04/08/2015 10h50

Câmara não descarta possível mandado de segurança contra o CISOP

Compartilhe


A coletiva da CPI do CISOP na Câmara de Vereadores de Cascavel esclareceu alguns pontos que poderá levar o legislativo cascavelense impetrar junto ao Judiciário pedido de mandado de segurança contra o CISOP, caso o órgão não colabore com a investigação da comissão na aplicação de 57% dos trabalhos do CISOP gerido pelo município de Cascavel.

LIMINAR
O pedido de liminar impetrado pelo gestor do CISOP, prefeito de Diamante do Sul, Darci Tirelli, gerou mais suspeitas aos vereadores cascavelenses quanto a aplicação dos cerca de R$ 500 mil em verbas destinada ao Consórcio para atendimento a população de Cascavel. A suspeita contra o CISOP é de que: servidores fantasmas, apadrinhamento de servidores em funções gratificadas, pagamento de exames laboratoriais sem a devida estatística e o número de consultas efetuadas na população cascavelense. Deste modo durante a coletiva os membros da CPI Rômulo Quintino e Jaime Vasatta juntamente com o presidente da Câmara, vereador Gugu Bueno enfatizaram a necessidade e a obrigação da Câmara investigar, fiscalizar onde está sendo aplicado as verbas de Cascavel para o atendimento deste mesma população, já que consta nas estatísticas do Consórcio um represamento de consultas de mais de 43 mil.

POSSIBILIDADES
Durante a coletiva ainda não ficou descartado a possibilidade da CPI, seja qual for a decisão do Judiciário contra o pedido de liminar do CISOP de indicar a prefeitura de Cascavel a criação de um Centro de Especialidade Municipal para atendimento exclusivo da população cascavelense, com as verbas que hoje são aplicadas no CISOP. E aí o Consórcio trabalha simplesmente para os municípios que fazem parte com os 43% que resta na divisão total.












03/08/2015 09h55

Demagogia pouca é bobagem para vereador Jorge Menegatti

Compartilhe


O recesso parlamentar da Câmara de Vereadores de Cascavel terminou e, iniciou hoje (3) as sessões ordinárias do Legislativo cascavelense. Para tanto, uma surpresa inesperada proporcionada pelo vereador Jorge Menegatti marcou o início da sessão. A Câmara tem uma resolução que vereadores devem se comportar durante as sessões da Câmara trajados a rigos, ou seja, de terno e gravata.

AGOSTO AZUL
Menegatti compareceu na sessão trajando camiseta com os dizeres "Cascavel Azul", fazendo alusão publicitária da campanha Agosto Azul. Todavia os demais vereadores trajam terno e gravata. Menegatti quando questionado alegou que a multa que deverá pagar por não utilizar o traje a rigor da sessão legislativa (terno e gravata) será revertida à APAE, no montante de R$ 480,00. Não seria mais prudente o vereador fazer a doação do dinheiro diretamente à APAE, para quem sabe não fazer demagogia perante ao público que comparece a Câmara de Vereadores, demonstrando que vai fazer doação de dinheiro à APAE.




29/07/2015 15h41

Bocasanta perseguido pelo Executivo Municipal pede exoneração

Compartilhe


O vereador e médico Jorge Bocasanta (PT), que atua há mais de 10 anos nos quadros de servidores da Prefeitura de Cascavel, depois de muitas críticas e perseguição segundo ele, do Executivo Municipal, após a eleição de 2012, quando foi eleito vereador - pediu exoneração do cargo de médico na manhã de hoje (29).

SUSPENSÃO
O fato que acarretou no pedido de Bocasanta, segundo ele, foi a suspensão imposta pelo Executivo Municipal na sua ausência do atendimento na UBS neste período de recesso parlamentar, quando ele viajou com a família de férias. Para ele a perseguição é constante, já que é do quadro de oposição ao Executivo na Câmara de Vereadores. E esta foi a gota de água para o pedido de exoneração.

CASCAVEL VELHO
Moradores e usuários do sistema UBS do bairro Cascavel Velho onde Bocasanta atendia, estão elaborando um abaixo-assinado para que o médico não deixe de atender na Unidade de Saúde. O abaixo-assinado também prevê ao Executivo uma melhor análise sobre a suspensão ao médico. Embora Bocasanta tenha deixado claro ao portal catve.com que não voltará atrás.



17/07/2015 11h29

Pré-candidato a prefeito Agnaldo Carvalho denuncia Marcio Pacheco

Ele apresentou documentos sobre locação de carros feita pelo deputado

Compartilhe


Durante o programa Bate Rebate desta quinta-feira (15), o pré-candidato a prefeito de Cascavel pelo PRTB, Agnaldo Carvalho fez denúncia contra o deputado estadual Marcio Pacheco (PPL). Segundo ele, o deputado locou a partir de março de 2015 veículos de uma empresa cuja data de abertura, segundo a Junta Comercial, foi em 11 de dezembro de 2014, pouco tempo depois de ter sido eleito para a Assembleia Legislativa. A referida empresa tem entre seus sócios uma pessoa sem nenhum histórico comercial de locação de veículos e bastante ligada ao deputado Pacheco, Claudemir Orben. Agnaldo disse também que foi até o local que seria sede da empresa e lá deparou-se com serviços diferentes de locação de veículos e uma pessoa no local disse desconhecer o assunto.

Assista o vídeo








14/07/2015 16h08

Presidente chama de demagogos vereadores que votaram contra reajuste

Compartilhe


O presidente da Câmara de Vereadores de Cascavel, Gugu Bueno (PR), após a aprovação do projeto que dispõe sobre o reajuste salarial dos servidores públicos de Cascavel, concedeu entrevista a CATVE e disse em alto e bom som chamando os vereadores que votaram contra o aumento salarial de "demagogos". Os votos contrários foram: Jorge Menegatti, Luiz Amélio Burgarelli, Rui Capelão e Professor Paulino. A situação da votação parou na tribuna da Câmara.

IPTU
Ao fazer uso da palavra no final da sessão o vereador Luiz Frare (PDT) invocou o espírito parlamentar, mirou para Rui Capelão e descascou o verbo. Disse que o aumento do IPTU não é somente para despesas com os servidores, e sim para aplicação das verbas na saúde, na educação e todas as áreas que necessitam de investimento. Já que Capelão e demais vereadores que votaram contra o aumento de 6% durante a votação do projeto, declarou que: aumentam IPTU e não repassam o dinheiro para o servidor, já que esses vereadores são a favor do aumento de 8,17% e não de 6% tão somente.



13/07/2015 10h32

Projetos polêmicos do reajuste são aprovados em primeira votação

Compartilhe


O "oba-oba" sobre o projeto do reajuste no vencimento dos servidores públicos municipais, que durante alguns dias foi bastante debatido entre servidores através do Sindicato dos Servidores Municipais de Cascavel e o Siprovel, passou em primeira votação nesta manhã (13), sem maiores polêmicas na Câmara. O projeto que altera o valor da cesta básica de R$ 140,00 para R$ 159,10 passou sem maiores detalhes, enquanto o projeto do reajuste dos vencimentos teve 14 votos favoráveis e apenas um contrário.

OBA-OBA
O Sindicato dos Professores de Cascavel convocou os professores para que estivessem na Câmara para dar demonstração do descontentamento do aumento de 6%, todavia a manifestação foi pífea, não alcançando o almejado. Amanhã (14) provavelmente o projeto receberá emendas e talvez a discussão e a aprovação em segunda votação seja mais acalorada.



07/07/2015 15h20

Grupo CATVE de Comunicação recebe voto de louvor na Câmara Municipal

Os trabalhos jornalísticos segundo os vereadores foi determinante no caso do Shopping

Compartilhe


O Grupo CATVE de Comunicação recebeu nesta tarde (7), no plenário da Câmara Municipal de Cascavel um Voto de Louvor e Congratulações assinado por 20 vereadores, que reconhece "o trabalho indiscutivelmente relevante do Grupo CATVE, cuja equipe jornalística tem conduzido de forma exemplar matérias importantes para a cidade, com ética e imparcialidade, sempre comprometida com a sociedade, seus valores e suas necessidades".

DISCURSO
O diretor geral do Grupo CATVE de Comunicação, Jorge Luiz Fernandes Guirado, agradeceu a homenagem e enalteceu o trabalho jornalístico desenvolvido pelo Grupo. Também esteve presente o empresário Assis Gurgacz.







06/07/2015 13h43

Projeto para isenção de IPTU para Associações é rejeitado pela Câmara

Compartilhe


Legislar em causa própria! Esta parece ser um dos motes de alguns vereadores de Cascavel. Durante a sessão de hoje (06) na Câmara de Vereadores, um projeto um tanto "suspeito" de beneficiar os "grandes" em nome do lazer ou espote, foi levado a votação nem plenário.

O PROJETO
O referido projeto, tratava na isenção do lançamento do IPTU para imóveis urbanos que possui Associação para pratica de esporte e Lazer. Só que o projeto, beneficiava tão somente Associações de segmentos, ou seja, locais aonde possui Associação de médicos, jornalistas, contadores, professores, ou seja, todas e quaisquer Associação de Colaboradores do Segmento.

PARECER
A Comissão de Finanças e economia, deu parecer contrário ao projeto, uma vez que o projeto beneficiária não só o vereador proponente, Luiz Burgarelli, presidente da Associação Médica de Cascavel, mas outras associações de segmentos profissionais. No parecer, ficou claro que além de ser inconstitucional legislar sobre valores do Executivo, o projeto não possui cunho social a população, mas sim, de alguns segmentos "considerados grandes" da população cascavelense.

APROVADO
Com 11 votos favoráveis e 9 contrários, o parecer foi aprovado e o projeto não entrou em votação.


06/07/2015 13h42

Vereadores, membros da CPI do Cisop iniciam os trabalhos, mas

Compartilhe


Os vereadores que compõe a CPI do Cisop, Romulo Quintino, Jorge Bocasanta e Jaime Vasatta, iniciaram hoje (06) as investigações de possiveis irregularidades na aplicação de verbas do Município de Cascavel pelo Consorcio.

ARMAÇÃO?
Mesmo com a boa intenção, os vereadores parece que cometeram uma falha. Ao divulgar a visita para as 6h30 da manha de hoje, os pacientes do Cisop foram bem atendidos nesta data, comentou uma moradora de Santa Teresa do Oeste. Ela declarou para a Catve que hoje estava muito diferente dos dias anteriores. Para ela, hoje até atendente de fila, indicando os consultórios médicos de especialidades o Cisop ofereceu, diferente de outras ocasiões. Armação ou não! A CPI já mostrou para que veio, comentaram os membros da CPI, argumentando que pelo menos a população (usuário) começaram ser atendidos com dignidade.



29/06/2015 13h40

Vereadores aprovam projeto que altera atribuições de Secretaria

O projeto altera atribuições das secretarias de Obras e Agricultura

Compartilhe


O Projeto de nº 53/2015 que altera os dispositivos d na Lei 5.307/2009 no que tange as atribuições da Secretaria Municipal de Agricultura e da Secretaria de Serviços e Obras Públicas, é aprovado pela totalidade de votos na primeira discussão do projeto realizada hoje (29).

EMENDA ADITIVA
O Vereador Rui Capelão (PPS), protocolou emenda aditiva solicitando inclusão no projeto 53: ?Acrescenta o inciso XXIX ao artigo 36, do anteprojeto de lei nº 53/2015, com a seguinte redação?. Art. 36 ... XXIX ? ?Manter as estradas para acesso a locais e produção agrícola de origem animal (frangos, porcos, boi e leite), produtos de horticultura, e áreas de Armazenagem de grãos, sem quaisquer sustos ao produtor agropecuarista?.

3 COMISSÕES
A emenda deverá ser apreciada hoje e amanhã pelas comissões de Finanças, Justiça e Agricultura. Porém é salutar informar que dificilmente essa emenda passará, já que a lei aprovada em 2011, denominado de ?PROGRAMA PORTEIRA PARA DENTRO?, estabelece incentivos a atividade agropecuárias rurais.

CUSTO BENEFÍCIO
O projeto do Programa Porteira para Dentro, prevê que a Secretária de Agricultura firme convênio com os agricultores. Porém os mesmos custearão as despesas e a Prefeitura entra com o maquinário, já que o poder público não pode executar obras com verbas públicas nas propriedades particulares no programa Porteira para Dentro.



Luiz Nardelli
Casado com Margaret Seghetto, pai de Tarlliza e Leonardo, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há mais de 36 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 50 anos, técnico em estatística e jornalista desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão de colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 10 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário, Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. Nas mesmas emissoras, há sete anos, sou apresentador do programa Bate Rebate.

Atualmente dividindo bancada com o polêmico jornalista Sérgio Ricardo. Atuo também na Catve/FM – 91.7 no programa EPC – Esporte, Política e Cidadania, transmitido também pela Catve.tv das 18 as 19 horas diariamente, este programa em parceria com Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve.

Apresentador, locutor, comunicador e narrador esportivo nas horas vagas kkkkkkkk. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e internautas. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY