01/07/2016 10h48

Jorge Lange, pré-candidato a prefeito de Cascavel pelo PSD

Compartilhe


O empresário Jorge Lange foi o escolhido pelo PSD/Cascavel para ser o candidato a prefeito da sigla no pleito eleitoral deste ano. Depois de muita discussão e de idas e vindas, o PSD bateu o martelo e lançara candidatura própria a prefeito de Cascavel.

CANDIDATO

Jorge Lange que disputou o pleito eleitoral em 2012, concorrendo a mesma vaga (prefeito), recebeu mais de 25 mil votos naquele pleito, ficando em 3º colocado no primeiro turno.


APOIOS
Segundo Lange, os apoios que a sigla vai buscar à sua candidatura, virão de alguns parceiros que estiveram juntos no pleito passado e, dos partidos que tem a mesma ideologia do PSD. Quanto a estratégia de campanha, Jorge Lange antecipou que tudo passará pela executiva municipal, e que isso facilitará na composição da chapa majoritária e também na chapa proporcional (vereadores).


29/06/2016 17h07

4 terrenos motivaram porrada, socos e pontapés - Por Luiz Nardelli

Compartilhe


A coluna há mais de 60 dias vem buscando informações sobre uma briga que acontecia em um prédio da cidade. Depois de muito trabalho investigativo acabou descobrindo que o fato foi bem pior do que uma discussão verbal. Os profissionais de engenharia acabaram o assunto na PORRADA, SOCOS E PONTAPÉS.

A CAUSA

Segundo o apurado, um novo loteamento foi a causa do encontro e das porradas. O engenheiro intermediador que poderia facilitar a abertura do novo loteamento, como sempre ajusta, não se sabe como, apesar de ter a caneta cheia, pediu apenas 4 TERRENOS no novo empreendimento. Pelo que parece o empreendedor não gostou da proposta e disse NÃO. Dai o engenheiro da caneta cheia partiu pra porrada. Pode ou quer mais???

SAIDEIRA

O olhar para o Monte Claro acabou ficando obscuro!!!


29/06/2016 15h36

CPI das máquinas pode atingir empresários e políticos de Cascavel

Compartilhe


Cara de pau e conversa mole, é o que não faltam em Cascavel com a criação da CPI das máquinas na Câmara Municipal. No início da semana, um cidadão que já exerceu cargo de confiança no alto escalão da prefeitura e por duas vezes tentou êxito em um cargo eletivo, telefonou para uns dos vereadores proponentes a criação da CPI.

CONVERSA MOLE

Segundo o que a coluna apurou, a ligação telefônica ocorreu de forma amistosa, porém sem êxito, não porque o "lobista" não foi competente, mas porque o vereador foi irredutível.

GRAVAÇÃO
O áudio do diálogo foi longo, cheio de voltas para se chegar ao assunto principal. Segundo o interlocutor, era para que o vereador em questão conversasse com a secretária de agricultura municipal que ela podia esclarecer tudo sobre as horas máquinas e onde foram realizados os trabalhos. Durante a conversa, o "lobista" chegou a sugerir ao vereador que a assinatura dele poderia atrapalhar as intenções políticas futuras do município. Uma vez que os agricultores poderiam se revoltar com os vereadores por terem retirado as máquinas do interior com a criação da CPI.

ONDE VAI CHEGAR?

Fica o questionamento? Quem é o Lobista? Onde vai chegar tudo isso? Que empresa foi beneficiada com horas-máquina? Que locais foram utilizados todas essas horas? Moradores do interior do município viram essas máquinas trabalharem nas estradas rurais?



29/06/2016 10h07

"Bolsa de valores política" de Cascavel vai de R$ 400 mil a R$ 1 milhão

Compartilhe


Em ano eleitoral, a bolsa de valores para apoio político em Cascavel aquece a economia local. Tem pré-candidatos a prefeito que só tem o dinheiro, figura também os sem dinheiro, e, tem aqueles que têm votos!

ACORDOS

Pois bem, Cascavel cidade pacata do interior paranaense, não é tão pacata quando se discute eleição a prefeito. Ofertas aparecem de todo tipo: São promessas de cargos em troca de apoio, promessas de uma gestão voltada aos interesses da sociedade, além de "acordos" político/econômico.

BALCÃO DE NEGÓCIOS
Neste momento que antecede as convenções, acordos entre partidos políticos acontecem. É neste momento que a "bolsa de valores" da política nativa aumenta. Os apoios viram um "balcão de negócios".

VALORES
Quem dá mais? As conversas entre os "cabos eleitorais de luxo" ? aqueles que supostamente possuem votos - com pré-candidatos afortunados, são das mais variáveis possíveis. Alguns chegam a propor valores baixos, não mais do que R$ 400 mil. Mais tem aqueles que por menos de R$ 1 milhão nem senta a mesa para conversar.

DUAS OFERTAS
Até o momento a bolsa de valores da política cascavelense para apoios políticos está entre R$ 400 mil a R$ 1 milhão. Rumores nos bastidores da política são de que dois pedidos surgiram até agora! Um pediu R$ 400 e o outro R$ 1 milhão para dar apoio a um dos candidatos a prefeito!

SAIDEIRA!!!
Mudam as coleiras, mas os cachorros continuam os mesmos!!!


28/06/2016 13h04

PSD de Cascavel define candidatura com Jorge Lange

Compartilhe


Depois de idas e vindas, é e não é; finalmente em reunião no escritório do deputado federal Evandro Roman (PSD) durante a semana, foi definido que o partido de Cascavel terá candidatura própria. O nome escolhido foi de Jorge Lange.

CANDIDATURA

Lange que disputou o pleito de 2012 encabeçando a chapa majoritária, obtendo nas urnas no primeiro turno a 3ª colocação com mais de 25 mil votos, volta ao cenário político da mesma maneira, encabeçando a chapa majoritária do pleito eleitoral deste ano à prefeitura de Cascavel.

MAIS REUNIÕES

Apesar da definição do nome de Jorge Lange para candidato a prefeito de Cascavel, mais reuniões acontecerão para definir as estratégias políticas que o PSD de Cascavel irá adotar para ir a convenção e sacramentar de uma vez por todas as expectativas que até o momento eram debatidas em rodas de conversas.

PSD DE CURITIBA

A decisão tomada em Cascavel irá ser discutida ainda em Curitiba na quarta ou quinta-feira, quando membros do diretório municipal local, colocarão a decisão na mesa do diretório estadual, informando também o recém chegado a sigla, deputado estadual Ratinho Júnior ? vindo do PSC.

APOIO

A reunião em Curitiba será para expor a decisão tomada em Cascavel ao deputado Ratinho Junior, uma vez que sua filiação no inicio deste ano no PSD, estava vinculado o apoio de Ratinho a Leonaldo Paranhos, como a sigla, decidiu por lançar candidatura própria, resta saber agora quem Ratinho irá apoiar, Paranhos de seu ex-partido, ou Lange do seu partido atual.



27/06/2016 15h43

Renato volta à coadjuvante? - por Luiz Nardelli

Compartilhe


O empresário Renato Silva (PV), depois de ter ensaiado uma pré-candidatura a vice-prefeito, inclusive conversando ao pé de orelha com o Grupo do deputado Leonaldo Paranhos (PSC), foi "picado" pela mosca azul e do dia pra noite "virou" pré-candidato a prefeito se juntando a cúpula do Paço Municipal. A empolgação parece não ter durado muito tempo. Rumores dão conta de que Renato pode ter voltado à estaca zero quanto a sua candidatura.

MUDANÇA
A empolgação do início da parceria com a "tchurma" do Paço, já não é a mesma. Isto tem demonstrado que Renato Silva e PV poderão caminhar juntos com outro grupo que não seja a do Prefeito Edgar Bueno (PDT). Como se vê, Renato mais uma vez parece correr da raia. Até quando o empresário Renato Silva continuará servindo de "estepe" para os outros, principalmente para o prefeito Edgar Bueno? Precisa de algo para poder fazer o jogo político, chama o "estepe" Renato, pelo menos é o que se comenta nas rodas de conversa!


27/06/2016 15h41

Firme, mesmo sem a benção dos "tucanos" da Capital do Paraná

Compartilhe


O PSDB de Cascavel ainda sonha com uma candidatura própria. O vice-prefeito Mauricio Theodoro e seu grupo lutam contra alguns dirigentes tucanos da capital e segue firme na proposição. Porém, muita conversa e pouca ação, pois o PSDB de Cascavel depende da bênção de "figuras" carimbadas do alto coturno do governo estadual. Aí as coisas ficam mais complicadas. Mas de todo modo, até as convenções não chegarem, os "tucanos" cascavelenses ainda pleiteiam candidatura, "nem que seja só com as penugens que sobraram da antiga plumagem dos Tucanos". Penugens estas da sobra da aliança com o PDT de 2012.


27/06/2016 15h06

Dois "tigres" na mesma jaula - por Luiz Nardelli

Compartilhe


Parte dos analistas da política cascavelense, aqueles de rodas de conversas, define assim algumas candidaturas de Cascavel. De um lado o "gigante" deputado Leonaldo Paranhos (PSC), do outro, o não menos "gigante" Marcio Pacheco (PPL), ambos com possibilidades de, primeiro ser candidato, depois de vencer as eleições. Todos esses rumores de analistas de rodas de conversas levam a um único critério de avaliação. Os dois são contra o atual prefeito Edgar Bueno (PDT).

Mas desta jaula, só sai um, não há espaço para os dois "tigres" se sentar na cadeira do 3º piso do Paço Municipal, dizem! Embora ainda existam nas análises outros nomes que possam surgir e entrar na mesma jaula para disputar a cadeira de prefeito. Segundo os comentários, estes podem ser tão "gigantes" como Paranhos e Pacheco, ou então, ser apenas um "gatinho" que possa figurar na política nativa.



24/06/2016 10h02

Resumo da ópera - por Luiz Nardelli

Nem que o engenheiro fosse um literário conseguiria analisar tanta bobagem

Compartilhe


Mesmo ainda não tendo pesquisa de intenções de votos em Cascavel legitimamente registrada na Justiça eleitoral, números pipocam na cidade. E têm números para todos os gostos.

Alguns são tão ridículos que nem se o candidato a prefeito fosse único, conseguiria crescer tanto em tão pouco tempo. Cada grupo tem os seus números, que não batem um com o outro, mesmo a pesquisa dita como interna e tendo sido feita no mesmo período.

Estratégia furada

O que ocorre neste período que antecedem os preparativos para as convenções e daí colocar a campanha na rua, é alguns pensarem que a propagação de números não reais vai alavancar uma ou outra candidatura, mas parecem estarem enganados. Esta é a estratégia mais furada que se pode ter. Bonito é ver os afoitos debater os números furados que os caciques das coligações passam. Números que sequer, terão no final da campanha. {risos}... O resto é conversa fiada!!!


23/06/2016 12h28

Justiça nega pedido de afastamento do prefeito Edgar Bueno

Compartilhe


A justiça negou o pedido do Ministério Público que queria o afastamento do prefeito Edgar Bueno (PDT) do cargo.

O pedido de afastamento partiu do promotor Sérgio Machado por conta da denúncia do Gaeco que investiga a empresa Transpaula responsável pelo transporte escolar. A empresa está instalada em uma área no centro da cidade que pertence ao município.

Na denúncia feita pelo promotor no dia 10 de junho consta que: "na ação de reintegração de posse [...] movida pelo município de Cascavel, não se tem notícia que o representado pelo réu Edgar Bueno tenha adotado nenhuma outra ação concreta para tentar reaver os imóveis (...)". O município negou a acusação na defesa apresentada à justiça.

O promotor solicitou também que fosse proibida a permuta da área em questão. O processo está em segredo de justiça, por incluir documentos contábeis e fiscais que foram apreendidos.

Na manhã de hoje a empresa foi comunicada da decisão judicial da Vara da Fazenda Pública que determina a reintegração de posse. O responsável pela Transpaula afirmou que vai sair do terreno.

Pedido de afastamento ocorreu no dia 10 de junho

Luiz Nardelli
Casado com Margaret S. Nardelli, pai de Tarlliza Romanna Nardelli e Leonardo Romanno Nardelli, nasci em Paraíso do Norte (PR) e há de 39 anos moro em Cascavel (PR).

Este sou eu: Luiz Nardelli, 52 anos, técnico em estatística atuando como profissional da imprensa desde 2004. Graduado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e pós-graduado em assessoria de imprensa. Iniciei a profissão como colunista político no jornal A Tribuna de Cascavel.

Desde então são 13 anos carimbando opiniões em impressos como: Extra Paraná, jornal Gazeta do Paraná, Jornal O Estado do Paraná-Curitiba, A Tribuna de Cascavel e no semanário Manchete Popular.

Atualmente com uma coluna no Portal, catve.com/luiz-nardelli . Em programas de TV, integrei o programa Sala de Debates com o legendário (in-memórian) Joel Damásio e o polêmico Laerson Matias no Canal 21/Catve. No Grupo Catve estou há mais de 11 anos como apresentador do programa Sala de Debates e posteriormente com o Bate Rebate e EPC.

Atualmente divido a bancada do programa EPC (Esporte, Política e Cidadania) na Catve/FM 91.7 e Catve/TV, transmitido das 18 às 19 horas diariamente. No EPC tenho a parceria de Jorge Guirado, diretor do Grupo de Comunicação Catve e Geraldo Magela.

Jornalista, repórter, apresentador, locutor, comunicador. Do que depender deste profissional, informações, opinião e notícias não faltarão aos leitores, ouvintes, telespectadores e nas Redes Sociais. Espero você aqui!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY