20/07/2016 10h34

TJ/PR mantém sentença de 1ª instância e absolve Vereador Paulo Bebber

Compartilhe


O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, manteve a decisão da sentença prolatada na Ação Civil Pública de Cascavel por ausência de má-fé contra o vereador afastado Paulo Bebber.

A Ação Civil Pública de apelação do MP, oriunda da acusação de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. NOMEAÇÃO DE SERVIDORES PARA CARGOS DE PROVIMENTO EM COMISSÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CASCAVEL.


Apelação Cível 1492776-3 Protocolo: 2016/4612
Comarca: Cascavel
Vara: Vara da Fazenda Publica
Ação Originaria: 0036486-80.2012.8.16.0021 Ação Civil Pública
Remetente: Juiz de Direito
Apelante: Ministério Público do Estado do Paraná
Apelado: Paulo Dileto Bebber
Interessado: Município de Cascavel
Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível
Relator: Des. Adalberto Jorge Xisto Pereira
Relator Convocado: Juiz Subst. 2o G. Rogério Ribas



DECISÃO: Acordam os Desembargadores integrantes da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em NEGAR PROVIMENTO, APELAÇÃO E NÃO CONHECER DA REMESSA OFICIAL, mantendo hígida a conclusão da sentença. Tudo conforme o voto do relator. EMENTA: AÇÃO CIVIL PÚBLICA. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. NOMEAÇÃO DE SERVIDORES PARA CARGOS DE PROVIMENTO EM COMISSÃO DE CÂMARA MUNICIPAL (MUNICÍPIO DE CASCAVEL). SUPOSTOS DESVIOS DE FUNÇÃO E DESCUMPRIMENTO DA CARGA HORÁRIA. JULGAMENTO ANTECIPADO DA LIDE, COM DECRETAÇÃO DA IMPROCEDÊNCIA DA DEMANDA. APELAÇÃO CÍVEL DO AUTOR, MINISTÉRIO PÚBLICO. PRELIMINAR. Alegação de cerceamento do direito de produzir prova dos fatos constitutivos do direito afirmado em juízo. Inocorrência. Provas suficientes já carreadas nos autos. Eventual dilação probatória inútil e que ofende o princípio de razoável duração do processo, na espécie. MÉRITO. Alegação de prática de atos ímprobos. Não acolhimento. Atividades descritas nas leis de forma abrangente. Adequação entre as funções previstas e aqueles praticadas pelos assessores parlamentares da Câmara municipal. Alegação de ausência de controle de controle pelo vereador. Inocorrência. Fiscalização exercida de forma livre, porque não havia no regramento respectivo a obrigatoriedade de ser documentada. Necessidade de demonstrar o dolo do agente. Improcedência. Ausência manifesta de má-fé. SENTENÇA MANTIDA. RECURSO DESPROVIDO.




20/07/2016 10h14

Especulações e boatos não faltam em Cascavel

Compartilhe


Circulou, na terça-feira (19), nos bastidores da política em Cascavel e nas redes sociais que o grupo capitaneado pelo deputado estadual Adelino Ribeiro (PSL), juntamente com o PRTB (presidente Cocão) estavam acertando apoio a candidatura de Renato Silva (PV).

CONVERSA

Os vereadores Rômulo Quintino e Nei Haveroth do PSL, somado com o presidente Cocão (PRTB), braço forte do deputado Adelino, estiveram sim com o pré-candidato a prefeito Renato Silva no final da tarde. Segundo as informações, Renato convidou-os para um diálogo quanto a sua candidatura e propôs uma aliança entre PV e PSL na majoritária. De certo mesmo é que Renato está abrindo as portas do partido para unificar partidos visando a sua coligação.



19/07/2016 15h13

PSDB de Cascavel exige cargos para coligar com o PV

Compartilhe


O PSDB de Cascavel jamais foi um partido de destaque na política local. Muitas vezes a falta de interesse político em governar para o povo cascavelense ficou em segundo plano. Basta ver o currículo dos tucanos. A participação deles em campanhas políticas foram sempre coadjuvantes.

METAS

No momento que as discussões políticas para coligações se afunilam, e sem perspectiva de lançar candidatura, haja vista não haver nomes para a disputa, membros do PSDB de Cascavel se reúne quase que periodicamente no intuito de traçar metas.

EXIGÊNCIA

Na reunião de domingo (17) com membros da executiva do PV, nossa MATA HARI infiltrada, nos informou que líderes do PSDB exigiram para uma coligação, nada mais nada menos do que DUAS secretarias, UMA autarquia, além indicar o nome para vice de Renato Silva (PV).

ATÉ EU!!!

Desse jeito, com exigências dessa natureza, até eu penso em largar tudo e me lançar um político partidário. Pelo que parece o importante não é ser ideológico, mas sim, ter uma "TETA" para garantia de estar no poder futuramente, para não dizer, continuar no poder. Ou seja, ficar tudo como está!!! No caso da exigência das secretarias e autarquias não fomos informados quais são, mais o nome da vice é o médico e ex-chefe da 10ª Regional de Saúde, Miroslau Bailak.



19/07/2016 12h06

Quase todos pré-candidatos a prefeito de Cascavel já foram TESTADOS

Compartilhe


Na maioria das eleições municipais, muito se discute em rodas de conversas, a possibilidade deste ou daquele candidato. A sigla partidária quase nem sempre vem em primeiro plano. As discussões giram mesmo em torno do nome do POSSÍVEL candidato. Em Cascavel não é diferente. As discussões são geralmente sobre se tem ou não condição, e a primeira regra é: "qual o patrimônio político (votos) que ele tem?".


LEONALDO PARANHOS

Pré-candidato a prefeito, Paranhos (PSC) disputou oito eleições: candidato à vereador em 1992/1996, se elegendo em 96. Vice-prefeito eleito em 2000. Candidato a deputado estadual em 2002 fazendo mais de 35 mil votos, suplente. Candidato a prefeito em 2004, 4º colocado nas urnas. Candidato a deputado estadual em 2006, mais de 31 mil votos, suplente. Candidato a deputado estadual em 2010, eleito com mais de 27 mil votos. Candidato a deputado estadual em 2014, eleito com mais de 69 mil votos.

MARCIO PACHECO

Pré-candidato a prefeito, Pacheco (PPL) disputou duas eleições: Eleito vereador em 2012 com mais de 1.400 votos, presidiu a Mesa Diretora do Legislativo cascavelense um biênio e se lançou candidato a deputado estadual em 2014, eleito com mais de 24 mil votos. Com dois anos de vereador e dois de deputado, vem para a disputa de prefeito em Cascavel neste ano.

JORGE LANGE

Pré-candidato a prefeito, Lange (PSD) disputou uma eleição. Exerceu o cargo de Diretor da Secretaria de Indústria e Comércio do Paraná no governo Jaime Lerner na década de 90/00. Foi assessor do então deputado federal Eduardo Sciarra por alguns anos e disputou o cargo de prefeito em 2012 em Cascavel. Ficou em 3º lugar naquele pleito com mais de 25 mil votos.

RENATO SILVA

Pré-candidato a prefeito, Renato (PV) disputou três eleições. Candidato a deputado federal em 1998, obtendo mais de 42 mil votos. Exerceu o cargo de deputado federal, uma vez que foi o primeiro suplente do partido na época (PSDB). Candidato a deputado estadual em 2002, fez mais de 22 mil votos. Em 2004 candidatou-se a prefeito de Cascavel, recebeu mais de 22 mil votos dos cascavelenses, 3º colocado naquele pleito.

WALTER PARCIANELLO

Pré-candidato a prefeito, Walter (PMDB) disputou três eleições. Candidato a vice-prefeito em 2008 com Salazar Barreiros (PP). 2º colocado na ocasião. Voltou as urnas como candidato a vice-prefeito em 2012 com professor Lemos (PT), 2º colocado naquele pleito disputando o segundo turno. Registro de candidatura a deputado estadual em 2014, porém, na disputou a eleição, mesmo assim fez mais de 200 votos sem fazer campanha, já que foi o coordenador estadual da campanha do irmão Frangão.

HÉLIO LAURINDO

Pré-candidato a prefeito, Hélio (PP) disputou três eleições. Na década de 80 foi eleito prefeito de Três Barras do Paraná, voltando ao cargo mais uma vez na década de 90. Ainda na Década de 90, Hélio Laurindo disputou a eleição de deputado federal, recebeu da população do oeste do Paraná cerca de 20 mil votos, ficando de suplente, na época pelo PMDB.

PROF. MARCOS VINÍCIUS

Pré-candidato a prefeito, Professor Marcos Vinícius (PSB) jamais disputou uma eleição para cargo eletivo. Porém exerceu na vida pública alguns cargos de nomeações. Foi Reitor da Unioeste. Secretário de Educação, secretário de Planejamento, Secretário de Cultura, Secretário de Comunicação. Todas estas funções exercidas no Município de Cascavel.

PROF. IVANILDO CLARO

Pré-candidato a prefeito, Professor Ivanildo Claro (PSol) disputou a eleição para prefeito em 2008. as urnas computaram pouco mais de 1.000 votos a ele.



19/07/2016 09h19

Quem vai com quem? Especulação não falta em Cascavel

Compartilhe


A semana começou marcada com reuniões e mais reuniões. No domingo a cúpula do PSDB se reuniu com membros do PV - leia se Marlize da Cruz e Renato Silva -. Na manhã de domingo Renato Silva se reuniu com o pré-candidato a prefeito pelo PSC, Leonaldo Paranhos. Ainda consta que antes da reunião de Renato e Marlize com a cúpula do PSDB, conversaram com o também pré-candidato do PP, Hélio Laurindo.

REUNIDO COM PDT

Na noite de segunda-feira (18) o pré-candidato do PV, Renato Silva voltou a se reunir com a cúpula do PDT cascavelense (foto). Depois de idas e vindas, parece que o caminho de Renato Silva será caminhar junto com quem o prefeito cascavelense, Edgar Bueno (PDT) determinar. Mesmo cedo para tirar conclusões, o certo mesmo é que: Renato Silva está com todos e a mesmo tempo, não está com ninguém!!!





15/07/2016 14h25

"O risco que corre o pau corre o machado", assim é PSDB de Cascavel

Compartilhe


São tantos jargões que daria até pra utilizar outro para enfatizar os rumos do PSDB de Cascavel. Tal como: "o risco que corre o prego corre o martelo".

GRUPÃO

Os políticos não devem subestimar a capacidade intelectual de nenhum membro de outra sigla partidária. O que parecia quase impossível de acontecer, poderá! O PSDB estar no chamado GRUPÃO rumo à prefeitura de Cascavel este ano.

BASTIDORES

Informações oriundas de grupo do Paço Municipal de Cascavel dão conta de que um GRUPÃO está prestes a ser formado. PDT, PPS, PSDB, PR, vira e mexe estão se reunindo para traçar estratégia na formação deste GRUPÃO. O PSDB que buscava entendimentos para ter representação na eleição deste ano buscou no próprio grupo, uma solução. Todos caminhando na mesma direção, neste caso, unindo as forças com PDT, PPS e PR e juntos apoiar a candidatura do Professor Marcos Vinicius (PSB).

TRATATIVAS

Os rumores nos bastidores são de que as tratativas para o GRUPÃO ter o PSL do deputado Adelino Ribeiro, estão bem adiantadas. Faltando apenas detalhes para o acordo de apoio do PSL ao PSB do pré-candidato professor Marcos Vinicius ser batido o martelo.


DE VOLTA

O PSL que há mais de um ano e meio estava na geladeira do governo do Estado, leia se Beto Richa (PSDB), pode estar de volta à base. Isto acontecerá se o partido do deputado - PSL - vier apoiar professor Marcos Vinicius do PSB, candidato do governador Richa e do prefeito de Cascavel Edgar Bueno (PDT).



15/07/2016 14h15

PV de Cascavel se reúne e dá ultimato para Renato Silva

Compartilhe


O Partido Verde (PV) se reuniu na noite de quinta-feira (14) para deliberar sobre os caminhos que o PV irá trilhar nas eleições deste ano em Cascavel.

ULTIMATO

Durante o encontro do PV, membros do partido definiram o nome de Renato Silva como candidato, porém tiveram que colocá-lo na parede. Segundo informações, ele estava fazendo corpo mole para ser o candidato, então, foi dado um ultimato a ele até o dia 30 para decidir.




15/07/2016 14h12

DEM de Cascavel define apoio a candidatura

Compartilhe


Na noite de quinta-feira (14), o DEM de Cascavel reuniu membros da Executiva e pré-candidatos a vereador. Na pauta a definição de apoio do partido a candidatura a prefeito de Cascavel. Por unanimidade dos presentes, a definição do Partido é caminhar junto com a candidatura de Paranhos (PSC) a prefeito.

A VICE

Quando questionado sobre a indicação da vice na chapa de Paranhos, o presidente Berté enfatizou que no momento a definição era de apoio, e que, como toda a sigla partidária está buscando no diálogo a construção de um novo caminho para o DEM. Segundo ele, por alguns anos o partido ficou esquecido em Cascavel. Mas não descartou em nenhum momento que está trabalhando para que o DEM indique o vice na chapa.



13/07/2016 11h41

Membros da CPI das Máquinas fazem primeira reunião

Compartilhe


Hoje os membros da CPI das máquinas fizeram a primeira reunião para deliberação dos trabalhos que vão investigar as licitações das obras das máquinas para prestação de serviços à secretaria de agricultura de Cascavel.

A primeira reunião foi apresentado os servidores da Câmara que vão fazer parte da Comissão, juntamente com os vereadores da indicados pelo presidente.

A CPI será composta pelos vereadores Robertinho Magalhães como presidente, Luiz Frare como relator e Paulo Porto como membro.

Os servidores são: Edianara M. Da Silva Tomacheski - secretária. Devaldir Marcatto - Motorista. Giuliano Salvi - Assessor Jurídico.

Ficou deliberado que a comissão enviará ofícios solicitando documentos tais como: licitações ao executivo, documentos do vereador denunciante, Celso Dal Molin e ofícios aos meios de comunicação sobre as matérias jornalísticas veiculadas. A Catve foi citada, que segundo integrantes da comissão, será fundamental ter as matérias que fora veiculadas quando surgiu a denúncia das horas máquinas da secretaria de agricultura.








07/07/2016 12h27

PT alinhado com Paranhos pode afastar PTB e DEM do grupo

Compartilhe


As conversas são sempre as mesmas! Estamos no grupo pra somar! Mais nos bastidores a conversa é bem diferente! Nos últimos dias são fortes os rumores de que o PT de Cascavel pode vir a compor junto com o grupo do pré-candidato a prefeito, Leonaldo Paranhos (PSC). Até aí nada demais.

Porque cada município possui um agrupamento diferente daqueles de Brasília ou estado. É no município que os postulantes a um cargo eletivo, possui sua base e conhecimento das necessidades de seu povo.

"BICHINHO FEIO""

Como o PT no Brasil virou o "bichinho feio"?, ninguém quer por perto. Mais em Cascavel, cidade que todos conhecem a todos, é um pouco diferente a rejeição de siglas, mas....

FORA

Segundo o que o Blog apurou, caso o pré-candidato a prefeito, Leonaldo Paranhos aceite o PT como aliado no pleito eleitoral deste ano, o PTB e o DEM estarão fora. Então, agora fica por conta dos envolvidos na formação do grupo decidir. Quem caminhará junto com Paranhos? DEM, PTB ou o novato PT?




Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY