25/07/2014 14h38

Após férias e sofrer críticas, Bocasanta pede afastamento da UBS

Ele continuará recebendo salários na função de médico ginecologista

Compartilhe


O vereador cascavelense Jorge Bocasanta (PT), pediu na manhã de hoje no setor de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Cascavel, afastamento do cargo de servidor que exerce na UBS.

A POLÊMICA
O pedido de afastamento do cargo de médico (servidor público) se deu pelo fato de o vereador ter viajado a Europa sem comunicar o Legislativo e tão pouca a Prefeitura, o que resultou críticas da imprensa, prefeitura e de até dos vereadores que compõe o mesmo grupo de Bocasanta na Câmara, ou seja, a oposição.


RECURSOS HUMANOS
Segundo a diretora do setor de recursos humanos do município, este é o segundo pedido de afastamento do vereador, já que ele havia se afastado de outra contratação (vínculo) em que atuava como servidor público na Unidade Básica de Saúde da família, no bairro Brasmadeira.


FATOS
Diante dos fatos ocorridos, Jorge Bocasanta revelou a este colunista que ele tem o direito de receber salários da prefeitura sem prestar trabalho, já que é constitucional, escolher qual o salário que receberá enquanto vereador. Para Bocasanta ele como servidor de carreira, pode optar em receber do órgão público a que está lotado, abrindo mão do salário de parlamentar da instituição em que exerce o cargo eletivo.

FUNÇÃO
Mesmo tendo a prerrogativa de não precisar trabalhar como medido (servidor), Jorge Bocasanta não havia se afastado deste contrato (vínculo), continuava trabalhando como servidor e vereador, porém, depois das críticas recebidas pela viagem ao exterior, Bocasanta resolveu se afastar dos dois vínculos da prefeitura e ficar somente vereador.


QUESTIONADO
Questionado sobre como ficará a UBS do Cascavel Velho, onde vinha prestando seus trabalhos como médico, Jorge Bocasanta foi enfático: ?O vereador Paulo Porto (PCdoB) que me criticou por causa da viagem que resolva o problema. Eu estava trabalhando sem receber salário neste vínculo, mesmo assim não estava bom?. Para Bocasanta, ? Paulo Porto queria eu aqui para montar chapa na eleição da Mesa Diretora, porque deve querer cargos no executivo, como faz na Unioeste?. E foi além, disse que o vereador Paulo Porto deveria ser denunciado por quebra de Decoro por criticar um colega como fez! Toda essa conversa foi realizada na presença dos vereadores Luiz Frare, Gugu Bueno e Jaime Vasatta, além do assessor da Câmara Alexandre Petrole.

Por Luiz Nardelli





25/07/2014 11h22

Processo do prefeito e vice no TSE foi encaminhado para corte julgar

A previsão deverá ser na primeira quinzena de agosto

Compartilhe


O processo de cassação do prefeito de Cascavel, Edgar Bueno (PDT) e do vice Maurício Theodoro (PSDB) que tramita no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) desde fevereiro de 2014, teve mais uma movimentação ontem (24).

ENCAMINHAMENTO
A Ministra relatora Luciana Lóssio, encaminhou o processo para a Corte do TSE. Segundo informações, a secretaria do Tribunal deverá colocar em pauta de votação já na primeira quinzena de agosto, quando encerra o recesso dos Ministros do TSE, conforme antecipamos aqui no portal, no inicio deste mês.

NOS BASTIDORES
Bastou a divulgação da movimentação do processo no TSE, para Petista e Peemedebistas cascavelenses que são membros dos dois partidos que deverão assumir a prefeitura, caso o processo seja julgado pela cassação do prefeito e do vice, iniciar articulações em rodas de conversas de quem assumirá secretárias na suposta gestão de Professor Lemos (PT) e Walter Parcianello (PMDB).



23/07/2014 13h27

Quantidade de candidatos a deputados por Cascavel surpreende

Veja lista dos postulantes e a que partidos pertencem

Compartilhe


O número de candidaturas registradas no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná de Candidatos a deputados estaduais e federais, surpreende até mesmo os dirigentes partidários; Veja a lista dos postulantes e a que partidos pertence:

12 são CANDIDATOS A DEPUTADO FEDERAL por Cascavel

5533 - (PSD) - EVANDRO ROMAN
1212 - (PDT) - INÊS DE PAULA
1333 - (PT) - IGLE MARIA DOS SANTOS
5022 - (PSOL) - IVANILDO CLARO
1540 - (PMDB) HERMES FRANGÃO PARCIANELLO
7070 - (PTdoB) - JORGE LUIZ DOS SANTOS
2030 - (PSC) - NELSON PADOVANI
4566 - (PSDB) - ALFREDO KAEFER
2345 - (PPS) - MARCOS SOLANO VALE
4010 - (PSB) - RAFAEL BRUGNEROTTO
2200 - (PR) - FERNANDO GIACOBO
2844 - (PRTB) - JOÃO DA TROPICAL


15 são CANDIDATOS A DEPUTADO ESTADUAL por Cascavel

20181 - (PSC) - PARANHOS
12612 - (PDT) - ANDRÉ BUENO
13013 - (PT) - PROF. LEMOS
50022 - (PSOL) - FERNANDO OLIVEIRA RODRIGUES - PROF. FERNANDO
40567 - (PSB) - LEONILSON CESAR DE OLIVEIRA - CESAR
15400 - (PMDB) - WALTER PARCIANELLO
54100 - (PPL) - MARCIO PACHECO
45045 - (PSDB) - PEDRO MARTENDAL
22678 - (PR) - SERGINHO RIBEIRO
17800 - (PSL) - ADELINO RIBEIRO
14111 - (PTB) - VANDER PIAIA
23112 - (PPS) - RUI CAPELÃO
19800 - (PTN) - ALGACIR PORTES
11115 - (PP) - DULCINÉIA DAS NEVES CERQUEIRA - DULCINÉIA
17170 - (PSL) - ULISSES FALCI JUNIOR - DR. ULISSES



23/07/2014 10h57

Toledo lança em 2014 o maior número de candidatos a deputados estaduais

São 9 candidatos a Assembleia Legislativa; o número mais que dobrou

Compartilhe


O município de Toledo com cerca de 130 mil habitantes, sempre teve representante na Assembleia Legislativa do Estado, mesmo tendo oposição e situação com "brigas" acirradas, entretanto neste ano, o que se desenha é algo diferente. O número de candidaturas a deputados estaduais, mais que dobraram. No momento, mesmo com a desistência de um dos que havia registrado candidatura, ainda possui nove (9) postulante a uma cadeira na Assembleia.

VOTOS
Rumores nos bastidores políticos do Município, dão conta de que o alto número de candidatos a deputado Estadual, pode fazer com que Toledo não tenha representatividade no Legislativo estadual para a próxima Legislatura. São muitos candidatos para dividir os votos de Toledo. Assim, os candidatos que não buscar votos "fora", mas muitos votos, dificilmente lograrão êxito nesta caminhada, asseguram analistas de "rodas de conversas" em Toledo.

por Luiz Nardelli



21/07/2014 15h12

Recesso parlamentar servirá para assessores participarem da campanha

Campanha eleitoral 2014 já teve início

Compartilhe


Não diferente de outros centros, o recesso parlamentar da Câmara de Cascavel, iniciado hoje (21), servirá para os candidatos a deputados estaduais e federais, colocarem a campanha na rua. Vereadores mesmo em recesso, apareceram na Câmara na manhã de hoje, todavia, alguns assessores "bateram o ponto" e saíram do prédio para os destinos incertos e não sabido. Como sabemos a quem trabalha, não foi difícil descobrir o que foram fazer fora do seu local de trabalho.... Será que foram a caça de cabos eleitorais?

CORREDORES
Até mesmo pessoas de fora, ou seja, aqueles que não pertencem mais ao quadro de servidores nomeados na Câmara, estiveram no Legislativo cascavelense nos corredores e gabinetes. Falando ao celular, um dos cabos eleitorais vistos nesta manhã na Câmara, tem acesso livre aos gabinetes administrativos do palácio. Porque será?

CÂMERAS
Poderiam utilizar as Câmeras - cerca de 28 - instaladas no prédio, internamente e externa para detectar quem são os cabos eleitorais que "parece" estar utilizando a estrutura da Câmara para prestar serviços na campanha.



18/07/2014 16h51

Danny de Paula deverá assumir cadeira na Câmara Municipal

Ela assumiria a vaga de Robertinho Magalhães (PMN)

Compartilhe


Rumores dão conta de que o vereador Robertinho Magalhães (PMN) assumirá uma cadeira de secretário nos próximos dias. Isto acontecendo, Danny de Paula assumirá a cadeira de vereadora, já que o primeiro suplente Sadi Kisiel (PMN) exerce função de diretor de secretaria da Ação Comunitária. Será a segunda vez que Danny de Paula assume a cadeira no legislativo, na última ela permaneceu por 60 dias durante a licença de Magalhães.

INDICATIVOS
Os indicativos são de que Robertinho Magalhães (PMN) deixou de ser candidato a deputado estadual porque já havia conversações no sentido dele assumir uma secretaria. Assim sendo, Danny de Paula deverá "virar vereadora para os dois próximos anos", já que Robertinho assumindo uma secretaria e se for candidato a vereador na próxima eleição deverá se desincompatibilizar do cargo no final de março de 2016. Isto demonstra o porque da renúncia da candidatura e de fazer parte da mesa diretora eleita ontem (17) para o próximo biênio.



17/07/2014 14h49

Eleita a nova mesa diretora da Câmara Municipal de Cascavel

Gugu Bueno (PR) assume em 1º de janeiro de 2015

Compartilhe


Foi eleita nesta tarde (17) a nova mesa diretora da Câmara de Vereadores de Cascavel. A nova composição toma posse em 1º janeiro para o biênio 2015/2016. Os novos membros são: Gugu Bueno (PR), presidente; Luiz Frare (PDT), 1º vice-presidente; Jaime Vasatta (PTN) 2º vice-presidente; Rômulo Quintino (PSL) 1º secretário e Marcos Rios (Solidariedade) 2º secretário.

A chapa recebeu o apoio de 16 vereadores, são eles: Aldonir Cabral (PDT); Cláudio Gaiteiro (PSL); Nei Haveroth (PSL); Pedro Martendal (PSDB); Walmir Severgnini (PROS); Robertinho Magalhães (PMN); Fernando Winter (PTN); Vanderlei do Conselho (PSC); João Paulo (PSD); Ganso Sem Limite (PSD); Paulo Bebber (PR), além dos eleitos. Foram 3 votos contrários: Jorge Menegatti (PSC), o atual presidente Marcio Pacheco (PPL) e Paulo Porto (PCdoB). Dois vereadores estiveram ausentes da sessão - Jorge Bocasanta (PT) e Rui Capelão (PPS).

O presidente eleito Gugu Bueno discursou na tribuna agradecendo o voto de confiança dos colegas vereadores que incumbiram a ele a responsabilidade de comandar o Legislativo no último biênio de mandato. Gugu também afirmou "assumi como o vereador mais jovem e segundo mais votado em Cascavel e após ser eleito, tive a honra de ser escolhido líder da base". O vereador explicou ser importante ter um grupo comprometido com os planos de governo, mantendo, contudo uma postura forte ao defender suas ideias e projetos.




14/07/2014 13h22

Campanha eleitoral começa e junto parece ter começado a "farra"

Estamos de olho e esperamos que a Justiça eleitoral também

Compartilhe


Nem bem iniciou a campanha eleitoral deste ano para percebermos que já tem "assessores" da Câmara Municipal de Cascavel que até há poucos dias trabalhavam internamente, e agora são vistos constantemente saindo do Palácio em horário de expediente.

PODE ISSO?
Pelo que se entende da Legislação eleitoral, servidores que exercem função de chefia de gabinetes e administrativa e que batem ponto, não podem se ausentar do local de serviço durante o expediente para fazer campanha eleitoral, seja para o chefe ou para qualquer outro candidato! Estamos de olho e esperamos que a Justiça eleitoral também da Comarca de Cascavel também!



14/07/2014 13h19

Eleição da Mesa Diretora da Câmara ainda gera discussões de bastidores

A data já está marcada: dia 17 - quinta-feira

Compartilhe


A eleição da Mesa Diretora da Câmara de Cascavel para o biênio 2015/2016, colocada a "goela" abaixo dos vereadores da oposição pelos vereadores da situação, ainda é assunto nos bastidores políticos de Cascavel.

REGIMENTO
O regimento Interno da Câmara prevê que a eleição pode ser chamada a partir do 1º dia do segundo semestre do ano que antecede o próximo biênio. No caso de Cascavel, a eleição foi chamada para o dia 17 próximo, colocada a Resolução em apreciação pelos vereadores da situação (16 vereadores proponentes) no dia 1º de julho.

ARTICULAÇÃO
Ninguém da oposição alega inconstitucionalidade do chamamento da eleição, todavia o "XORÔRÔ" é grande. Chegou ao ponto de até Diretor Legislativo, articular uma chapa para "tumultuar" o processo, porém, indicativos foram em vão. Não se sabe se o "diretor articulador" foi induzido pelos "caciques" da oposição a tentar realizar tal feito, ou se foi por suas próprias intenções. Já que se seus não estiverem incluso na Mesa, provavelmente estará desempregado a partir do dia 01/01/2015.

O TROCO
Os comentários nos bastidores políticos de Cascavel dão conta que esse foi o "TROCO" dado pela base de governo que em 01/01/2013, colocaram o presidente e este ao assumir a cadeira de presidente, esqueceu dos apertos de mãos e conversas realizadas com membros da situação e com o prefeito.



11/07/2014 14h50

Definida chapa para eleição da Mesa Diretora da Câmara de Cascavel

Gugu Bueno, presidente, Luiz Frare e Jaime Vasatta como vices

Compartilhe


Em reunião realizada hoje (11) entre 16 vereadores dos 21 ocupantes de cadeiras no Legislativo cascavelense, foi definida a chapa que concorrerá a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Cascavel para o Biênio 2015/2016 que será realizada no próximo dia 17 de julho.

POLÊMICA
A resolução aprovada para a eleição da Mesa Diretora da Câmara no início deste mês, tem gerado discussões entre vereadores da oposição e situação, até mesmo, o diretor Legislativo tenta interferir (articular) para que seja derrubada esta proposição da realização da eleição, mesmo o presidente da Casa, entender a constitucionalidade do processo, porém, não concordar, como outros membros da oposição.

A CHAPA
Presidente - Gugu Bueno (PR)
1º vice-presidente - Luiz Frare (PDT)
2º vice-presidente - Jaime Vasatta (PTN)
1º secretário - Rômulo Quintino (PSL)
2º secretário - Marcos Rios (Solidariedade)

Vereadores apoiadores:
1- Aldonir Cabral (PDT)
2- Cláudio Gaiteiro (PSL)
3- Nei Haveroth (PSL)
4- Pedro Martendal (PSDB)
5- Walmir Severgnini (PROS)
6- Robertinho Magalhães (PMN)
7- Fernando Winter (PTN)
8- Vanderlei do Conselho (PSC)
9- João Paulo (PSD)
10 - Ganso Sem Limite (PSD)
11- Paulo Bebber (PR)

A chapa será registrada na secretaria da Câmara ainda hoje para que a eleição posso ocorrer na data aprovada em plenário.






Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY