11/03/2016 12h31

Parlamentares do Paraná trocam de partido e mudam cenário em Cascavel

Compartilhe


A Ciranda partidária instalada no Paraná, com as mudanças de partidos de alguns políticos com cargos eletivos - como foi o caso de Ratinho Junior que deixou o PSC, migrando para o PSD, e com ele boa parte dos deputados eleitos no PSC, cerca de oito - fez com que outros partidos também buscasse se estruturar.

KAEFER

O Deputado federal Alfredo Kaefer, deixou o PSDB e migrou para o PSL. Kaefer foi para o partido do Deputado Estadual, Adelino Ribeiro (PSL).

PADOVANI

A mudança de Ratinho Junior do PSC para o PSD, fez com que o PSDB buscasse na sigla do PSC o suplente de Deputado federal, Nelson Padovani. A reforma administrativa do governo Beto Richa, com a possível saída de Sciarra da Casa Civil e a nomeação para a secretaria do deputado federal Valdir Rossoni (PSDB), somados com a impossibilidade do primeiro suplente da coligação, Osmar Bertoldi (DEM) de assumir por questões particulares (preso) e do segundo suplente Reinhold Stephanes (PSD) em assumir, pois indicativos apontam que Stephanes vai para a Secretaria de Administração do Estado. Restou para assumir a cadeira Nelson Padovani (PSC).

PSDB

Nesta manhã, o vice prefeito de Cascavel, Mauricio Theodoro (PSDB) esteve reunido com Padovani. Por telefone, eles falaram com o governador Beto Richa. Resultado da reunião foi a filiação de Padovani no PSDB. Os tucanos perderam Kaefer para o PSL, mas ganharam Padovani.

PRÉ-CANDIDATOS

Com toda esta ciranda partidária acontecendo de cima para baixo - Federal e Estadual - acaba por afetar diretamente as bases partidárias nos Municípios. Os pré-candidatos em Cascavel por exemplo, principalmente aqueles que estão em cargos eletivos, tem até o dia 18 deste mês para decidir, VAI OU FICA!!! Os deputados estaduais, Paranhos e Pacheco são os que precisam decidir em que partido ficarão para disputa do pleito municipal. Já os demais pré-candidatos têm ainda até o dia 2 de abril para decidir!

ANDRÉ BUENO

Corre a boca pequena nos bastidores da política nativa que o deputado estadual André Bueno (PDT) será o próximo a se filiar no partido Tucano. Segundo os rumores está tudo acertado entre as partes, só falta mesmo é o deputado André Bueno assinar a ficha de filiação no PSDB.


09/03/2016 19h02

Jorge Lange anuncia desistência de candidatura a prefeito de Cascavel

Compartilhe


O pré-candidato a prefeito de Cascavel, Jorge Lange (PSD) comunicou o partido que não será mais candidato a prefeito nas eleições de 2016.

A decisão da desistência de candidatura veio após reunião com familiares a respeito do assunto. Por telefone, Jorge Lange confirmou ao Catve.com os boatos que circulavam nos bastidores da política nativa.



01/03/2016 10h28

Ratinho Junior se reúne com a cúpula do PSC do Paraná hoje ao meio dia

Compartilhe


O Deputado estadual e secretário de Desenvolvimento Urbano do Paraná, Ratinho Junior tem agenda nesta terça-feira (01) ao meio dia com correligionários do PSC. A pauta da discussão não foi revelada, entretanto, é de conhecimento que Ratinho deverá anunciar a filiação no PSD.

DEPUTADOS

Rumores são de que Ratinho Junior levará para o PSD boa parte dos deputados da bancada no PSC paranaense. Ainda há informações que ele poderá presidir o partido no Paraná.

PRÉ-CANDIDATURAS

Tanto o PSC com Paranhos como o PSD com Jorge Lange são pré-candidatos a prefeito. Agora fica a incógnita, quem terá o apoio em Cascavel de Ratinho Junior? Paranhos ou Lange?

BASTIDORES

Nos bastidores da política cascavelense e da capital do Estado, são fortes os boatos que Paranhos será apoiado pelo grupo que ora se forma no PSD Estadual. Quanto a Jorge Lange, até agora pré-candidato a prefeito no PSD, ficará para o secretário da Casa Civil, Eduardo Sciarra resolver o impasse.




01/03/2016 10h11

Mês de março começa agitado em Cascavel, com a ciranda partidária

Compartilhe


Para os políticos que pretendem disputar o pleito eleitoral em 2016, o mês de março será de muitas conversas e decisões. Vai ser uma verdadeira "dança partidária". E é importante aos políticos que irão trocar de partido, pelo menos conhecer o ESTATUTO da sigla que irão migrar.

PRAZO

Para deputados federais, estaduais e distritais, o prazo para troca de partido já iniciou quando na promulgação da Emenda à Constituição Nº 91 de 18/02/2016 e terão até 19/03/2016 para se filiar em outra sigla.

30 DIAS

Já para os políticos que pretendem disputar cargos nos legislativos e executivos municipais, a ciranda partidária começa no próximo dia 03/03/2016 e vai até o dia 02/04/2016. Serão 30 dias de muitas discussões no cenário político. Todavia, alguns cuidados específicos os políticos devem ter. Principalmente o de conhecer o ESTATUTO da sigla que irá se filiar.

CUIDADO!

Não basta buscar a filiação em outra sigla entre 3 de março e 2 de abril deste ano. Alguns cuidados os novos filiados terão que ter, como por exemplo: Conhecer o estatuto da nova sigla.

ESTATUTO

Alguns partidos possuem algumas cláusulas no Estatuto que deverão ser analisadas pelos novos filiados.

Primeiro - ver se o estatuto prevê prazo de filiação de seis meses antes do pleito.

Segundo - se o prazo não estiver mencionado no Estatuto, deve seguir o prazo de filiação partidária na Legislação eleitoral em vigor.

Terceiro - Se no estatuto consta (um ano) como era na legislação anterior e que não houve uma resolução partidária ou alteração no estatuto no ano passado, os novos filiados não poderão ser candidatos nesta eleição, já que os partidos possuem autonomia para disporem de prazos diferenciados, desde que não sejam inferiores aos prazos estipulados em lei.


29/02/2016 16h12

Eleições em Cascavel quase sempre foram marcadas por algo inusitado

Compartilhe


Quem não conhece essa história? Tarquínio Santos (Partido Republicano) no ano de 1952, favorito nas eleições do recém-criado Município de Cascavel, acabou perdendo a eleição de prefeito por um voto para o candidato do PTB, José Neves Formighieri. As explicações foram de que; "O Tarquínio não se esqueceu de votar. Ele estava no interior, lá pelas bandas de São João, buscando eleitores e o carro, que era velho, quebrou. Ele chegou a Cascavel às 18h, quando a votação já estava encerrada".

CINCO AGORA...

... e dez depois! Esta é mais uma história de algo inusitado! Jacy Scanagatta (PFL) e Salazar Barreiros (PMDB) disputam a eleição de 1988. Na ocasião era dado como certa a eleição de Scanagatta, mais eis que surge no dia do pleito o tal do "cinco agora e dez depois" e acabou com tudo, Salazar se elege prefeito de Cascavel com a vantagem de 353 votos. Na época, até a PF andou por aqui investigando o caso "balaio", mas Salazar acabou cumprindo o mandado sem que fosse provado que algo de errado tivesse acontecido.

LÍSIAS, O FURACÃO

Com alguns gatos pingados na campanha, o médico Lísias Thomé (PPS) venceu as eleições de 2004 com mais de 66 mil votos (48% dos votos). A disputa contra os políticos de renome da cidade, como os candidatos Renato Silva (PSDB), Edgar Bueno (PDT) e Leonaldo Paranhos (PMDB), da classe de empresários fortes como Alfredo Kaefer, deputado Sciarra, Lísias com uma gestão impecável na secretaria de Saúde do município na administração Salazar, marcou um fato inusitado na época.

2012, OS FATOS

Já no ano de 2012, Edgar Bueno (PDT) busca a reeleição, foi quando surgiu no caminho, seu ex-aliado na administração, o então presidente da Cettrans, Jorge Lange (PSD). Também correndo por fora, Prof. Lemos (PT). Como na política não pode se bobear, Debates na televisão e divulgação em impressos, acabou mudando o rumo da eleição. Lange foi destruído pelo Newsletter "Pitbull" com a matéria de que Lange era membro da Maçonaria, isto permeou entre os evangélicos e cristãos como se fosse algo errado. Já Prof. Lemos, declarou construir teleférico no município em um debate e o prefeito Edgar Bueno, declarou que Lemos não tinha domicílio em Cascavel. No final com tudo isso, deu no que deu, Edgar venceu o pleito com mais fatos inusitados acontecidos durante a campanha.

E 2016, COMO SERÁ?

Bem, ainda é início de tudo isso, porém não há como contar uma história do que poderá acontecer sem antes relatar as "ESTÓRIAS". E tudo isso passa pelas reuniões na calada da noite na capital do Estado. Então como elas são feitas sempre a quatro paredes, eis que tivemos de buscar nosso "Babalorixá TIO TIÃO" para nos confidenciar alguns acordos que ora vem acontecendo na Capital do Estado. Também "TIO TIÃO" vai nos falar como estão as conversas no governo Federal, e que poderá refletir na eleição de 2016 em Cascavel. AGUARDE!!!



29/02/2016 15h05

Corrida sucessória de Cascavel passa pelo "mercado" de nome forte

Compartilhe


Incertezas pairam no ar! Será que o prefeito ainda não decidiu quem vai apoiar? Ou já está tudo certo e o nome aparecerá perto das convenções?

DE JOELHO?

Sabemos que em período que antecede o pleito municipal, muitos candidatos costumam "amassar barro" para obter o apoio desta ou daquela liderança política. Mas em Cascavel, inverteu se os fatores! Lideres não só estão amassando barro como imploram para que nomes de peso do "mercado", possa aceitar em disputar a cadeira de prefeito!...



29/02/2016 12h44

Vereador cascavelense compara atendimento nas UBSs com Pet Shops

Compartilhe


Na manhã desta segunda-feira (29) foi aprovado em primeira votação na Câmara Municipal de Cascavel o Projeto nº 115/2015 que dispõe sobre a Carta dos Direitos dos Usuários do Sistema Único da Saúde (SUS), documento que possui seis princípios básicos de cidadania que, juntos, devem asseguram ao cidadão o direito básico ao ingresso digno nos sistemas de saúde, sejam eles públicos ou privados.

O vereador Jaime Vasatta (PTN) solicita por meio do projeto que o material esteja em local de fácil acesso e na rede mundial de computadores.

DISCUSSÃO

Durante a discussão do projeto, o vereador Pedro Martendal (PSDB) pediu a palavra para o autor do Projeto Jaime Vasatta e fez declarações nos microfones do plenário: VEJA O VÍDEO.




24/02/2016 16h34

Investigação contratada pelo Catuaí demonstra quem está por trás da ONG

Compartilhe


Cansados de lutar na Justiça para retomar as obras do Shopping Catuaí, em Cascavel no Paraná, os donos do empreendimento resolveram buscar na investigação particular uma resposta para tantos entraves.

DETALHES

A Catve sempre buscou em detalhes saber o que realmente ocorria, já que, o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado pelas partes envolvidas ( Ministério Público Federal, IBAMA, Município de Cascavel, IAP, representantes do empreendimento e entidades de classe) acabou derrubado pela ONG - Associação Global de Desenvolvimento Sustentável - AGDS.

Causava estranheza, uma entidade ambiental não governamental instalada em São Bernardo do Campos/SP, entrar com pedido na justiça, embargando um obra em Cascavel no interior do Paraná.

Pois bem, o que uma ONG paulista teria para entrar em uma discussão, mesmo que o assunto tenha sido encerrado com a assinatura do TAC? Era o que todo mundo queria saber.

RELATÓRIO

O "Sherlock Holmes" contratado pelo Shopping Catuaí para investigar a ONG AGDS fez um relatório completo e o documento já foi anexado ao processo que tramita no TRF da 4ª Região em Porto Alegre.

O detetive aponta "Quem é Quem" por trás da ONG (Associação Global de Desenvolvimento Sustentável) - AGDS de São Bernardo do Campos/SP.

INDÍCIOS

Nas treze páginas foram apontados os interesses políticos e comerciais que poderiam afetar o desenrolar da obra em Cascavel.

Políticos influentes de Garulhos/SP, empresários no ramo de Ensino Universitário e sócios do grupo administrador do Shopping JL de Cascavel (General Shopping Brasil) foram citados como articuladores no processo judicial que levou ao embargo mais recente da construção do Catuaí.

O documento demonstra que na verdade a ONG em nada se preocupa com o meio ambiente, pois já ficou provado que trabalha para defender interesses comerciais.

O dossiê aponta o advogado Marinho Mendes Domenici, o "Marinho", como interlocutor e representante da tal ONG. Marinho é subprocurador-geral da república aposentado e já atuou no TRF da 1ª região, atuando inclusive em outras ações ambientais.

Em um dos processos Marinho defendeu Gilberto Celestino, vereador em Guarulhos há pelo menos 15 anos. A investigação apontou que o parlamentar tem uma ligação estreita com o empresário Antônio Veronezi, dono da General Shopping do Brasil, sediada em Guarulhos.

Atualmente o Shopping JL de Cascavel é administrado pelo grupo General, de Veronezi. O grupo possui em todo o país 17 shopping em operação.
O Catuaí por meio da assessoria de imprensa não vai se manifestar enquanto o processo estiver em fase judicial.

NELSON REIS CLAUDINO PEDROSO

Pedroso foi identificado como o atual representante legal da ONG

MARINHO MENDES DOMENICI

O advogado já citado aqui é casado com Sheila Stumm Gonçalves Roriz, filha do ex- ministro do TCU. E atuou em casos semelhantes ao do Shopping Catuaí. A mesma ONG que quer o embargo em Cascavel já pediu suspensão de obras de um shopping em Araçariguama.

Mas, o mesmo advogado "Marinho" defendeu inúmeros processos, envolvendo outros institutos ambientais e outras ONGs não -governamentais que saíram em "defesa do meio ambiente" e contra empreendimentos comerciais. Mesmo discurso utilizado em Cascavel.

As diligências apontaram relação próxima da General Shopping Brasil, dona e administradora do JL Shopping em Cascavel, que pertence à família Veronezi, com Celestino, vereador influente em Guarulhos. O parlamentar contribuiu inclusive para embargar obras do Shopping Plaza Guarulhos do Grupo Sá, Cavalcante, no bairro Vila Fátima.

VEJA AQUI O RELATÓRIO COMPLETO DA INVESTIGAÇÃO


22/02/2016 08h44

PT de Cascavel se reúne e Prof. Lemos continua pré-candidato a prefeito

Compartilhe


Uma reunião muito aguardada por membros do PT de Cascavel aconteceu na noite de sábado (20). Membros do partido discutiram nomes para pré-candidatura a prefeito.

ANIMADOS

Ao término da reunião, membros saíram animados. Segundo informações, o ex-candidato a prefeito na eleição de 2012 - quando ficou em segundo lugar - demonstrou interesse em colocar o nome à disposição da sigla para buscar uma candidatura neste ano.

NOMES

Os petistas de Cascavel têm sim outros nomes como: Aderbal de Mello, Nestor Dalmina, Elemar Adams dentre outros, inclinados a colocar o nome para apreciação nas convenções, caso Prof. Lemos não viesse para a disputa. Agora estão mais tranquilos com a declaração de que ele está disposto para o pleito.

OUTROS PARTIDOS

Com a prerrogativa do PT ter candidatura própria, cai por terra a expectativa do PPL (Marcio Pacheco) e PP (Hélio Laurindo) obterem o apoio da sigla e também do deputado estadual Lemos. Tudo ainda é expectativa! Porém, não se pode descartar que as negociações de apoios para as eleições deste ano estão se esgotando.



19/02/2016 09h56

"Qualquer semelhança com a realidade, é mera coincidência!!!"

Compartilhe


O ano de 2016 iniciou com chuvas e trovoadas! O que não é diferente da corrida sucessória rumo ao Paço Municipal de Cascavel. O que não falta são "trovoadas" e barulhos nos bastidores da política! Mesmo que ainda seja apenas "relâmpagos e trovoadas" na política nativa, o certo é que a chuva vai chegar, e 2 de outubro está logo ali!!!



Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY