17/11/2016 10h19

Presidente da Câmara de Cascavel quer permanecer no cargo

Compartilhe


O atual presidente do Legislativo cascavelense, Gugu Bueno (PR), articula junto aos demais vereadores reeleitos (07) e eleitos (14) a permanência na Presidência da Casca para o biênio 2017/2018.

ARTICULAÇÃO

Mesmo contando com o desgaste de presidir a Câmara no segundo biênio desta Legislatura, em que fez um trabalho de economia devolvendo aos cofres públicos mais de R$ 4 milhões de reais em 2015, e neste ano a expectativa é de devolver o mesmo montante, Gugu Bueno vem articulando junto aos vereadores a sua possível eleição para a presidência da Casa. Segundo informações, Gugu tem se reunido com os vereadores eleitos e reeleitos no sentido de formar um grupo que possa dar continuidade aos trabalhos Legislativos deste mandato.

A LISTA

Segundo fontes, um documento pré-elaborado pelo grupo de apoio a sua candidatura, possui 14 assinaturas de vereadores eleitos e reeleitos para eleger Gugu Bueno em 1 de janeiro de 2017 a presidência da Câmara. A Lista está composta por novatos e reeleitos.

INTERFERÊNCIA

Comentários de bastidores da Câmara e de rodas de conversas dos próprios vereadores que irão compor a próxima Legislatura, são de que Gugu Bueno poderá estar como presidente na situação ou na oposição! Se o prefeito eleito Leonaldo Paranhos não interferir na eleição da Mesa Diretora e deixar para que os vereadores decidam para que lado querem estar, Gugu poderá estar na situação, caso haja interferência do prefeito eleito na eleição da Mesa, é certo que mesmo com mais dificuldade, ele irá se eleger, daí será oposição a gestão executiva do futuro prefeito, Leonaldo Paranhos (PSC).

TRANSPARÊNCIA I

Esta será a primeira demonstração de que o prefeito eleito Leonaldo Paranhos irá proporcionar aos seus 86.099 votos obtidos de que sua administração estará voltada pela transparência e economia. Não interferindo no Poder Legislativo na qual não disputou a eleição para tal.


TRANSPARÊNCIA II
Os poderes devem ser respeitados, embora saibamos que não é bem assim. Mas para quem fez uma campanha de proposta de respeito ao eleitor e aos poderes, seria prudente não interferir. Caso haja necessidade disso acontecer, então, que escolha pessoas de capacidade de articulação, administração política e administrativa, não por apadrinhamento ou amizade de um ou outro eleito em seu grupo político. Caso contrário, será como todos os demais que pela prefeitura passaram. Nada de novo, será "tudo como Dantes no Quartel de Abrantes", ou seja, não será aquilo que propagou durante a campanha!!



17/11/2016 09h37

A disputa pela presidência da Câmara de Cascavel - por Luiz Nardelli

Compartilhe


A corrida pela Presidência da Câmara Municipal de Cascavel na próxima Legislatura vem sendo debatidas pelos 21 vereadores eleitos em outubro. A cada semana reuniões entre grupos diferentes são realizadas, porém muitas delas, com os mesmos participantes. De que lado estarão esses que participam dessas reuniões?

NOVATOS

A corrida pelo posto maior do Legislativo cascavelense possui alguns nomes de "marinheiro de primeira viagem", no caso são os novatos.

Eles querem formar um grupo e disputar a presidência da Casa. Por outro lado, os mesmos que "querem", somente querem, já que não possuem experiência legislativa e tão pouco tem poder de articulação, até mesmo com os próprios novatos!

QUANTOS QUEREM?

Do grupo dos novatos, 14 vereadores foram eleitos, cerca de cinco querem a presidência da Casa, Alécio Espínola (PSC), Josué de Souza (PTC), Mazutti (PSL), Carlinhos (PSC), Misael Junior (PSC). Mais pelo andar da carruagem, mesmo cedo para uma análise mais definida, estes ainda não conseguiram aglutinar a maioria dos votos para ser o presidente da Câmara.


18/10/2016 15h15

Professores e alunos lotam plenário contra declarações de vereador

Compartilhe


A plenária ficou lotada de professores e estudantes na sessão da Câmara de Vereadores de Cascavel nesta terça-feira (18).

A presença dos graduados e estudantes se dá pelo fato da leitura de uma carta de repúdio que deverá ser lida pelo vereador professor Paulino (PT) na tribuna da Câmara. O texto reclama do pronunciamento feito ontem pelo vereador Rômulo Quintino, que cobrou o direito de quem prefere estar em sala de aula, sem aderir o protesto. Todavia, Rômulo apontou em seu pronunciamento, a manipulação política do movimento de protesto dos professores e alunos! O vereador declarou que atitudes como essa que ocorre tem ligação fortes com a APP Sindicato e citou: "Não sei se é APP sindicato ou APT sindicato. E foi além: "Alguns professores ao invés de educar, deseducam".

Também a presença de professores na Câmara hoje tem respaldo de protesto sobre o adiamento de oito sessões da Moção de Apoio e Solidariedade aos estudantes secundaristas.




14/10/2016 12h19

Eleição de Foz do Iguaçu vai parar no TSE

Chico Brasileiro eleito prefeito de Foz, poderá não assumir e nova eleição deverá ser

Compartilhe


Foz do Iguaçu, uma cidade pacata do interior paranaense, sofre com os desmandos públicos. O primeiro trata-se do atual prefeito Reni Pereira (PSB), afastado por suposta corrupção e em prisão domiciliar há mais de 60 dias. O segundo caso foi a eleição municipal de 02 de outubro deste ano. Foz conta com um colégio eleitoral de 165.730 eleitores, destes, 14.891 não compareceram as urnas. Com o comparecimento de 150.839 eleitores, CINCO candidatos a prefeito receberam votos. Votação perfeita se o candidato Paulo Mac Donald não estivesse concorrendo a cadeira de prefeito com a candidatura indeferida pelo TRE.

RECURSO

Mesmo tendo o registro indeferido pelo TRE em primeira e segunda instância, Mac Donald (PDT), concorreu ao cargo com recurso impetrado no TSE.

PREFEITO

Chico Brasileiro (PSD) com 54.488 mil votos se elegeu, mais tem pela frente o julgamento do candidato Paulo Mac Donald que fez 58.163 mil votos, ainda em recurso no TSE para que seja realmente consolidada sua eleição!

NOVA ELEIÇÃO

Caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgue procedente o indeferimento da candidatura de Mac Donald do TRE/PR, uma nova eleição poderá ser marcada para Foz do Iguaçu. Neste Caso, Paulo Mac Donald não poderá concorrer e novos candidatos devem aparecer.

Nanci Rafagnin (PDT), vereadora mais votada em Foz e do Oeste Paranaense, é uma delas e pode disputar a eleição!

NANCI RAFAGNIN

Eleita vereadora com 5.192 votos, Nanci Rafagnin tem o apoio dos eleitores e da própria coligação para ser candidata a prefeita ainda neste ano, caso venha acontecer nova eleição em Foz.

DÚVIDAS

Nanci Rafagnin poderá se candidatar a prefeita, visto que se elegeu vereadora neste pleito?

RESPOSTA

Segundo a Legislação eleitoral vigente no Brasil, o candidato (a), mesmo diplomado (a) poderá ser candidato (a), sendo desnecessário aos ocupantes do cargo do legislativo, a se desincompatibilizar ou renunciar mandato para a disputa de cargo do Executivo ou a reeleição do Legislativo!

RESULTADO

Nanci Rafagnin poderá ser candidata e virar prefeita de Foz do Iguaçu, caso tenhamos nova eleição naquele município e se obtiver os votos suficientes para vencer o pleito. Caso contrário, continua sendo a vereadora mais votada do Oeste do Paraná para o exercício, 2017/2020!



12/10/2016 13h06

Jorge Bocasanta passa bem após cateterismo

Procedimento realizado na quarta-feira (12) foi bem sucedido

Compartilhe


O procedimento de cateterismo do vereador reeleito Jorge Bocasanta (PROS) foi bem sucedido. Ele permanece hospitalizado no Hospital Policlínica em Cascavel, mas deve receber alta ainda hoje.

Bocasanta passou mal durante a madrugada de quarta-feira (12) e precisou ser internado.


12/10/2016 10h23

Vereador reeleito Jorge Bocasanta passa mal e vai parar no hospital

Compartilhe


O médico e vereador reeleito com 1.870 votos, Jorge Bocasanta (PROS), será submetido ao procedimento de cateterismo às 11:00 da manhã no Hospital Policlínica em Cascavel.

O parlamentar passou mal durante a madrugada. Teve muitas dores no peito e foi levado para atendimento médico. Esta não é a primeira vez que Bocasanta passa por uma cirurgia cardíaca.


07/10/2016 09h42

Lista dos vereadores eleitos e dos suplentes de Cascavel

Compartilhe


Terminado o pleito eleitoral de Cascavel no último domingo (02), quando Leonaldo Paranhos (PSC) se elegeu prefeito da Cidade com mais de 86 mil votos, no primeiro turno, concorrendo com mais SEIS candidatos, elegeram-se também 21 vereadores.

Na eleição proporcional - chapa de vereadores-, haviam 15 registros de coligações no TRE, das registradas, 11 fizeram vereadores; e 15 partidos estarão representados na Câmara Municipal de Cascavel a partir de 1º Janeiro 2017.

Lista dos vereadores eleitos e suplentes:

CASCAVEL PARA TODOS
(PR - PTN - PSB)

ELEITOS:
Gugu Bueno - PR
Celso Dal Molin - PR
Jaime Vasatta - PTN

SUPLENTES:

1 º Rafael Brugnerotto - PSB
2º Cidão da Telepar - PSB
3º Sadi Kisiel - PTN




PARTIDO SOCIAL CRISTÃO (PSC)
Carlinhos - PSC
Misael JR - PSC
Alécio Espinola - PSC

SUPLENTES:
1º Professor Santello - PSC
2º Vanderlei do Conselho - PSC
3º Pedrinho Silvério - PSC



PARTIDO SOCIAL LIBERAL (PSL)

ELEITOS:
Romulo Quintino - PSL
Mazutti - PSL
Valdecir Alcantara - PSL

SUPLENTES:
1º Nei Haveroth - PSL
2º Soldado Jefferson - PSL
3º Américo - PSL



A MUDANÇA COMEÇA AGORA
(PPL - PRB)

ELEITOS:
Serginho do Alfa - PPL
Fernando Hallberg - PPL

SUPLENTES:
1º Pastor Eduardo - PRB
2º Toninho Frentista - PPL
3º Celso Lunkes - PPL



POR UMA CASCAVEL DE TODOS
(PMB - PCdoB)

ELEITOS:
Madril - PMB
Paulo Porto - PCdoB

SUPLENTES:
1º Prof. Adenilson - PMB
2º Monica Silveira - PCdoB
3º Marquinhos da Conti



UNIDOS POR CASCAVEL
(PROS - PEN - PHS - PMN)

ELEITOS:
Bocasanta - PROS
Olavo Santos - PHS

SUPLENTES:
1º DR. Bruno Domingues - PMN
2º Diego Gordilho - PEN
3º Tiago Almeida - PHS

UNIDOS PELO TRABALHO (PSDB - PDT ? PPS)

ELEITO:
Pedro Sampaio - PSDB
Cabral - PDT

SUPLENTES:
1º DR. Burgarelli - PDT
2º Poliana - PDT
3º Divino Godoi - PPS




MUDANÇA COM QUALIDADE
(PTC - PTB - PRP - DEM)

ELEITO:
Josué de Souza - PTC

SUPLENTES:
1º Josias - PTC
2º Edy Carlos - DEM
3º Rosana Anastácio - PTC



Partido do Mov. Dem. Brasileiro (PMDB)

ELEITO:
Parra - PMDB

SUPLENTES:
1º Rui Capelão - PMDB
2º Joceh da Auto Escola - PMDB
3º Professora Marlene - PMDB



PARTIDO PROGRESSISTA (PP)

ELEITO:
Mauro Seibert - PP

SUPLENTES:
1º Dorival Lino - PP
2º Anderson Fagundes - PP
3º Xiquinho do Lanche - PP



RENOVA CASCAVEL (PSDC - PTdoB - PRTB)

ELEITO:
Damasceno JR - PSDC

SUPLENTES:
1º Nadir Lovera - PTdoB
2º Rodrigo Araújo - PRTB
3º DR Ederson - PTdoB




03/10/2016 12h01

Secretário de esportes de Cascavel pede exoneração

Compartilhe


O secretário de esportes de Cascavel, Wanderley Faust pediu exoneração do cargo ao prefeito Edgar Bueno nesta manhã (3). Alegando necessidade para tratar de assuntos particulares, Faust entregou o pedido de exoneração e agradeceu a oportunidade por desempenhar a função de secretário ao prefeito.

ACEITO

O prefeito aceitou o pedido de exoneração e imediatamente nomeou interinamente o diretor de esportes, Fabio Brugnerotto para exercer a função.

Na página do facebook Faust anunciou a saída com um agradecimento " Os quase quatro anos a frente dessa pasta foram bastante gratificantes por tudo que conseguimos construir pelo município graças a ajuda dos colaboradores da Semel, do prefeito Edgar Bueno, do vice-prefeito Mauricio Theodoro e demais colegas secretários. Acredito que fizemos, juntos, um bom trabalho por Cascavel, alcançando títulos e garantindo apoio ao esporte de nossa cidade tanto do governo municipal, quanto do estadual e do federal. Não foi uma missão fácil, ainda mais considerando a crise financeira pela qual passamos, mas fazer parte da administração pública nunca deveria ser fácil. A todo momento precisamos refletir sobre nossas prioridades de coração aberto, pensando na população com carinho, mas com muita responsabilidade, pois o dinheiro investido em cada ação sai do bolso de todos nos."



03/10/2016 09h05

Cascavel amanheceu com prefeito novo!

Compartilhe


Passado o pleito eleitoral, Paranhos (PSC) eleito prefeito de Cascavel para 2017 à 2020, Cascavel amanheceu mais feliz!!! Paranhos eleito no primeiro turno com 86.099 votos (51.17%), fez o amanhecer dos cascavelenses, na sua maioria, mais alegre!!!

MITO MANTIDO

Alguns mitos são trazidos a discussão nas eleições de Cascavel. EXEMPLO: um deles era de que, quem tinha votos na família Seibert`s, era o Mauro, e não o Mário. Pois bem, o Mito é real neste caso! Mauro Seibert (PP), saiu candidato e fez 1.328 votos, se elegendo vereador.

MITO DERRUBADO I

Alguns MITOS foram derrubados, como por exemplo: Apoio da máquina pública, que segundo a lenda, transforma o candidato apoiado pela maquina em um possível eleito! Caiu o mito: Marcos Vinícius do PSB de Cascavel, teve o apoio da máquina pública na esfera municipal e estadual. Prefeito Edgar Bueno (PDT) e do governador Beto Richa (PSDB) e mesmo assim, ficou em 5º lugar na eleição de prefeito com 6.327 (3,76%) votos.

MITO DERRUBADO II

Outro mito derrubado nesta eleição vai de encontro com uma realidade a muito descartada pelos políticos "SÉRIOS" ; Trata-se de materiais "APÓCRIFOS", distribuídos durante a campanha. A coligação do candidato Marcos Vinicius distribuiu material denegrindo seus opositores. RESULTADO: caiu nas pesquisas e nos votos, a população repudiou tal atitude. Outras situações de materiais apócrifos são as montagens feitas e postadas nas redes sociais, não teve recepção pelo "e-leitor". A sacanagem na mídia eletrônica não deu certo em Cascavel, tão pouco em Toledo. Que diariamente Newsletter era distribuído na cidade na tentativa de denegrir Tita Furlan vice e Lucio de Marchi prefeito. Não deu certo, foram eleitos com mais de 20% de vantagem em cima do atual prefeito, Beto Lunitti.

FINAL

Com tudo isso, fica os indicativos para o próximo pleito. Candidatos tem de ter projetos e plano de governo, não basta dinheiro, não basta apoio da máquina pública, não basta a sacanagem na mídia eletrônica, não basta distribuir apócrifos. O que RESTA é a lição: PLANEJAMENTO para entrar numa disputa eleitoral, o resto, é tudo balela!!!



23/09/2016 17h11

Tribunal de Justiça libera licitação do lixo em Cascavel

Compartilhe


O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, suspendeu na tarde desta sexta-feira (23) as liminares que haviam sido deferidas pelo Juiz da Vara da Fazenda de Cascavel em quatro ações judiciais que questionam o processo de licitação modalidade concorrência pública nº 10/2016, que visa contratar empresa para coleta do lixo urbano de Cascavel, entre outros serviços.

Na decisão o Desembargador Paulo Roberto Vasconcelos afirma que: "Conquanto a suspensão do certame vise à legalidade do procedimento licitatório, a efetivação das liminares neste momento poderia trazer mais malefício do que o proveito esperado. Não se está com isso a chancelar possíveis ilegalidades discutidas nos processos em que as decisões foram dadas - mérito sobre o qual a Presidência do Tribunal não se pronuncia -, mas a reconhecer que tutela melhor o interesse público imediato a contratação que advenha de algum procedimento licitatório, mesmo com os critérios discutidos."

Das razões que o levaram a decidir, segundo informou no texto decisório, destaca-se: "Há, pois, concreta possibilidade de interrupção de serviço essencial relativo à preservação do meio ambiente e manutenção da saúde pública do Município de Cascavel. Ainda que se admita que se abriria a possibilidade de contratação emergencial, diante do término do contrato anterior e da suspensão do procedimento licitatório por força das liminares ora questionadas, não pode ser desconsiderada a evidência de que nessa situação haveria o Município de Cascavel de suportar custos por certo superiores aos que obteria por meio do certamente suspenso, quando então essa suspensão, se não determinasse prejuízo à saúde pública, traria malefício à economia pública."

Portanto, com a decisão, o Presidente não entrou no mérito da decisão do juiz de Cascavel, mas a suspendeu por entender que manter o edital suspenso poderá ser mais prejudicial ao povo de Cascavel do que o prosseguimento do feito, ressaltando que não entra no mérito da discussão.

Licitação foi suspensa em agosto; Veja aqui


Luiz Nardelli
Casado com Margaret Seghetto, pai de Tarlliza e Leonardo, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há mais de 36 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 50 anos, técnico em estatística e jornalista desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão de colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 10 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário, Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. Nas mesmas emissoras, há sete anos, sou apresentador do programa Bate Rebate.

Atualmente dividindo bancada com o polêmico jornalista Sérgio Ricardo. Atuo também na Catve/FM – 91.7 no programa EPC – Esporte, Política e Cidadania, transmitido também pela Catve.tv das 18 as 19 horas diariamente, este programa em parceria com Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve.

Apresentador, locutor, comunicador e narrador esportivo nas horas vagas kkkkkkkk. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e internautas. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY