08/09/2014 10h28

Vereadores mantém veto da dupla função de motoristas dos coletivos

Com isso a greve deve continuar em Cascavel

Compartilhe


Acabou há pouco a votação na sessão ordinária da Câmara Municipal de Cascavel, aonde foi apreciado o veto do executivo municipal sobre a dupla função do motorista do transporte coletivo. Bate boa no plenário entre trabalhadores dos coletivos com os vereadores que votaram a favor ao veto do prefeito Edgar Bueno.

VOTAÇÃO
Por 9 votos favoráveis ao veto e 7 contrários os vereadores de Cascavel mantiveram a dupla função do motorista no transporte coletivo.

NO MOMENTO
Neste momento os trabalhadores que estiveram na Câmara acompanhando a votação enquanto os ônibus estavam parados farão uma assembleia próximo ao legislativo para deliberar sobre a situação. Comentários nos bastidores são de que a greve continuará e os ônibus não vão circular na cidade enquanto não haver um acordo entre Sindicato dos Empregados e as empresas do transporte coletivo.


04/09/2014 14h26

Paulo Bebber tem negado pela justiça o pedido de prisão domiciliar

O indeferimento ocorreu às 12h19 desta quinta-feira (4)

Compartilhe


O juiz da 3ª Vara Criminal de Cascavel, Leonardo Ribas Tavares, negou no início desta tarde (4) o pedido impetrado pela defesa do vereador Paulo Bebber, preso na 15ª SDP.

Não há se confundir a prisão especial com a prisão domiciliar. Embora uma, por vezes, redunde noutra, são coisas diferentes. E, pode-se dizer, existem duas formas de implementação da prisão domiciliar: aquela que vem em substituição da prisão preventiva, nos excepcionais casos do art. 318 do CPP (não é o caso); e, aquela regulada pela Lei 5.256/1967. para as localidades onde não houver "prisão especial" (desta que se cogita).

Analisando a situação específica do vereador PAULO BEBBER, ao que constar está em local distinto na 15ª SDP (onde fica a maioria dos presos provisórios).

Por essas razões, INDEFIRO a pretensão da defesa de PAULO.

Clique aqui e leia o indeferimento na íntegra









04/09/2014 12h02

TJ do Paraná indefere pedido de "HC" a Paulo Bebber

O movimento no processo aconteceu ontem a noite (3)

Compartilhe


O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ) através do desembargador Laertes Ferreira Gomes, movimentou o processo em que a defesa do vereador Paulo Bebber, preso na 15ª SDP, no início da noite de ontem (3). Hoje pela manhã os veículos de comunicação em sua quase totalidade procuravam saber o que havia sido relatado pelo desembargador, no entanto somente há pouco é que o portal teve acesso as informações da sentença prolatada pelo TJ.

NEGA
Pelas informações da assessoria do TJ o provimento foi negado pelo desembargador e assim sendo Paulo Bebber continua preso na 15ª SDP.



02/09/2014 19h17

PTC pede cassação do diploma de vereador Rui Capelão (PPS)

Ele está inelegível até fevereiro de 2015

Compartilhe


O PTC protocolou nesta tarde (3) no Cartório Eleitoral de Cascavel, na 68ª Zona Eleitoral, pedido de cassação do diploma do suplente de vereador da coligação PTC/PPS, da eleição 2012, vereador Rui Capelão, que exerce a função na cadeira do titular Mário Seibert (PTC), afastado pela justiça.

DESCOBERTA
Depois de publicado aqui no portal o documento do TRE (Tribunal Regional Eleitoral do Paraná) que indeferiu a candidatura a deputado estadual de Rui Capelão, por inelegibilidade desde 7 de fevereiro de 2007 a 7 de fevereiro de 2015, constante nos autos do indeferimento do processo (conforme foto), e que, o desembargador dr. Roberto Brzezinski Neto indeferiu devido a uma condenação na 143ª Zona Eleitoral de Cascavel, e que não fora detectado pela 68ª Zona Eleitoral, quando do registro de candidatura a vereador em 2012, e tão pouco foi percebido tal inelegibilidade por 8 anos, que consta nos autos da condenação cumprida em 7 de fevereiro de 2007, portanto, tendo de respeitar os 8 anos subsequentes, sem poder ser candidato ou exercer cargo público.

AÇÃO
O PTC baseado na documentação e na declaração da 143ª Zona Eleitoral apresentou a 68ª Zona Eleitoral nesta tarde o pedido da cadeira do suplente de vereador, que está vereador no momento, mesmo inelegível conforme o próprio cartório eleitoral exibe na declaração da 143ª Zona Eleitoral.



01/09/2014 11h07

Vereador Rui Capelão exerce o cargo mesmo inelegível por 8 anos

O documento foi divulgado na última sexta-feira (29)

Compartilhe


O vereador Rui Capelão (PPS) que exerce a função de legislador na Câmara Municipal de Cascavel, está inelegível desde 7 de fevereiro de 2007 até 7 de fevereiro de 2015, ou seja, são 8 anos de inelegibilidade do vereador por crime eleitoral. Diante do indeferimento da candidatura a deputado estadual neste pleito, a CATVE buscou junto ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) o porque do indeferimento, obtendo a resposta de que o indeferimento da candidatura se deu por motivos óbvios, estando o candidato e vereador inelegível desde 2007.

DIPLOMAÇÃO
O que gera dúvidas na população cascavelense depois do fato ter sido divulgado no programa EPC da CATVE FM 91,7, é que Capelão mesmo suplente da coligação PTC/PPS na eleição de 2012, assumiu a cadeira do titular Mário Seibert (PTC - na época) afastado pela justiça. O fato é, como o Tribunal Eleitoral diplomou Capelão ao cargo de vereador?

ATRÁS DA CADEIRA
Por várias vezes o PTC buscou na justiça e junto a Câmara Municipal a cadeira de vereador para o segundo suplente da coligação, no caso, Josué de Souza (PTC), sem êxito em todas as tentativas. Todavia na manhã desta segunda-feira (1º) buscando informações junto a Câmara, o procurador Pascoal Muzelli Neto adiantou a reportagem de que terá de analisar novamente caso o PTC entre com pedido, esta nova situação, que até então estava "oculta" aos olhos da população cascavelense, a inelegibilidade de Capelão. O presidente do PTC cascavelense, Agnaldo Carvalho, informou a coluna de que hoje ou no mais tardar amanhã entrará com um novo pedido da cadeira de Capelão.



29/08/2014 12h05

Desembargador desbloqueia bens de prefeito, vice e assessores

Edgar Bueno, Maurício Theodoro e seus assessores comemoraram

Compartilhe


Hoje pela manhã (29) o desembargador Luiz Alberto Aurvale do Tribunal Regional Federal de Porto Alegre, acatando pedido da defesa e do próprio Ministério Público de segundo grau voltou atrás em sua decisão e determinou o imediato desbloqueio dos bens do prefeito Edgar Bueno, vice Maurício Theodoro, e dos assessores Ivan Serafim Borges, Agnaldo Carvalho e Valdecir.

Na decisão o desembargador deixa claro e reconhece, assim como o MP de segundo grau, que não houve apropriação indébita de bens, já que as pedras retiradas da BR 163 foram utilizadas na sua totalidade no aeroporto municipal de Cascavel.



27/08/2014 18h13

Juiz decreta prisão preventiva de Paulo Bebber

O mandado vai ser cumprido pelo Gaeco

Compartilhe


O juiz Leonardo Ribas Tavares da 3ª Vara Criminal decretou a prisão preventiva do vereador Paulo Bebber (PR), nesta quarta-feira (27). Ele é suspeito de cobrar propina para aprovar um projeto de lei, e responde pelo crime de concussão.

Ele não foi encontrado até agora. O mandado de prisão será cumprido pelo Gaeco de Cascavel.

Clique aqui e veja o link - com toda a ação







25/08/2014 17h45

Gugu Bueno indica a Câmara pedido de quebra de decoro de Bocasanta

Foi mais uma das discussões acaloradas na sessão de hoje (25) na Câmara

Compartilhe


Após o discurso de Bocasanta (PT) chamando o prefeito Edgar Bueno de "meia tigela" e a Câmara de "bodega", quando na votação do projeto Menor Aprendiz nesta manhã (25), e que Rafael Brugnerotto (PSB) foi citado por Bocasanta como "o bonito", este pediu aparte para o vereador Gugu Bueno (PR), quando este usava a palavra indicou a Bocasanta que se intere mais dos assuntos do Direito Político para não falar tanta bobagem. Depois do vereador Rafael a palavra retornou a Gugu Bueno, que defendeu o executivo e indicou a Câmara de Vereadores que tome providência sobre atitudes do vereador Bocasanta e que isto pode gerar quebra de decoro parlamentar. O assunto poderá render mais confusão amanhã (26) durante a sessão.






25/08/2014 17h39

Bocasanta classifica Edgar Bueno de "meia tigela" e Câmara de "bodega"

Os termos foram usados durante discurso na sessão de hoje (25) na Câmara

Compartilhe


Na sessão de hoje (25) na Câmara de Vereadores de Cascavel, quando na votação do veto do executivo municipal do projeto Menor Aprendiz, para ser implantado no município de Cascavel e que foi mantido pela maioria dos vereadores, o vereador Jorge Bocasanta (PT) resolveu debater o assunto e durante o discurso chamou o prefeito de Cascavel, Edgar Bueno (PDT) de "meia tigela", e classificou a Câmara de "bodega".



19/08/2014 11h40

PSD quer "bagunçar" a Câmara, colocando um suplente a cada 15 dias

A cada 15 dias um novo nome é lançado para assumir uma cadeira

Compartilhe


Se não fosse verdade, seria a maior comédia política que a população cascavelense poderia presenciar. O PSD de Cascavel, com três vereadores eleitos em 2012, quer agora "bagunçar" a Câmara de Vereadores com a tal ciranda de cadeiras. Dois dos vereadores titulares que ainda permanecem no partido, se licenciaram por 60 dias. Vereador João Paulo e vereador Ganso Sem Limite. Pois bem, assumiram as cadeiras de vereador os suplentes: Dr. Rafael Brugnerotto (PSB) da coligação e Professor Adenilson (PSD). Só que o partido quer agora um rodízio de suplentes, e, os dois empossados, terão de se licenciar para dar oportunidades aos suplentes seguintes, ou seja, 3º, 4º, 5º, 6º, 7º e 8º, se levar em conta o que o PSD de Cascavel quer realizar, rodízio a cada 15 dias dos suplentes nas cadeiras dos titulares licenciados por 60 dias.


DENEGRIR
A Câmara de Cascavel que já não anda com uma imagem boa perante a população, agora será denegrida com a banalização da ciranda de cadeiras que o PSD quer implantar. Se continuar com estas ideias de "suplentes assumirem por 15 dias", provavelmente daqui a pouco, teremos suplentes assumindo por uma semana, dai "até o cabos eleitorais" que registraram candidaturas para formação da chapa de vereadores, poderá assumir a cadeira. Será a verdadeiro "samba do crioulo doido".

NÃO SAIO I
O vereador empossado, Dr. Rafael Brugnerotto, declarou a coluna há pouco, que apesar de hoje vencer o prazo estipulado pela coligação de 15 dias na vereança, não vai sair de licença, primeiro porque 15 dias não dá para fazer nada e segundo, porque corre o risco de renúncia. Já que não tem motivos para se licenciar neste período de 30 dias, que no entendimento dele, seria um prazo normal para um suplente assumir a cadeira.

NÃO SAIO II
Já o vereador empossado na segunda cadeira do PSD, Professor Adenilson, disse a coluna que vem realizando um trabalho de indicações e de projetos junto as comunidades, e nestes 15 dias, não foi o suficiente para elaborar um projeto para beneficiar a população. Como o caso do levantamento que está fazendo sobre os pontos de Ônibus coletivo e calçadas sem condições do portador de deficiência poder se locomover.

INDICATIVOS
Os indicativos são de que nem o vereador Dr. Rafael e Professor Adenilson se licenciarão hoje - prazo final dos 15 dias do rodízio de suplentes implantado pelo PSD-. Fica agora o questionamento: Os titulares João Paulo e Ganso Sem Limite, voltarão a cadeira de titular antes do término da licença de 60 dias? Se isso acontecer, nem os vereadores, tão pouco os dirigentes partidários querem o bem da população, até porque, isso significa uma moeda de "agrado" àqueles que não fizeram votos suficientes para representar a população. Fica o registro!!!



Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY