09/12/2014 14h57

Paulo Bebber é escoltado até o Fórum para participar de audiência

Ele chegou no início da tarde, acompanhado do filho e do advogado

Compartilhe


O vereador Paulo Bebber (PR) participa nesta tarde (9), de uma audiência no Fórum de Cascavel. Ele chegou no início da tarde ao local, sob forte esquema de segurança e entrou pela porta dos fundos do Fórum. Participam da audiência outras 11 testemunhas de acusação. O vereador será ouvido somente na quinta-feira (11), assim como as testemunhas de defesa.





08/12/2014 08h03

ValeSim de Cascavel, deverá abrir novos pontos de venda nos terminais

Poderão ser implantados mais dois pontos de vendas

Compartilhe


Lei do vereador Jaime Vasatta (PTN), que estabelece a criação de no mínimo três pontos de vendas do vale transporte em terminais de transbordo, aprovada pela Câmara e promulgada pelo presidente do Legislativo Cascavelense, mas que teve uma ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) impetrada pelo Executivo Municipal junto ao TJ-PR (Tribunal de Justiça do Estado), uma vez que para o Executivo esta é uma Lei inconstitucional, recebeu na semana passada parecer favorável a Lei.

300 MIL HABITANTES
A Lei prevista na constituição federal prevê que para municípios que possui transporte coletivo "compartilhado" com o município, a cada 100 mil habitantes deverá ter um ponto de venda do vale transporte. Neste sentido, Cascavel com mais de 300 mil habitantes e que possui apenas um ponto de venda tão somente, deverá se adequar a Legislação vigente. Tal foi o parecer do TJ-PR.

RESULTADO
Com o parecer do TJ-PR derrubando a ADIN impetrada pelo Executivo Municipal, a ValeSim deverá implantar mais dois pontos de vendas do vale transporte, assegura o vereador Jaime Vasatta.




08/12/2014 07h36

Reajuste no IPTU de 35% para 2014, pode ser reduzido com emendas

Emendas serão apreciadas hoje na plenária da Câmara

Compartilhe


O Executivo Municipal de Cascavel, quer aumentar o valor venal do IPTU em 35%. O assunto muito debatido parecia estar consolidado, porém, de ultima hora, o vereador João Paulo (PSD) elaborou uma emenda que reduz este percentual de aumento para 20%. Já o vereador Pedro Martendal (PSDB), quer uma redução ainda maior. Para ele, um aumento de 7% mais a correção monetária do ano, é o suficiente. Ambos os vereadores não são contra o rejuste do valor venal no IPTU que encontra se defasado. Mas este índice pode ser menor argumenta o vereador João Paulo. Já Martendal quer que o reajuste de 35% seja dividido em 5 anos, resultando de um aumento anual de 7%.

SESSÃO
Ambas as emendas serão apreciadas logo mais na sessão da Câmara Municipal de Cascavel, resta saber se o "time da base" vai concordar ou vai derrubar as emendas. Agora é esperar para ver no que vai dar!!!




03/12/2014 07h36

Processo de cassação de Edgar Bueno tem movimentação no TSE

O nome do vice Maurício Theodoro também consta no processo

Compartilhe


O processo de cassação do prefeito Edgar Bueno e do vice Maurício Theodoro teve movimentação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nesta terça-feira (2).




01/12/2014 10h14

Diretor de Planejamento faz explanação sobre área do Shopping Catuaí

Adir Tormes explicou todo o mapeamento da região designada a construção

Compartilhe


O diretor da Secretaria de Planejamento de Cascavel, Adir Tormes, esteve na Câmara Municipal de Cascavel nesta manhã (1º) fazendo uma explanação sobre a área destinada a construção do Shopping Catuaí, em que, a procuradoria da República pediu a paralisação da obra alegando danos ambientais no local.

por Luiz Nardelli - VT Danyelle Wolff - departamento de Jornalismo da CATVE


EXPLANAÇÃO
Como já havia demonstrado no programa Bate Rebate da CATVE, o mapa e laudos, Adir Tormes veio a Câmara munido de vasta documentação e mapas que estão sendo apresentados aos vereadores, uma vez que o diretor foi convidado ainda na semana passada para se fazer presente e esclarecer algumas dúvidas aos legisladores que, na sua maioria estão voltados a debater e discutir o desenvolvimento do município de Cascavel.

CÓDIGO FLORESTAL
Adir iniciou a sua explanação exibindo a lei do Código Florestal, lei esta que rege todo o Brasil. E nela, fica demonstrado que o Código Florestal exige 30 metros de distância para edificações quando a caixa do leito não ultrapassar a 10 metros. E da mesma forma a Lei prevê que para edificações respeitando as dimensões onde há nascentes, ou vertentes esta distância deverá ter 50 metros de raio com mata ciliar. Adir afirmou que o Plano Diretor do município além de respeitar a Lei do Udo do Solo também é feito baseado no Código Florestal, lei maior que rege a questão ambiental no país. E isto está sendo rigorosamente respeitado. Vale lembrar que a lei do Código Florestal é uma lei federal, e para isso mais de 10 vereadores estão inscritos para questionar o diretor Adir Tormes e debater o assunto para depois tomar as devidas providências juntamente com a maioria dos demais vereadores, de como agir perante a procuradoria da República e, o Ministério do Meio Ambiente.

BOCASANTA
Fazendo jus ao nome, o vereador Jorge Bocasanta (PT) ao fazer questionamento para o diretor Adir, durante seu pronunciamento disse que é contra a construção do Shopping, e aqueles que lideraram o projeto da obra deveriam ser presos. O que foi amplamente ouvido comentários na plenária da Câmara. Bocasanta por ser oposição ao atual governo municipal muitas vezes é do contra simplesmente para ser contra, todavia o questionamento do vereador foi respeitado e teve a resposta a altura de sua "ignorância política administrativa".





26/11/2014 10h19

Comissão de Finanças se reúne para discutir Lei Orçamentária Anual

Luiz Frare, Claudio Gaiteiro e Walmir Servegnini estão reunidos

Compartilhe


A Comissão de Finanças da Câmara Municipal de Cascavel, composta pelos vereadores Claudio Gaiteiro (PSL), Luiz Frare (PDT) e Walmir Servegnini (PROS), que desde o início da legislatura se reúnem todas as quartas-feiras às 10h, no plenário da Câmara, hoje (24) mudou seu ritmo e, sem explicação a reunião está acontecendo no gabinete do vereador Luiz Frare. Desse modo há suspeita de que a reunião a portas fechadas tenha sido realizada porque o assunto mais importante tratado para dar parecer é o da LOA (Lei Orçamentária Anual). Apesar do plenário da Câmara estar sendo utilizado por um Conselho instituído na cidade a reunião elaborada sem gravação para dar os pareceres suscita desconfianças por parte da imprensa que está presente na Câmara.




24/11/2014 09h56

Celso Dal Molin assume a cadeira de vereador de Paulo Bebber

Ele foi recebido pelos demais legisladores

Compartilhe


Nesta manhã (24), o suplente de vereador Celso Dal Molin (PR), assumiu a cadeira do vereador Paulo Bebber, que protocolou hoje pedido de licença por até 30 dias, sem remuneração, na secretaria da Câmara.

Bebber preso em 1º de setembro tinha prazo quase expirado em faltas nas sessões da Câmara, por isso o pedido de licença sem remuneração para não perder o mandato por faltas.

Cobertura completa no Jornal da Catve - 12h15






24/11/2014 07h43

Mesmo preso, Bebber protocola pedido de licença da Câmara

Ele já faltou em 26 das 29 sessões que pode faltar

Compartilhe


por Luiz Nardelli - VT Fernanda Toigo do departamento de Jornalismo da CATVE

O protocolo foi feito por volta das 9 horas da manhã por uma assessora do gabinete de Paulo Bebber de forma discreta, quase despercebida. O documento foi validado junto à diretora de plenário que imediatamente levou ao presidente da casa, Márcio Pacheco.

Paulo Bebber solicitou licença por trinta dias para tratar de assuntos particulares, para evitar a perda do mandato, já que cada vereador tem direito à 29 faltas em sessões, hoje seria a vigésima sétima.

Celso Dal Molin o suplente, não perdeu tempo e marcou presença. Como em ocasião anterior Celso Dal Molin já havia prestado juramento, a convocação ficou mais simples e direta, bastou sentar no plenário que já foi chamado para assumir a cadeira de vereador. Na chegada ele fez questão de ignorar a placa com o nome de Paulo Bebber que é seu colega de partido.

Com o pedido de licença o nome de Paulo Bebber terá de ser substituído, mas esta não será a única mudança, os funcionários do gabinete vivem hoje o último dia de expediente e Celso Dal Molin que a princípio terá um mandato temporário já anunciou que virá com uma equipe nova de trabalho.

Paulo Bebber está preso desde o dia 1º de setembro, o juiz da 3ª Vara Criminal de Cascavel, Leonardo Ribas Tavares agendou duas audiências para ouvir testemunhas. Na primeira que acontecerá no dia 9 de dezembro serão ouvidos Jaime Vazata que foi o relator do processo de cassação, Marcos Rios por ter trocado ligações com Bebber e também Luiz Frare e João Paulo de Lima, além da assessora do gabinete de Jorge Menegatti, Maria Claudia Aleixo. No dia 11 de dezembro serão ouvidos os vereadores Gugu Bueno, Márcio Pacheco e Jorge Menegatti. Após as oitivas com as testemunhas será a vez dos réus sentarem frente a frente com o juiz, e Paulo Bebber é o principal personagem.




18/11/2014 09h50

Procurador da Câmara de Cascavel deverá deixar o cargo em Janeiro/2015

Ele recebeu convite para estar na Assembleia Legislativa no próximo ano

Compartilhe


"Em momento de muda, passarinho não pia", essa frase célere é do ex-vereador e ex-deputado, Antonio Carlos Baratter. Assim está a situação do procurador da Câmara de Cascavel, Pascoal Muzelli Neto. Momento crucial para pretensões futuras do profissional do direito que exerce função de procurador na Câmara Municipal de Cascavel. Segundo informações preliminares, Pascoal recebeu convite do deputado eleito e presidente da Câmara no momento, Marcio Pacheco para assumir a chefia de gabinete na Assembleia Legislativa do Paraná, quando fevereiro chegar.

OUTROS CONVITES
De outro lado, as conversações que ora acontece na formação de um novo grupo em Cascavel, Pascoal poderá também exercer função de Procurador da Mesa Diretora da Assembleia, caso o grupo que ora esta em formação para a disputa da Mesa Diretora, seja eleita. No caso, Ratinho Junior ou alguém de sua indicação.

MALAS PRONTAS
De qualquer forma, é certo que Pascoal Muzeli Neto, deixará a Câmara de vereadores depois que "Papai Noel" passar. Curitiba é o destino, seja no Gabinete de Marcio Pacheco, seja na Mesa Diretora da Assembleia ou até no Governo do Estado. Tudo pode acontecer, querendo ou não os "rivais" e/ou "inimigos" de Pascoal Muzeli!




18/11/2014 09h31

Passada as eleições, novos grupos políticos estão se formando

Deputados eleitos já fazem aproximações

Compartilhe


Passado o período eleitoral, deputados eleitos e reeleitos estão conversando nos bastidores para caminharem juntos na próxima legislatura da Assembléia Legislativa do Paraná.

MESA DIRETORA
As conversações giram em torno da formação da Mesa Diretora da Assembleia. Deputado eleito pelo PPL, Márcio Pacheco e deputado reeleito, Leonaldo Paranhos (PSC) estão conversando no intuito de estarem no mesmo grupo político na Assembleia e também visando à prefeitura de Cascavel daqui a dois anos.

APOIO
Segundo fontes, os deputados eleitos Márcio Pacheco e Leonaldo Paranhos, estão muito próximos, além do que possam imaginar os mais céticos da política nativa. Conversas no sentido de estarem no mesmo grupo está bem alinhavada. Pacheco em conversa com o deputado Ratinho Junior (PSC), pretenso candidato a presidência da Assembleia, informou ao mesmo que estará com ele na eleição da Mesa Diretora, caso não seja o candidato, vai com quem ele apoiar, mesmo que seja um poste!

PREFEITURA
Visando as eleições municipais, Pacheco e Paranhos formarão um novo grupo pelo que tudo indica. Caso Paranhos não seja o candidato, por motivos óbvios - 40 mil votos fora de Cascavel-, este apoiará Pacheco para prefeito em Cascavel. Caso Paranhos decida vir a disputar o pleito, Pacheco o apoiará. Mas será que isso se concretizará? Acordos desse momento são o que acontecerá no futuro?




Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY