocado para votação, ainda estavam votando uma emenda proposta pelo vereador Luiz Frare (PDT), para atender pedido de um segmento (criadores), em que o resultado da emenda proposta recebeu 10 votos contrários e 9 favoráveis, e o "pau" comeu entre representantes dos criadores e das ONGS, em que o projeto regulamenta castração de cachorros de ruas e também de cachorros e gatos da população de baixa renda.



18/02/2014 14h55

Sessão legislativa de Cascavel sobre a "cachorrada" no município

Compartilhe


O projeto aprovado em primeira votação ontem que regimenta a esterilização de cachorros de rua, e dos cachorros e gatos de cascavelenses de baixa renda, vira polêmica. A votação aprovada por unanimidade ontem (17) mereceu uma análise maior por parte de alguns vereadores. Criadores que já possuem uma legislação federal para o comércio, neste momento tumultuam a sessão em que o projeto beneficiaria ONGS e entidades que apenas cuidam dos cachorros que transitam pelas ruas de Cascavel.

LEGISLAÇÃO
A legislação federal embasada na lei ambiental e na saúde pública em seus artigos, prevê alguns quesitos necessários para a comercialização desses animais. E o projeto que ora está em pauta de votação favorece o comércio de criadores que terão que buscar alvará de funcionamento para comercializar cães e gatos. Todavia esse mesmo projeto não específica uso do solo, maus tratos a animais, coleta de seringas e dejetos da cirurgia desses animais e tão pouco específica a carga horária do profissional veterinário que poderá ser contratado por esses novos criadores em sistema de cooperativa ou associações.

BAIXARIA
O assunto chegou ao extremo, tanto que minutos antes de iniciar a sessão cidadãos que defendem as ONGS e outras que defendem o comércio de criadores de animais, por pouco não saíram nas vias de fatos no saguão da câmara. Bate boca e gritaria é o que não faltou...



17/02/2014 13h47

Jogo de empurra, empurra entre 10ª Regional e Secretaria de Saúde de Ca

Compartilhe


Bastou uma fiscalização mais acirrada por parte dos vereadores João Paulo, Gugu Bueno e Jaime Vasatta que compõe a CPI da Saúde da Câmara de Vereadores de Cascavel, para o jogo de empurra, empurra de quem é a responsabilidade de internamento e cirurgias do SUS vir a tona.

SESAU
O secretário de Saúde do Município, Reginaldo Andrade, declara que o Município faz sua parte, e empurra o caso da falta de Leitos e cirurgias para a 10ª Regional da Saúde resolver.

10ª REGIONAL
Por outro lado, o diretor da 10ª Regional, Miroslau Bailak, joga para a secretaria de saúde municipal a responsabilidade do atendimento e internamentos do UPA I e UPA II de Cascavel. Todavia, assumiu que a falta de leito está ocorrendo, o que há alguns dias, ele negava a falta de AIH´s e de Leitos.

ENQUANTO ISSO...
... a população que necessita de atendimento de saúde, seja pelo município ou pelo estado, sofre com a demanda aumentando como está em Cascavel.



17/02/2014 13h46

Prefeitura de Cascavel terá de "bancar" esterilização de Cães e Gatos

Compartilhe


A Câmara de Vereadores de Cascavel aprovou na sessão Ordinária de hoje (17) em 1ª votação por unanimidade de votos, lei assinada pelos vereadores: Gugu Bueno (PR), Marcio Pacheco (PPL), Paulo Porto (PCdoB), Nei Haveroth (PSL), João Paulo (PSD), Romulo Quintino (PSL), Robertinho Magalhães (PMN), Aldonir Cabral (PDT), Fernando Winter (PTN), Jaime Vasatta (PTN), Claudio Gaiteiro (PSL) e Walmir Severgnini (PROS), que dispõe sobre o Executivo a contratar clínicas veterinárias, pagas pelo administração Municipal para realizar a esterilização cirúrgica de animais abandonados (animais de rua) ou sob o cuidado de ONGs, e também de animais pertencentes às famílias de baixa renda.

POLÍTICA PÚBLICA
O projeto prevê ainda a criação de uma política pública para o setor. No projeto a regulamentação dos criadores e a comercialização dos animais necessitará de Alvará de Licença para todos os estabelecimentos, desde que atenda as exigências previstas em lei..

MÉDICO VETERINÁRIO
A contratação de um médico veterinário próprio, atestado sanitário e certificado de vacinação dos animais são imprescindíveis aos comerciantes. Todavia, isto poderá ser feito em sistema de cooperativismo entre comerciantes do segmento.

ESTERILIZAÇÃO
A contratação de clinicas para cirurgia de esterilização de gatos e cães para população de baixa renda, ONG´s e animais de rua, ficará na responsabilidade do Município. Aos "pequenos criadores" caberá a realização de campanhas informativas sobre a necessidade de vacinação, da esterilização e guarda responsável dos animais.

DESPESAS
Quem fará a fiscalização dos criadores? De onde sairá o dinheiro para custear estas despesas? A Câmara pode criar despesas ao Executivo, como contratar clinica para atender gratuitamente aqueles que se enquadram no dispositivo do projeto? Um médico veterinário poderá atender quantos estabelecimentos de comercialização desses animais, mesmo que seja em sistema de cooperativismo? A coleta dos materiais cirúrgicos e de vacinação como gaze, seringa e agulha ficará de responsabilidade do Município ou dos empresários? Filtro de resíduos oriundos das cirurgias destas empresas será obrigatório em cada canil? Com a palavra a Vigilância Sanitária e os vereadores?



13/02/2014 13h56

Vereadores do PSC de Cascavel "querem" derrubar deputado Paranhos e ass

Compartilhe


Rumores nos bastidores políticos de Cascavel dão conta que os vereadores Jorge Menegatti e Vanderlei do Conselho do PSC Cascavelense "querem" derrubar o deputado Estadual Leonaldo Paranhos e o presidente da sigla, Alsir Pelissaro, juntamente com o deputado federal Nelson Padovani.

Grupos
Intitulado membro do grupo "baixo clero" do PSC cascavelense, o vereador Vanderlei do Conselho, agora se uniu ao também vereador do intitulado grupo do "alto clero", Jorge Menegatti.

Intenção
Segundo fontes, a intenção desta união é somente uma, derrubar Pelissaro, Paranhos e Padovani do comando do PSC de Cascavel, e assim, derrubar a possibilidade de ingressos de nomes fortes do município na sigla, já que a ciranda partidária deverá iniciar assim que as eleições deste ano acabar. A montagem de uma legenda forte para a Câmara de Vereadores para 2016, é a causa de tanta discórdia no PSC de Cascavel.

Candidatura
Reza a cartilha da política que "quer conhecer o ser humano, de poder a ele (a)". Como Menegatti quer buscar a candidatura de deputado federal pelo PSC de Cascavel, articulações aconteceram entre membros do grupo do "baixo cler e do alto clero" para colocar em prática uma estratégia e assim se fortalecerem junto ao presidente estadual do PSC, Deputado Ratinho Junior. Todavia, a estratégia não funcionou e acabaram ficando a deriva, sem reunião com Ratinho Junior e sem Paranhos para auxiliá-los nas questões politicas local.

Ego
O ego de Menegatti em chegar ao poder federal, gerou a demonstração de quem é quem no PSC de Cascavel. Até mesmo aqueles que pareciam ser "amigo" de Paranhos, se juntou a Menegatti e Vanderlei para passar a rasteira em Padovani, Pelissaro e o deputado estadual, Paranhos! O resto, o tempo dirá!!!



11/02/2014 15h16

CATVE recebe comenda pelo 10º aniversário na Câmara de Vereadores

Compartilhe


A CATVE recebeu uma comenda na Câmara de Vereadores de Cascavel nesta tarde (11), pela passagem de seu 10º aniversário. O título da honraria foi proposto pelo vereador João Paulo (PSD), e teve aprovação unânime de todos os vereadores. O empresário Assis Marcos Gurgacz recebeu a comenda das mãos do vereador proponente.



Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY